Sugestoes

Nao deixe de ler: Por cada 100 casamento, ha 70 divorcios &&&&& Epistolaonline deseja a todos Feliz Natal &&&&& Nao temas, estou contigo &&&&&

Tuesday, December 27, 2016

Noticia Triste

A irmã Auta Rodrigues Fortes, uma das irmãs da familia Rodrigues de Praia Branca, partiu hoje, 26, para estar com o Senhor. "Bem-aventurados os mortos que desde agora morrem no Senhor." Que Deus console os familiares enlutados.
Visita (Velório) na proxima Quarta-feira, das 5:00--9:00 da noite na Igreja do Nazareno Nova Aliança, 38 Mystic St. Brockton, MA.
Serviço Fùnebre na Quinta Feira, 9:30 de manhã na Igreja do Nazareno Nova Aliança, Brockton.


Fonte: FB da Nova Alianca

Extrato do Natal em Nova Alianca

video

Saturday, December 24, 2016

Para Refletir, Seriamente!

Por cada 100 casamentos, há 70 divórcios em Portugal.

Portugal lidera ranking europeu na proporção de divórcios por cada 100 casamentos. Já no tocante à natalidade, os portugueses surgem no último lugar da lista. Eis Portugal na Europa, segundo a Pordata.
Em 2012, o rácio de divórcios por cada 100 casamentos era ainda superior: 73.7.
Portugal é o campeão dos divórcios na Europa. Por cada 100 casamentos, há 70 divórcios, segundo o Retrato de Portugal na Europa, publicado nesta quinta-feira, Dia Europeu da Estatística, pela Pordata, a base de dados desenvolvida pela Fundação Francisco Manuel dos Santos.
Na comparação com os restantes países da Europa, este é dos únicos indicadores em que Portugal surge no topo da lista, à frente de países como a Dinamarca. Mas estes números não querem dizer que 70 em cada 100 casamentos acabam em divórcio, como esclarece a directora do Pordata, Maria João Valente Rosa. “Aqui conjugam-se casamentos do passado que resultam em divórcio no presente e casamentos que se fazem no presente, mas cada vez menos”, explica.
Divórcios diminuem mas não tanto como os casamentos.
A demógrafa considera, aliás, expectável que os divórcios venham a diminuir nos próximos anos, porque também os casamentos têm vindo a diminuir. Aliás, em 2012, o rácio de divórcios por cada 100 casamentos era ainda superior: 73.7. Leia +

Por: Natalia Faria
Fonte: Publico

Monday, December 19, 2016

Um artigo imperdivel

A VIDA COMEÇA QUANDO DECIDIMOS PARAR DE AGRADAR À PLATEIA

“Bravo, Bravíssimo!” — reverencia a plateia. Aplausos. As cortinas se fecham. Sem holofotes, o protagonista se recolhe. Do figurino à cara, à coragem e à maquiagem. Longe dos palcos, a cabeça tomba no travesseiro. Percorre os bastidores dos pensamentos a se questionar: “Há quanto tempo estou interpretando o papel de agradar a todos enquanto me desagrado tanto?”
É certo que a arte imita a vida. Muitos vivem quase que exclusivamente para atender às expectativas do público, seja por uma questão de vaidade, jogo exibicionista, ou porque acreditam dever constantemente ao outro a condição de servir — sob o custo da angústia e do desespero diante da anulação da própria existência. Aquele que faz tudo para agradar a todos enquanto se desagrada sentirá, cedo ou tarde, o arrombo no peito tomado por um vazio existencial. O tempo baterá à porta e cobrará com juros e correção todo desperdício, toda infelicidade contraída.
Enquanto isso, no palco do exibicionismo… É pirueta, firula, cambalhota e o que mais for preciso para ser notado. Quanto vale o show? A vida vira espetáculo: “Olha o que sei fazer”, “Olha pra mim”. Mal sabe o exibicionista o quanto repete suas necessidades infantis acrobáticas pouco nutridas. Nas coxias, entre atos e cenas de possuir e exibir: “Quem sou eu mesmo?”, “O que me resta além do que eu exibo ter?”. Olha, não há nada mais tranquilizador do que se apresentar diante das pessoas como se é — com as qualidades e limitações que todos nós possuímos.
O cenário exuberante esconde a falta de protagonismo sobre a própria vida. Estamos vivendo para agradar à plateia, completamente desencaixados do nosso autêntico papel. Aparentando estar bem, ao passo que nos camarins de nossas verdades secretas sabemos o drama das horas que gastamos pintando a cara de palhaço feliz para satisfazer ao outro. Seria mentira? Seria loucura? Seria pintura? Seria verdade? Felicidade é bem individual, ninguém pode fazer esse papel por nós. Leia +

Thursday, December 8, 2016

Para Refletir


A Esperança não morre!!!


Bom dia amados irmãos e amigos!

Está chegando o final do ano e com ele muito cansaço. "Os dias são maus" e "tempos difíceis virão", diz o apóstolo Paulo. Mas, como então resistir a tudo isso? Veja só.
Um grupo de cientistas da universidade de Ohio tentando descobrir até onde resistimos ao cansaço mergulham numa piscina um grupo de ratinhos e deixam nadar ...depois de 15 minutos eles estão exaustos sem fôlego e cansados e afogando. Tiram-nos dali e deixam descansar recobrando o fôlego rapidamente, lançam os na piscina novamente e para surpresa dos cientistas eles nadam por 70 horas ininterruptamente..o que aconteceu parque no primeiro momento só suportaram 15 minutos? 
Essa foi a pergunta. Os cientistas descobrem que esse sentimento de ser salvos gerou esperança e da esperança veio a força para continuar nadando. Talvez você esteja nadando contra a correnteza e contra a vontade de Deus. Cansado? 
Então preste atenção! Dobre seus joelhos e ore a Deus descansando na Sua maravilhosa Graça e continue nadando... não desista, até que a mão do todo poderoso te salve de uma vez por todas desse bravio mar da vida. e te faças entrar nos portais celeste.
Bom final de ano para todos os amigos.

Por: Manuel Pereira da Silva

Ao Alvorecer

Despontava o dia naquela fresca madrugada.
A alva já ia alto brilhando como nunca,
Anunciando a chegada do Messias.
Tornando assim aquele dia o mais lindo de todos os tempos.
A movimentada Cidade de Jerusalém ainda se encontrava em silencio, um pouco adormecida.
Apenas alguns vendedores caminhando lentamente para o mercado municipal.
Os seus asnos caminhando preguiçosamente e sonolentos levando sobre os seus dorsos pesadas cargas para o mercado.
Pela porta principal da Cidade entraram três ilustres forasteiros.
Os seus trajes denunciavam ser pessoas importantes.
Embora sendo muito cedo os olhares curiosos se fixaram neles.
E como sempre cada um perguntando: Quem são?
Dirigiram-se para o Palácio de Herodes,
O sol já ia subindo, emprestando assim o seu brilho e calor à terra
Dando assim à Cidade de Jerusalém a pinta.
Trazendo uma sensação de paz não muito comum naquela época.
Em frente ao Palácio dirigiram aos guardas herodianos;
Se identificaram como manda a praxe:
Somos cientistas de Oriente.
Foram introduzidos no Palácio, na sala da audiência do rei.
Pesado com o rosto de maus amigos, por se acordado ainda cedo
Entra na sala das audiências o cruel Herodes.
Mais uma vez os ilustres visitantes se identificaram
Perante o famoso Herodes; famoso pela sua maldade.
Fizeram pergunta que Herodes não sabia responder,
Nem estava preparado para ouvir tal pergunta e notícia.
Lhe caiu como uma bomba.
Onde está aquele que é nascido O Rei dos Judeus?
Porque vimos a sua estrela no Oriente e viemos adorá-Lo!
Herodes desnorteado não tinha a resposta.
Chamando os escribas se informou acerca das profecias.
Em Belém da Judeia é o único lugar,
Porque assim profetizaram os profetas.
Todo ódio que ele tinha aos judeus invadiram de novo o seu ser.
O corpo de Herodes ficou rígido como uma pedra.
Ainda mais cruel ficou o seu semblante
Sua mente começou imediatamente a planear estratégias
Para matar o Novo Rei, Recém-nascido.
Informado,disse aos visitantes de Oriente
Em Belém da Judeia é o lugar do nascimento do Rei que procuram,.
Ide pois a Belém procurai diligentemente pelo Menino,
Depois comunicai-me para que eu também vá e o adore.
Saindo do Palácio a caminho de Belém,
A Estrela que tinam visto no Oriente,
Lhes apareceu de novo.
Felizes caminharam para a Velha Cidade de Belém.
Chegando a estrela se deteve no lugar onde estava o Menino.
Reverentemente os Magos entraram e adoraram O Rei Divino.
E dádivas ofereceram: Ouro, Incenso e Mirra.

Por:  Austolino Levy

Thursday, December 1, 2016

Para Refletir

A tragedia aérea perto do Aeroporto Internacional José Maria Cordova, de Medellín, Colombia, que no passado dia 28 de novembro vitimou a equipa de Chapecoense, deixou toda a comunidade desportiva no estado de choque. Para reflexão de todos, a conversa entre o comandante e a torre de controlo. A ultima palavra do comandante foi: JESUS

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...