Sugestoes

Nao deixe de ler: Por cada 100 casamento, ha 70 divorcios &&&&& Epistolaonline deseja a todos Feliz Natal &&&&& Nao temas, estou contigo &&&&&

Tuesday, October 30, 2007

Rev Álvaro Andrade faleceu em 2000


REV. ÁLVARO BARBOSA ANDRADE é de Santa Catarina, Ilha de Santiago. Em meados de 1940, quando o grupo da Missão procurava entrar na então Vila da Assomada, os integrantes do grupo encontraram pessoas amigáveis, até que Álvaro Andrade resolveu chefiar uma oposição contra "os protestantes diabos". Ele tinha sido estudante na escola católica da Vila. Certo dia ordenou que rapazes fossem ao lugar e procurassem recolher todos os exemplares dos Evangelhos e Novos Testamentos distribuídos e os queimassem num espaço livre, junto do mercado, aos olhos do povo. Ele espalhava "água benta" nos lugares onde os protestantes tinham estado. Escrevia aos seus amigos e saía de casa em casa a divulgar histórias horríveis a respeito dos nazarenos. Tornou tão difícil a situação dos poucos recém-convertidos que estes achavam que era quase impossível continuar a assistir aos cultos na casa da Missão. Mais tarde veio a confessar que guardou uma das Bíblias. Depois de lê-la várias vezes, certo dia, em 1946, fechou-se no seu quarto e encontrou a verdade. A conversão dele causou um repentino debate público na rua, com o padre. "A tranqüilidade espiritual, sua convicção e algum estudo das Escrituras concederam-lhe vitória de discípulo perante numerosa multidão". Em 1952 encontrou a inteira santificação. E em 1948, tendo sentido a chamada, entrou para o ministério em tempo integral e começou a pastorear a Igreja de Santa Catarina. Tinha boa estatura, era jovial, humorista e veio a ser um pastor inflexível, grave, e um dos mais ativos obreiros no trabalho do Senhor.[1] Álvaro Andrade casou-se com a jovem Isaura Silva. Tiveram no começo um rapaz e uma menina. Isaura é filha do velho pescador de baleias, Joe Silva, "contador de histórias grandes", o primeiro a apoiar os obreiros nazarenos na Praia. Convidava-os à casa dele e acompanhava-os nos cânticos tocando violão. Mas ele próprio não chegou a encontrar o Senhor a não ser dois dias antes de falecer.

Como Pastor na vila onde nasceu, Álvaro Andrade foi praguejado ao longo da estrada, quando dirigiu o seu primeiro funeral. Ninguém lhe vendia os alimentos necessários, tais como leite e ovos. Entretanto, com o tempo, todos passaram a ser amigos dele e a respeitá-lo. [2]

O Rev. Andrade contou de um incidente que mobilizou a comunidade inteira: Certo rapaz, aluno da escola dominical, deixou de marcar presença na sua classe. Quando o pastor o visitou, viu que ele trazia manchas nas faces e nas orelhas. O médico diagnosticou o caso como lepra. Pediram remédio dos Estados Unidos, mas o rapaz continuou piorando. Como o pastor continuasse a visitá-lo, este ficou tão preocupado que numa tarde fez esta oração: "Ó Deus, se for a Tua vontade, podes purificá-lo!" A resposta foi imediata. Poucos dias depois, os familiares do rapaz pensaram em levá-lo ao médico para ser examinado. O médico ficou radiante ao descobrir que ele estava curado. Então os medicamentos foram cedidos a outro enfermo.[3]

Em 1995 o Rev. Barbosa Andrade e D. Isaura fixaram residência na cidade da Praia, Ilha de Santiago. Rev. Andrade faleceu no dia 3 de Janeiro de 2000. Ele foi um verdadeiro patriarca da Igreja do Nazareno em Cabo Verde, teve bons relacionamentos com os missionários pioneiros. Todos os pastores Nazarenos foram profundamente tocados pela vida santa deste homem de Deus.[4]


Paul S. Dayhoff


Este artigo foi traduzido da língua inglesa por Rev. António Barbosa Vasconcelos, pastor cabo verdiano.

A Igreja do Nazareno em Almada fazendo história


A Igreja do Nazareno cresceu em meio a focos de avivamento, nos Estados Unidos, na segunda metade do século XIX. O anseio por uma vida incorrupta tomou o coração de inúmeros crentes, principalmente Metodistas, mas também de outras denominações. Retiros especiais em áreas rurais, o trabalho missionário arrojado, e, especialmente os encontros de oração e quebrantamento foram evidências inquestionáveis de um extraordinário despertamento. Eventualmente, as fronteiras denominacionais foram transpostas. Isso resultou na formação de algumas igrejas independentes, cuja caracterização básica era o apego à santidade ética e comportamental. Os membros dessas comunidades haviam chegado de várias denominações: Metodistas, Baptistas, Presbiterianos, e outros. Buscavam santidade, buscavam o Espírito Santo. O fundamento da Igreja do Nazareno foi edificado por meio da união de várias igrejas. Essas colisões ocorreram, periodicamente, desde 1890. Em 1908, o ano chave no processo de união, alguns adicionamentos vitais aceleraram o processo, que culminou na fundação oficial da Igreja. A Igreja do Nazareno tem se expandido mundialmente, devido a programas missionários vigorosos. Isto a transformou em uma Igreja de visão global, que ministra em mais de cento e sessenta países.
A Igreja do Nazareno de Almada tem papel importante nesse contexto. Há 34 anos atrás, a Igreja do Nazareno Internacional vislumbrou as possibilidades de chegar e crescer em Portugal. Passados vinte e sete anos desde a sua fundação, a Igreja de Almada é uma referência para os nazarenos em algumas áreas do mundo. Em Portugal, actualmente opera em nos distritos de Algarve (cidade de Portimão), Sesimbra (Quinta do Conde) na implementação de missões e pontos de pregação, visando novas igrejas. Tem criado parceria com o trabalho nazareno na África nomeadamente em Cabo Verde e Angola. Ora regularmente pelo seu afilhado Rev. Eugénio Duarte, Director Regional da Igreja do Nazareno em África. Planeia apoiar o trabalho missionário em São Tomé e Príncipe a partir do ano 2008. Encontra-se envolvida com o trabalho missionário na América do Sul através do ministério do Rev. Fernando & Liliana Almeida.
Domingo, dia 28 de Outubro celebrou o seu 27º. Aniversário perante uma assistência aproximada de 200 pessoas. Pela primeira vez após a reforma e ampliação, o santuário ficou completamente cheio de irmãos nazarenos e seus convidados. Os cânticos de louvor e adoração dirigidos pela banda nazarena de Almada, mímicas, coreografias, músicas especiais e uma dinâmica pregação do Evangelho conduziram a congregação a uma oração colectiva de pedido de perdão a Deus que certamente produziu conversão em muitos. Após o culto “ceamos juntos”. No lauto jantar orientado pelos os ministérios de Evangelismo de Compaixão, Recreação & Convívios, saboreamos boa canja portuguesa, boa cachupa angolana, bom arroz de pato ao forno adornado com fatias de toucinho defumado, doces e salgados.
Também fazemos história, uma história que certamente glorifica o nome do Senhor e Dono de Sua Igreja em Almada.

Perguntas que as grávidas fazem


Porque enjoo ?
O enjoo é causado pelas mudanças hormonais. Grande maioria das mulheres, durante a gravidez, descobrem cheiros mais intensos ou mesmo novos aromas, como por exemplo na comida, que podem ser menos agradáveis, ao ponto de provocar enjoos.


Sexo na gravidez ?
Sexo não faz mal, nem á gravida, nem ao parceiro, nem ao bebé. Pelo contrário, faz tudo o que bom o sexo tem. Caso haja perca de sangue ou sinta alguma dor para além do razoável, consulte o seu médico.


É normal ter caíbras ?
Sim, é perfeitamente normal, principalmente no final da gravidez, que as gravidas tenham caíbras. Ou devido ao cansaço, ou á falta de calcio.


O Ferro é fundamental ?
Sim é fundamental , visto que o ferro é um mineral que aumenta a circulação do sangue torna-se de extrema importancia o aumento das reservas durante a gravidez. Pode encontra-lo na carne, sumos de fruta e legumes verdes. Existem também suplementos.



A postura diminui a falta de ar ?
Sim , o utero vai crescer vai pressionar o diafragma que empurra os pulmões, estes não se enchem completamente de ar . Quando estiver sentada ou em pé , mantenha as costas direitas.



Pode uma grávida fazer exercicio fisico ?
Sim , a prática de uma actividade leve e feita com moderação só vai trazer beneficios. Alivia o stress, melhora a condição fisica,tanto no parto como no pós-parto.



É normal ter perdas de sangue ?
No principio da gravidez pode ser normal eventuais perdas de sangue . Todavia é sempre de extrema importancia o seu obstetra saber o que se passa de forma precisa .



É normal sentir dor ao urinar ?
Não é normal , este sintoma é certamente originado por uma infecção urinária . A intensidade dos sintomas é variável , deverá contactar o seu médico .



O que é o ácido fólico ?
É uma vitamina B, que reduz a incidência de alguns problemas no nascimento. Nos alimentos poderá encontrar esta vitamina em vegetais verdes e espargos.

Mãe é condenada por amamentar filha enquanto dirigia

Uma mulher americana foi condenada a três meses de prisão domiciliar por ter amamentado sua filha enquanto dirigia e falava ao telefone celular.
Catherine Donkers, de 29 anos, estava amamentando sua filha enquanto dirigia entre as cidades de Pittsburgh e Detroit a 104 Km/h.
Ela foi perseguida por policiais por cerca de cinco quilômetros.
Catherine disse que não parou porque estava falando no telefone celular com seu marido e tomando notas no volante.
Ela teria dito que estava cumprindo ordens de seu marido para amamentar o bebê enquanto dirigia a fim de ganhar tempo.


Seita


A americana faz parte da seita “First Christian Fellowship for Eternal Sovereignty”, que ordena que as mulheres obedeçam a seus maridos.
“Eu não estava fazendo nada de errado, por que eu iria sacrificar meus princípios?”, Catherine disse a uma rádio local, comentando que sentia que seus direitos civis haviam sido violados.
A seita à qual Catherine pertence foi fundada no Estado de Nevada na década de 90 e é conhecida por violar as leis federais.
A americana também foi condenada por dirigir sem carteira de motorista e por não cooperar com os policiais.
Ela tem 30 dias para apelar contra a sentença.

Cientistas criam tomate azul com fins medicinais

Cientistas espanhóis criaram um novo tomate geneticamente modificado, de cor azul, que tem uma série de proteínas que não podem ser encontradas no tomate comum e poderia ser usado com fins terapêuticos.
A cor incomum do tomate foi desenvolvida pelos cientistas para que fosse possível distingui-lo de um tomate normal.
O projeto do novo tomate é de estudiosos do Instituto de Biología Molecular y Celular de Plantas (IBMCP), de Valença, na Espanha.
“Nosso objetivo era o de aperfeiçoar as qualidades do tomate”, disse Antonio Granell, coordenador da pesquisa.
“Mas também queríamos fazer com que ele se transformasse em uma 'biofábrica', ou seja, fazer com que as suas células trabalhassem de acordo com nosso interesse”, afirmou o pesquisador.


Terapia "passiva"


A idéia do projeto foi fazer com que os tomates azuis produzissem proteínas diferentes das que têm os tomates convencionais. Essas proteínas foram escolhidas para combater determinadas doenças.
Granell explica que a ingestão do tomate funcionaria como uma terapia oral “passiva”, protegendo, por exemplo, a mucosa do aparelho digestivo e, assim, evitando diarréias causadas por determinadas doenças.
Os cientistas do IBMCP já criaram variedades transgênicas de tabaco, arroz, pepino, melancia e várias plantas ornamentais, mas escolheram o tomate como “fábrica biológica” porque é um fruto é capaz de produzir grande quantidade de biomassa, além de ser difundido na dieta ocidental e rico em vitaminas e outros nutrientes.
“Como o tomate é normalmente ingerido cru, não se perdem as propriedades das proteínas que ele contém”, diz Granell.
“O fato de se comer o tomate também desidratado dá a opção de se controlar a concentração da proteína como se fosse a da dose de um remédio”, conta.


Antioxidantes


A cor azul do tomate vem do acúmulo de compostos naturais e antioxidantes que já se encontram no tomate comum – só que em outras partes.
Contudo, os pesquisadores afirmam que os tomates azuis ainda devem passar por muitos estudos antes de serem liberados para consumo público.
Até agora, a criação dos tomates azuis no laboratório tem ajudado os cientistas a entender melhor qual é a função de cada gene na formação de um fruto de qualidade.
“Já conseguimos fazer com que as proteínas que queríamos fossem agregadas à planta, mas agora temos de ver como fazer para que elas sejam eficazes contra possíveis agentes infecciosos”, diz Granell, adicionando que isso pode levar vários anos.

Monday, October 29, 2007

Antão Lima faleceu

Antão Melo Lima vivia em Ribeira da Torre, perto da Vila da Ribeira Grande, Santo Antão. Homem de aproximadamente um metro e meio de estatura, gorducho e musculoso, de voz um tanto rouca, entusiasta e sorridente, proprietário empregava muita gente na horta dele. Em 1955 recebeu honras sem precedente, porque foi duas vezes condecorado pelo Presidente da República de Portugal, por sua contribuição relevante nos trabalhos agrícolas das ilhas.Certa noite, o Pastor António Gomes de Jesus pregou em casa do tio de Antão, que se dizia ateu. Antão ficou altamente impressionado com o zelo e as lágrimas do pastor. Pouco tempo depois, no leito da morte, ergueu a voz em clamor, suplicando: "Misericórdia, meu Deus, misericórdia!". O modo repentino como o tio dele expressou a sua fé impressionou Antão. Nisto o filho dele veio a falecer, o que o deixou prostrado. Ele saiu por entre as bananeiras, caiu de joelhos, olhou para o céu e orou, dizendo: "Ó Deus, se existe um Deus, peço que tires de mim esta dor agora mesmo!". O primeiro milagre aconteceu. A dor cruel o deixou. Então ele resolveu buscar a conversão. Vestiu-se e saiu à procura do pastor nazareno.No caminho da Povoação entrou numa taberna, tomou um grogue, jogou uma mão de cartas, brigou com alguém e, então, decidiu que iria arrepender-se no dia seguinte. Dois guardas de estabelecimentos disseram que todas as vezes que Antão Lima e seus amigos chegavam à Povoação, iam para beber, como faziam habitualmente; todas as lojas da Vila fechavam as portas. Cinco homens não podiam dominar dois deles.No dia seguinte ele encontrou o Pastor António e disse-lhe: "Encontrei o caminho de alegria. A minha companheira e eu vamos casar-nos e dedicar o nosso filho ao Senhor, no mesmo culto." A união de fato era em geral de aceitação na ilha. Disse aos seus trabalhadores que eles passariam a ter descanso aos domingos, e que todos eles deviam ir à Igreja do Nazareno. Muitos deles encontraram Jesus e, como o Sr. Antão, casaram-se e dedicaram os seus filhos ao Senhor. Naquele dia Antão andava de cima para baixo pela nave central da igreja, exultando de alegria. Mais tarde todos eles foram baptizados.O padre da Vila ficou tão aborrecido que excomungou a todos e proferiu palavras de maldição sobre os frutos das plantações. Pela primeira vez houve duas colheitas, e o padre acabou por se retirar para Portugal. O Sr. Antão Lima viu os seus rendimentos reduzidos, porque produzir mel da cana-de-açúcar deu menos dinheiro do que fazer grogue; mas ele ficou satisfeito, porque sentiu que estava a servir ao Senhor, tanto com a sua vida como com os seus bens. Foi eleito superintendente da Escola Dominical e organizou vários centros de escola dominical nos arredores. Os jovens participantes percorriam vários quilómetros em actividades evangelísticas. [1]
O Sr. Antão passou depois a residir no Brasil.
Paul S. Dayhoff


Nota: Este artigo foi traduzido da língua inglesa por Rev. António Barbosa Vasconcelos, pastor cabo-verdiano.

Reforma Protestante



Comemora-se mais um aniversário da reforma protagonizada por Martinho Lutero, depois de amanha, 31 de Outubro.
Não há como escamotear uma data histórica. Ela é tão histórica que, apesar de muitas vontades terem querido apagá-la, continua a bordejar e o seu propósito a se cumprir todos os dias.
Os amantes das efemérides esquecem de Martinho Lutero, da Reforma Protestante e buscam acontecimentos ocos para tentarem preencher a data. A comunicação social romanizada, para além de ignorar a data, tenta anestesiar as nossas mentes falando-nos de estrelas, do dia seguinte, do depois do dia seguinte, enfim. Menos a verdade.
A Reforma é também uma verdade histórica. Ela conseguiu pôr a nu, praticas satânicas orquestradas pelos senhores da época. Mostrou a verdade, tal qual ela é. Colocou a Bíblia nas mãos do povo. Nasceu assim o movimento evangélico que depois “incendiou” o mundo através de homens como João Wesley, fundador do movimento metodista.
O pontapé de saída foi dado em 31 de Outubro de 1531 por Martinho Lutero quando se ouviu marteladas à porta da Igreja de Wittenberg, na Alemanha. Era o dia do povo conhecer as 95 teses reformistas.
Essas marteladas ainda ecoam mesmo que a nossa televisão prefira falar somente do dia de todos os santos. Mesmo assim. O ideal evangélico é imparável pois não há como mudar o slogan “ O Justo viverá da fé”.
Por tudo isto, 31 de Outubro é digno de ser lembrado.

Campanha Evangelística em Achada



Decorre de 28 de Outubro a 4 de Novembro uma semana evangelistica na igreja de Achada Santo António tendo como pregador o Rev Socorro Fontes.
Segundo informações, começou bem, com boa assistência e perspectiva-se uma boa semana.
Deus abençoe a sua igreja em Achada.

Saturday, October 27, 2007

Rev Gilberto Évora regressa (clique para ver fotos)


Depois de mais de seis meses na Europa, entre Luxemburgo, Holanda e Portugal, regressa, amanhã (28), o nosso irmão Rev Évora. Esteve a recobrar as forças, a andar pelos parques fazendo seu footing e a provar que a juventude de qualquer um não se mede pela idade ou cabelos embranquecidos. Como todo o pregador, apesar de estar em férias, muitas foram as vezes que subiu ao púlpito para fazer aquilo que começou a fazer em 1954 no Sal e que fez durante toda a sua vida até agora – pregar.
Ele é a nossa manchete de hoje.
Rev Évora pertence à primeira classe de pastores formados pelo Seminário Nazareno de Cabo Verde. Tinha como colegas de classe os Revs. Álvaro Andrade, António Leite e Eudo Tavares de Almeida.
Quando falamos do Sr. Gilberto, vêm à nossa mente as muitas frases célebres que ficaram registadas. Quem não se lembra do Sr. Gilberto a falar da crise de água em São Francisco dizendo: “Em São Francisco pode faltar água mas nunca falta perfume”.
Muitos pastores do tempo da sua superintendência do distrito recordam do Sr. Gilberto como um acérrimo defensor do pastor.
O pastor poeta, amado pelos nazarenos e não só, é um carismático que sem abrir a boca, preenche, com a sua presença, todo o espaço à sua volta. Era e ainda é um homem frontal. Um amante da igreja do nazareno. Um homem de Deus.
Foi reconhecido pelo próprio Presidente da Republica quando foi condecorado com uma das medalhas de mais alta honra da Republica. O primeiro e único nazareno, até agora, condecorado em Cabo Verde. Não foi por acaso.
Depois de todo esse tempo na Europa, sentimos, e de que maneira, a sua falta.
Volta Sr. Gilberto, volta!


(Nota: Clique no título para ver fotos)

Coluna do Pr. Oziel Morais


CELEBRAI AO SENHOR

Ministro de Louvor

Como podem reparar, eu me preocupo com as coisas práticas e necessárias do culto de louvor e adoração a Deus, tendo em mente sempre a decência e a ordem nos nossos cultos, para que a nossa adoração chegue a Deus como aroma suave. Deus merece o melhor louvor, e é claro que o melhor não está na euforia, gritaria, libertinagem, exibicionismo, ou qualquer outra atitude emocional. A nossa adoração deve expressar a intenção do nosso coração, entrega, e gratidão a Deus pela Sua fidelidade e soberania. Tendo em mente esta análise, entendemos ser necessário um MINISTRO DE LOUVOR, alguém com capacidade e dom para exercer este ministério, alguém que dedique seu tempo e talento para preparar, estruturar e orientar o louvor e a adoração evitando desordem, atrasos, não comparência dos dirigentes do culto ou dirigentes de última hora, falta de sintonia com a mensagem, etc. Ministro de louvor é o pastor de música, ou alguém designado para esse ministério que prepara sua direcção, escolhe outros que o possa ajudar e concerta com os músicos. Ele dirige toda a adoração em todos os cultos com a incumbência de levar a congregação à reflexão sobre a grandeza de Deus e a nossa dependência e gratidão a Ele. O investimento neste tipo de ministério é de suma importância para o louvor e adoração na igreja e oferecer a Deus o nosso melhor conduzindo os nosso pensamentos, alegrias, anseios, aflições a Ele. E através de uma boa adoração, louvar a Deus e abençoar a Igreja do Senhor, pois sabemos que o momento de adoração não é só uma preparação para a mensagem, mas também um tempo em que Deus fala de maneira especial ao nosso coração.

Pensamentos:Podemos adorar a Deus de modo imperfeito, mas não podemos adorá-lo sem sinceridade.


Pr. Oziel Morais
http://www.ceifanazarena.blogspot.com/
Campinas - Brasil

Friday, October 26, 2007

Email do Rev Josué Monteiro



Tenho gostado imenso do blog. Deus tem usado este meio para fazer-me sentir mais perto dos meus irmãos das ilhas e diáspora, acredito que Deus está usando e de que maneira este ministério do irmão e amigo Rev. José Heleno para trazer acalmia aos pastores como eu que de certa forma se sente longe do círculo dos colegas pastores. Aproveito a oportunidade para parabenizar meu colega e desejá-lo força e perseverança.

Deus lhe abençoe!


Do irmão em Cristo:

Josué Monteiro

Coluna do Dr. Joao Gomes




VERDADE
«E, perseverando unânimes todos os dias no templo, e partindo o pão em casa, comiam juntos com alegria e singeleza de coração; louvando a Deus, e caindo na graça de todo o povo. E todos os dias acrescentava o Senhor à igreja, aqueles que se haviam de salvar» Actos, 2:46-47


Confesso que gostaria de ter tomado parte da igreja primitiva e poder usufruir dessa singeleza de coração com aqueles heróis, numa irmandade verdadeira e pura. Várias vezes, mesmo no mundo hodierno as igrejas começam dessa forma, para, paulatinamente, irem perdendo a emoção da conversão verdadeira, deixando a calosidade e o fundamentalismo tomarem lugar de destaque. Mas, é possível, hoje em dia, termos igrejas com aquela alegria e singeleza de coração de tempos idos? Em qualquer dicionário da língua portuguesa, encontramos o significado dessas duas palavras. Alegria é sinónimo de manifestação de contentamento, júbilo e satisfação, enquanto singeleza significa lisura ou sinceridade. Palavras lindas mas que têm de ser vivenciadas. Sim, a minha modesta resposta àquela pergunta é sim, é possível hoje, termos igrejas assim! Mas precisamos cumprir o requisito epigrafado neste artigo – o da VERDADE!
Li uma história muito interessante que gostaria de compartilhar convosco. Dois homens que viviam numa pequena aldeia entraram numa terrível disputa, sem solução à vista. Então eles decidiram ir falar com o sábio da aldeia. O primeiro dos homens foi ter com o sábio e contou-lhe a versão dele sobre o que se tinha passado. O sábio, depois de ouvir o primeiro homem, disse-lhe: «tens toda a razão». Na noite seguinte, o segundo homem foi chamado à presença do sábio e contou a sua versão da história. O sábio respondeu-lhe: «tens toda a razão». Mais tarde, a esposa do sábio ralhou com ele, dizendo: «Aqueles homens contaram-te duas histórias diferentes e tu disseste-lhes que ambos têm razão. Isso é impossível – ambos não podem ter razão». O sábio olhou para a esposa e disse: «tens toda a razão».
Muitas vezes a singeleza de coração e a alegria estão ausentes das igrejas porque fingimos que os problemas não existem, criamos uma espécie de paz podre, ao invés de, em verdade, procurarmos a raiz dos conflitos, e de forma dialogante, saudável, cada um respeitando a opinião do outro, alcançarmos as soluções necessárias. Todos não podem ter razão ao mesmo tempo. Pode haver diferença de pontos de vista e é bom que eles existam, senão a comunidade fica amorfa e monocórdica, mas é justamente nessa dialéctica de visões e de opiniões que reside a força de qualquer grupo, desde que cada um tenha a humildade suficiente para saber ouvir o outro! Dar razão apenas para agradar ou para aplacar exacerbados egos, mesmo sabendo que a pessoa está errada, cria dois problemas: (i) na igreja que se mantém sobre bases falsas e (ii) na pessoa que, sem reconhecer seus erros, não cresce espiritualmente nem consegue ser um elemento válido.
A VERDADE deve (tem de) ser também o vector principal nas relações entre os membros. Entre pastores e a liderança nacional e vice-versa; entre os pastores e as juntas locais e vice-versa; entre os líderes dos departamentos distritais, locais e as igrejas e vice-versa. Enfim, todos nós devemos ser verdadeiros uns para com os outros. Nada é mais perigoso que um sorriso dado, quando o coração de quem sorri, é amargo; nada é mais canceroso que um abraço dado, quando a (o) irmã(o) abraçada(o) faz parte da nossa lista dos mal amados; nada é mais peçonhento do que as fofocas levadas aos ouvidos de uns e pior ainda quando estes lhes dão crédito; nada é mais danoso à unidade que confere alegria e singeleza de coração do que escondermos as verdadeiras motivações das nossas acções, deixando toda a comunidade convencida de uma coisa, quando, na verdade, a coisa é outra coisa! O Apóstolo Paulo exorta-nos deste modo: «Por isso deixai a mentira, e falai a verdade cada um com o seu próximo; porque somos membros uns dos outros» - Efésios 4:25.
VERDADE! Sejamos sempre verdadeiros, porque Jesus disse ser, além do Caminho e a Vida, também a VERDADE. Aceitar como o Mestre das nossas vidas, Aquele que é a personificação da Verdade mas manter o pensamento desconforme com o objecto do próprio pensamento, traduz a mais autêntica hipocrisia. Cultivemos a lisura e a sinceridade e alcançaremos a satisfação e o júbilo. Assim, cairemos nas graças do povo, lembrando que pelas portas do Céu, entrará a nação justa, e esta é aquela que observa a verdade – Isaías 26:2

Thursday, October 25, 2007

Foto da Nhánhá


Como prometemos chegou a foto da Nhánhá a soprar as 102 velinhas.

Deus abencoe à Nhánhá.

JNI - Praia



Oi José Heleno, td dretu??

Ki Paz di Jesus ta sta ku bô. Odja Sónia flan ma e fikaba di mandau fotus di simana di juventudi na Praia (16 a 19 e 21 di Outubru). Ami també djan pensaba na mandaba bo fotus e algum relatóriu di modi ki foi. Nos ideia foi di da jovens um oportunidadi di pensa, cria e fazi es me um simana di juventudi. Sima nos td sabi jovens tem um grandi poder di criatividadi, sempri es ta mesti di um forsa e um chanci e incentivu. Direson, pruveta uns grupus ki nu criaba na retiru na São Franciscu. Nu tinha: grupo amarelo, azul, laranja e verde. Cada grupu tinha dos jovens adultus (ku más experiência). Na simana nu da cada grupu um dia pa toma conta di cultu di inisiu ti fim. També nu ranja um grupu di irmons pa avalia kes critérius li: assistensia, oferta, pontualidadi, reverencia, criatividadi (arrumason di igeja, modi ki es organiza direson di cultu, ou algun otu kuza diferenti e dinamiku). Nu poi um alvu di 300 alguen e 20.000$00 CVE pés alkansa (um desafiu). Menus grupu amarelu td kes otu risolvi konvida um pregador diferenti, Pst Léci, Pst António di ASA e Irmão Cristiano (ki ta sta na Boavista). Grupu amarelu fazi um cena e es me trazi desafiu pa td kes cento e tal ki staba presenti na kultu. Graças a Deus duranti td kes dias li nu odja ma kada dia foi midjor ki kel ottu, o tanto ki foi kel ultimu grupu ki toma konta di cultu ki ganha (grupu laranja). Ku kel atividadi li nu odja ma nos jovens tem um grandi potencial, es ta mesti di um poku di espaço e liberdadi, mas també nu odja ma sempri es ta mesti di alguém ku más experiência pa conduzis. Txeu jovens di liceu bem pa cultu e alguns foi tocado pa txiga na altar. Deus seja Louvado. Nhôs ora pa nos jovens, nu sta odja juventudi Nazarena di Praia ta luta pa labanta inda más, pa podi mostra Praia ma bali pena vivi ku Jesus.

Direson di JNI di Praia ta saudau ku Paz di Senhor.
Presidente: Manuela Sá-Nogueira
Vice-Presidente: Carla Tavares
Tesoureiro: Gildo Morais
Secretário: Otniel Lopes (Tunney)

Menina grávida aos 11 anos


Internada desde a semana passada num hospital da província de Leão, por estar grávida (eventualmente em estado avançado de gestação), uma menina de 11 anos tornou-se figura central da actualidade espanhola, não apenas pela invulgaridade da situação (é observada em simultâneo por pediatras e ginecologistas), como também pela complexidade jurídica.Sabe-se, adiantou a Rádio Nacional de Espanha, que a menina terá afirmado que manteve relações sexuais "consentidas" com um primo em segundo grau, também menor, mas há detalhes, eventualmente determinantes para o processo, que não são públicos. Como facilmente se supõe, a menina não está em idade de consentimento. Sendo menor de 13 anos, existe automaticamente um processo de violação, o que configura um dos enquadramentos legais para uma interrupção voluntária da gravidez. Porém, não estava ainda determinada a idade do referido primo, que só se for maior de 14 anos enfrentará acusações criminais.De acordo com a Imprensa espanhola, a menina vive numa situação familiar difícil, por ser órfã de mãe. Tanto o Conselho de Saúde da Junta de Castela e Leão como o Hospital Comarcal de El Bierzo, em Ponferrada, onde a menina está internada, têm como prioridade a preservação da intimidade e a identidade da vítima.

Tuesday, October 23, 2007

A tristeza tomou conta de mim

Hoje estou profundamente triste. Alcindo, um senhor dos seus 56 anos, vizinho dos meus pais e da casa onde nasci e cresci, meu grande amigo, suicidou-se hoje, na ilha do Fogo. Já lá vão mais de 30 anos que suicidara alguém perto da nossa casa. Hoje o pesadelo voltou a assombrar o melhor e mais sossegado cantinho do mundo.
Alcindo sempre se preocupou comigo, cada vez que eu visitava os meus pais, ele chegava para me abraçar e trazer-me algum presente. Aquando daquele brutal acidente que sofri, Alcindo chorou a minha dor. Sempre que transitava de classe, ganhava um presente dele. Apesar da nossa diferença de idade, sempre conversámos como se fossemos dois colegas. Ele é uma das minhas referências de criança. Tenho por ele a maior admiração e respeito.
Este meu grande amigo decidiu pôr termo a sua própria vida, dentro da sua própria casa, numa simples cortina num lapso de tempo.
Há dois anos fiquei órfão de pai, hoje fiquei órfão de um grande amigo. Depois de dois anos voltei a chorar profundamente. Como é triste perder um amigo.
Não há palavras.
Meu amigo Alcindo: Descanso à tua alma.

Monday, October 22, 2007

O que eu preciso fazer para ser salvo?


Comente, Envie para um amigo, Ajuda
Esta é uma pergunta que tem sido feita por muitas pessoas e a resposta encontramos claramente na palavra de Deus, a Bíblia Sagrada.
No livro de Atos dos Apóstolos no capítulo16 e versículos 29,30 e 31 encontramos uma resposta bem direta para esta pergunta:
Tendo ele pedido luz, saltou dentro e, todo trêmulo, se prostrou ante Paulo e Silas e, tirando-os para fora, disse: Senhores, que me é necessário fazer para me salvar?
Responderam eles: Crê no Senhor Jesus e serás salvo, tu e tua casa.
Ensino semelhante encontramos em João 3.16:
Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
Fica claro então que para ser salvo basta crer em Jesus, mas o que é crer em Jesus?
Podemos definir que crer em Jesus está divido em três principais etapas:
1º – Aceitá-lo como seu único e suficiente Salvador
Nesta etapa você está declarando que Jesus é o único capaz de conduzí-lo a salvação, este ato deverá marcar o ponto de renúncia deste mundo e a sua entrega total ao Senhor Jesus.
2º – Obedecer a sua palavra
Muitos aceitam a Jesus, mas não estão dispostos a obedecê-lo, ou fazem com reservas. A obediência à palavra de Deus é um mandamento e foi bem expressa por Jesus no livro de João 3.3.
Respondeu-lhe Jesus: Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus.
Nascer de novo aqui expressa morrer para as coisas do mundo e nascer para as coisas de Deus, logo se você está com Deus implica em obedecê-lo.
3º – Permanecer fiel a ele até o fim.
Esta etapa é apenas a permanência da etapa anterior, ou seja, permanecer obediente até o final.
Portanto, crer em Jesus não é um gesto da boca para fora, implica em mudança de vida e total submissão à palavra de Deus, só assim poderemos afirmar que cremos em Jesus e verdadeiramente seremos salvos.
Que Deus, com sua infinita misericórdia possa abençoar você e a sua família.

Você quer aceitar a Jesus como seu Senhor e Salvador?
Clique Aqui

[ evangelizacao.blog.br ]

Esboço do Dr Jorge de Barros


Ficou registado nos anais da historia da Igreja do Nazareno o esboço do sermão que o nosso irmão, Dr Jorge de Barros pregou por ocasião da 24ª assembleia distrital que decorreu de 3 a 8 de Agosto de 1977 na cidade da
Praia. Era no culto devocional do segundo dia da assembleia. A passagem bíblica que usou, foi Actos 5:1-16.
Disse que tradicionalmente estamos habituados a ver neste texto apenas a história da desobediência de Ananias e Safira, mas que desta vez podia apontar três ministérios distintos no mesmo texto.
O Ministério do Director da Obra – Pedro. a) Transformado, b) Respeitado
O Ministério do Espírito Santo
O ministério da congregação
O Problema foi morto pelo Espírito Santo. Neste momento apareceram os mancebos: cobriram o morto, removeram o morto e enterraram o morto. Disse que nunca os tempos maus afectaram a igreja, mas os elementos maus. Perguntou: Há alguma coisa a encobrir hoje? Pedro aconselhou “perdoando-vos uns aos outros”.
O pregador disse entretanto que cobrir não basta porque o cadáver fica sempre connosco, mas a solução final é sepultar o problema que estava minando o futuro da igreja.
A igreja de então teve uma grande aceitação e avançou porque o problema foi enterrado.
Que o Senhor nos faça, disse ao terminar, quais membros zelosos no cobrir, no remover e no enterrar para avanço da Obra.

O ano eclesiástico foi alterado


(…) O Rev Luciano de Barros lançou a moção de o ano eclesiástico terminar no fim de Maio, em vez de Junho, para que a assembleia seja em Julho. Foi apoiado pelo pastor Caldeira Marques. Votaram 11 a favor e 1 contra. A questão ficou anulada por falta de votação, visto que a maioria se absteve.
A recomendação do Concílio foi de novo lançada à votação, desta vez pelo Seminarista Gabriel do Rosário. Houve 22 a favor e 3 contra. Assim, o ano eclesiástico ficou alterado conforme a dita recomendação.
Nos seus anúncios o presidente falou da próxima convenção de pastores, pela visita do superintendente geral Dr. Samuel Young, em Outubro, altura em que serão discutidos vários assuntos de interesse ministerial, tais como casamento com jugo desigual e dedicação de filhos ilegítimos (…)

(In 14ª assembleia distrital de 5 a 11 de Julho/1967 – Praia)

Deitado sobre tábuas de conveses


Aqui em cabo Verde era vulgar ver servos de Deus deitados sobre tábuas de conveses mal cheirosos, enjoados durante dias e noites, sujos com a imundície dos conveses, transpirando por todos os poros, com aspectos de doentes e muitas vezes de autênticos náufragos.
Outras vezes calcorreando caminhos com acordeão às costas, a cabeça resguardada por um capacete branco, um livro debaixo dos braços, outras vezes sobre um cavalo, mula ou burro a caminho de um lugar qualquer. Uma vez um dos nossos chegou à Praia para tratamento porque o seu físico se ressentiu das cansadas jornadas. Uma das nossas irmãs desmaiou pelo caminho. Que o digam os irmãos que viveram esse tempo. Estão presentes alguns deles. Os tempos melhoraram e nós, sob alguns aspectos, estamos beneficiando dessas melhorias, mas, de modo nenhum devemos condicionar o nosso trabalho aos meios existentes quando nos são impossíveis de alcançar.
Esta é a Missão do pastor.
De passagem por uma ilha cheguei à casa do pastor e fui recebido pela esposa. Ele não estava. À noitinha chegou ele com um acordeão às costas, acompanhado de três jovens que estiveram com ele nas andanças daquela tarde. Este é um dos novos.

Rev Francisco Xavier Ferreira
(In 23ª assembleia distrital de 10 a 15 de Agosto/1976 - Mindelo

Mudança de “Mocidade” para “Juventude”

Esta mudança ocorreu em 1976 por ocasião da 23ª assembleia distrital em Mindelo.
Era na altura presidente distrital da organização o pastor Mário Lima. Caiu o nome “Mocidade” e passou-se a chamar “Juventude”.
Naquela manhã pregara o Rev António Barbosa Vasconcelos um sermão cujo o título era “Faze-te ao mar alto”. E rematou: “Faze-te ao mar alto” porque Ele disse “acharás”.
Esta é a história em revisão.

Conheça os grupos de antanho

“Impecáveis, Militantes da fé, Vigilantes, Liga de solidariedade, combatentes da fé, Vitoriosos, Atalaias do Senhor, Arautos do Amor, Heróis da fé, intocáveis, Cruzada de Boa Vontade, Senhoras de Equipe de Sacudir o pó, Salvos para Servir e Arautos do Senhor.

Pigmeus atrevidos brincando com coisas sérias


(…) Ali estavam os donos do mundo. Os grandes, os sábios, os poderosos estavam em plena audiência ao lado do presidente. Entre tantos, entre nobres importantes, não existia sequer um verdadeiro homem capaz. Todos eram fantoches e vítimas do medo. Ninguém se levantou em defesa de Jesus. Jesus era o espectáculo. Ele era o gigante entre pigmeus, o Homem entre meninos de adolescência prolongada.
Brincando ofertaram a Jesus uma capa de escarlata (Mat. 27:28).
Brincando ofereceram a Jesus uma coroa de espinhos e uma cana. (v.29)
Brincando ajoelharam-se perante o Mestre e escarneciam dele dizendo: “Salve, Rei dos Judeus”.
Brincando cuspiram nele e batiam-Lhe com a cana na cabeça (v.30)
Quanta gente insensata brincando com o lume. Brincando com explosivos.
As consequências constituem sempre um corolário de infelicidades e tragédias inumeráveis.
PAI, livra-nos da loucura de sermos crianças insensatas. (…)

Rev Gilberto Évora
(In epistola/Abril-1985)

Mais altura, jovens, mais altura


Jovens, como Caleb, filho de Jefoné, não nos contentemos com vales. É preferível pelejarmos por um monte e possuirmos mais que um vale. O nazareno consciente não se contenta com buracos onde há ratos, morcegos e outras imundícies que são companheiros de falhados e não de poderosos filhos de Deus, nem com vales imundas para o diabo projecta os seus explorados.
Deve viver em montanhas altas com uma vida espiritual saudável. A segurança está nas alturas. Podemos lembrar aquela águia que para fugir à tempestade, subiu, subiu ate ficar por cima da tormenta livre a observar tudo quanto se passava em baixo! Os que esperam no Senhor subirão como águias porque a segurança está nas alturas.
Em 27 de Maio de 1979, um Jumbo DC 10 ao descolar do aeroporto de Chicago com 273 passageiros caiu e os passageiros todos pereceram, devido à perda de uma turbina. Dizem os técnicos que se o avião tivesse perdido a turbina depois de ganhar mais altura, teria alguma possibilidade de prosseguir a viagem em segurança.
Mais altura, jovens, mais altura. Somos alpinistas espirituais.

Rev Mário Lima
“In 26ª assembleia distrital de 10 a 15 de Agosto/1979 – Praia”

Saturday, October 20, 2007

Débora Veiga


Débora Veiga é filha da nossa irmã Dra. Dora Pires e do Rev José Gonçalves Veiga. Ela vive actualmente em Bolívia onde faz a sua formação universitária. Débora é uma jovem fiel a Deus, serena e tem uma voz muito bem apurada. Chegou, inclusive, a vencer um concurso de vozes, quando ainda vivia em Mindelo.
Muito nos alegra saber que ela é uma leitora assídua desta página. Se sempre dá o clique, hoje, por razões óbvias, está certamente com esta página aberta.
Ela é a nossa manchete de hoje.
Tomamos a liberdade de publicar as fotos dela (só clicar no titulo) e tentar com este gesto, encurtar as distâncias, afogar o engasgo e matar as muitas saudades.
Débora, Deus te abençoe.

(Nota: Clique no título para ver todas as fotos)

Friday, October 19, 2007

Chegar à Brava

(…) Chegar à Brava é chegar à Terra Santa de Cabo Verde, é chegar à nossa Belém cabo-verdiana, terra onde o evangelho crioulo nasceu.
Chegar à Brava é chegar à Pátria de heróis da fé cabo-verdiana.
Chegar à Brava é privilégio grande para um reencontro com o passado, reencontro com a nossa história, reencontro com os valentes espirituais. Portanto, queridos irmãos, nesta nossa peregrinação à Brava, nesta hora grande, em que celebramos as bodas de diamante, ansiamos por uma tempestade de Espírito entre nós para destruir tudo quanto seja carnal ou do mundo em proporções idênticas ao ciclone Beril que assolou Brava em Agosto de 1982. Que venha rajadas de amor sobre nós e chuvas pentecostais, porque o amor de Cristo nos constrange. (II Cor.5:14) (…)

“Trechos do relatório do Rev Gilberto Évora na qualidade de Superintendente do Distrito à 30ª Assembleia Distrital de 3 a 7 de Agosto de 1983 na Vila de Nova Sintra – Brava”

Sabiam que…

A igreja da Praia tinha um grupo de senhoras que se encarregava de visitas, testemunhos e convites para os cultos. O grupo chamava-se “ Sacudir o pó”

A igreja de Espargos tinha um grupo de senhoras que visitava, orava e fazia obras de beneficência cujo nome era “O Pacote do mês”.

A primeira assembleia do distrito de Cabo Verde realizou-se na ilha Brava, em Novembro de 1942. Havia na altura apenas 4 igrejas organizadas. D. Idalina Barreto é a única sobrevivente dessa assembleia histórica na Brava.
O barco à vela que transportou os delegados de São Vicente levou quatro dias para chegar à Brava devido a ventos contrários.

Livros

Recebemos de uma organização internacional um conjunto de livros. São muitos volumes abrangendo várias áreas tais como: Técnicos, Dicionários, conjunto de enciclopédias, Atlas, Infanto-juvenil, História, Arte, Policiais, Culinária, Didáctico, Infantis para colorir, Bíblias, e livros evangélicos.
Para os interessados, principalmente pastores, favor nos contactar, caso queiram alguns volumes para enriquecer a biblioteca.

JNI da Praia em actividades


Bom, depois de muito ouvir o meu nome na boca dos nazarenos, vindo de toda a parte do mundo, me apercebi que o Blog de facto está fazendo sucesso. Parabéns!
Mas na verdade estou escrevendo para te informar que a juventude nazarena da Praia está realizando uma semana da juventude bem diferente. De terça a Sexta, temos 4 grupos que são responsáveis para tomar conta do culto a cada dia. Os grupos são. Azul, Amarelo, Verde e Laranja. Todos têm um alvo a atingir e ganhará o grupo que ultrapassar o alvo. Está sendo muito interessante e divertido.
Depois mando as fotos para colocares no Blog.

Por: Sónia Araújo


(Nota: Aleluia, quem é vivo sempre aparece. Agradeço as palavras de apreço e já sabes que aqui é chegar e entrar sem bater. A casa, ou melhor, a página é nossa. Mande sempre que quiser.
Tunney ganhou jackpot)

Thursday, October 18, 2007

Nariz eletrônico' pode diagnosticar infecções


Cientistas da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, desenvolveram um aparelho eletrônico para ser colocado no nariz e que é capaz de diagnosticar infecções respiratórias.
O "nariz eletrônico" compara "impressões olfativas" da respiração de um paciente com valores padronizados.
O médico, então, é capaz de dizer se o paciente está com alguma infecção bacteriana e determinar qual é o seu tipo, para então prescrever os antibióticos adequados.
A equipe de cientistas, que apresentou o aparelho no encontro anual da Associação Americana Bronco-Esofagológica afirma que o aparelho é mais rápido, mais barato e mais fácil de ser usado do que os métodos de diagnóstico atuais.
'Marca registrada'
Todas as bactérias produzem misturas de gás típicas de sua espécie, assim como cada ser humano tem a sua própria impressão digital.
O "nariz eletrônico" detecta e identifica esses gases, facilitando a classificação da doença.
A equipe da médica Erica Thaler testou o aparelho com sucesso em três diferentes experiências.
Os dois primeiros estudos examinaram pacientes previamente diagnosticados com pneumonia. O "nariz eletrônico" também detectou a doença em 92% dos casos.
O terceiro experimento observou casos de sinusite. O aparelho diagnosticou a doença em 82% dos pacientes.
Thaler disse que o "nariz eletrônico" pode ser modificado para melhorar sua precisão.
"Uma vez que possamos aplicar essa análise sensorial na detecção de pneumonia e sinusite, esperamos usá-la para diagnosticar infecções bacterianas comuns do trato respiratório", afirmou a médica.
O "nariz eletrônico" também está sendo estudado para um possível uso no diagnóstico de câncer no pulmão, além de doenças do fígado ou dos rins.

Chineses podem enfrentar falta de noivas, diz governo


A China terá cerca de 30 milhões a mais de homens em idade de casar do que mulheres em 2020, tornando difícil para eles encontrar esposas, segundo um relatório governamental.
A desproporção entre os gêneros poderia levar a instabilidade social, segundo adverte o documento da Comissão Governamental de População e Planejamento Familiar.
De acordo com o relatório, 118 meninos nasceram em 2005 para cada 100 meninas no país.
Uma preferência tradicional por meninos, num país que adota a política de apenas um filho por casal, é a raiz do problema, segundo o documento.
Acredita-se que abortos de fetos do sexo feminino sejam disseminados, já que os casais, particularmente nas áreas rurais, esperam que um filho homem cuide dos pais quando eles estiverem velhos.
“Instabilidade social”
Segundo o documento, a proporção entre o nascimento de meninos e meninas aumentou em relação a 2000, quando estava em 110 para 100.
Mas em algumas áreas do sul da China, como Guangdong e Hainan, essa proporção chegaria a 130 meninos para 100 meninas em 2005.
Nacionalmente, isso significa que até 2020 haverá 30 milhões a mais de homens adultos do que mulheres, tornando difícil para muitos encontrarem mulheres para casar, particularmente para aqueles com baixa renda ou baixo nível educacional.
“As crescentes dificuldades que os homens enfrentam para encontrar noivas pode levar à instabilidade social”, diz o relatório. “Precisamos desenvolver um ‘movimento para apoiar as meninas’ e conter efetivamente a tendência a um desbalanceamento entre os gêneros ainda maior.”
O relatório diz ainda que a atual população chinesa, de 1,3 bilhão, deve crescer em 200 milhões até 2033.
E o número de pessoas com 60 anos ou mais deve saltar dos atuais 143 milhões para 430 milhões em 2040, ou 40% da população.
O relatório conclui dizendo que o país precisa melhorar seu sistema de seguridade social e de aposentadoria, além de suas políticas de planejamento familiar e seus serviços de educação e saúde.

Empresário alemão cria 'agência de separações'


Um empresário alemão decidiu que a dolorosa conversa sobre o fim do relacionamento poderia se tornar um novo e lucrativo negócio. Bernd Dressler oferece um serviço no qual ele informa namorados e cônjuges que seus parceiros decidiram terminar a relação.
O preço a ser pago para evitar a discussão é de 20 euros (cerca de 57 reais) se a má notícia é dada por telefone e de 50 euros (142 reais) por uma conversa em pessoa.
Quem contrata o serviço pode decidir ainda se quer que a mensagem seja passada de forma carinhosa ou direta.
A eficiência e objetividade de Dressler já renderam a ele o apelido de "o exterminador". O empresário de 52 anos define sua empresa como uma agência matrimonial "ao contrário".
Mensageiro
"Temos agências de casamento há 30 anos. Se você quer ter um novo relacionamento, você tem que terminar o anterior. É o mesmo mercado - só que invertido", disse Dressler à BBC.
O empresário explica que a maior parte de seus clientes não quer mais nenhum contato com os ex-parceiros. Mas antes de ver tudo resolvido, eles têm que dar três razões para o fim do relacionamento.
Os motivos são então explicados aos namorados e cônjuges abandonados.
"É o momento certo para esse serviço. Muitos clientes estão insatisfeitos em suas relações e querem que tudo termine de forma neutra", diz Dressler.
O ex-gerente de seguros disse que teve sorte até o momento por não ter enfrentado nenhuma reação extrema.
"Sou apenas o mensageiro", afirma ele.

Juiz italiano reconhece casamento feito pelo telefone


Um jovem casal paquistanês que se casou pelo telefone conseguiu ter a cerimônia reconhecida pela Justiça italiana.
O noivo, um residente do norte da Itália, disse que temia perder o emprego caso viajasse ao Paquistão para o casamento.
A cerimônia foi então realizada pelo telefone e os noivos obtiveram uma certidão de casamento paquistanesa.
A embaixada italiana no Paquistão, no entanto, estava proibindo que o noivo trouxesse sua esposa para viver legalmente na Itália por causa da forma como os dois se casaram.
Segundo a decisão da Justiça de Milão, os diplomatas italianos agiram ilegalmente.
Para o juiz, o que importa é que o casamento por telefone é reconhecido no país de origem do casal.
O paquistanês chegou a mostrar no tribunal um vídeo de sua festa de casamento, com seus parentes comemorando, mas sem a presença do próprio noivo.

Wednesday, October 17, 2007

Pr. Orlando Batista em Santa Maria - Sal


Encontra-se em Santa Maria, a convite da igreja local, o pastor Orlando Batista para reorganizar o orfeão da igreja local.

Para alem da reorganizaçao, vai ministrar nesses dias sobre o louvor na congregaçao local.

Depois de se ter despedido da Igreja de Achada, Orlando não baixou as armas e eis que aparece a formar orfeão na igreja de Santa Maria e a ministrar cursos about do ministério de louvor e adoraçao.

Dentro em breve, teremos o Pastor Orlando a batizar a sua coluna nesta página.

Será uma mais valia.

Pedido

Muitos visitantes desta página vêm pedindo a publicação da data de aniversário dos pastores. Pese embora não ser fácil compilar todas essas datas, prometemos, logo que nos for possível, satisfazer este pedido, até porque, se estão interessados em saber essas datas, é porque vão querer por essas ocasiões presentear os pastores. E porque sabemos que é essa a intenção, fazemos questão de atender este pedido tão breve quanto possível.
Of course!

Sabiam que...


Em 1976, O Sr. Austolino Levy era presidente da JNI de Tarrafal de Santiago?
Em 1976, o Sr. Eugénio Rosa Duarte era presidente da JNI do Mindelo?
Em 1981 o jovem José Manuel Gonçalves era presidente da JNI de Assomada?
Em 1981 o jovem Fernando Carvalho era superintendente da escola dominical de Assomada?
Em 1967 o Sr. Cristiano Santos era presidente da JNI de Porto Novo?

O ultimo relatório do superintendente distrital

Trecho do último relatório do I Superintendente cabo-verdiano do distrito

As minhas primeiras palavras são para render graças ao Senhor pela sua maravilhosa intervenção na minha vida, não somente por me salvar da perdição eterna, como também concedendo-me o grande privilégio de gastar quase 38 anos da minha existência no ministério activo da pregação da palavra. Neste lapso de tempo Deus concedeu-me a graça de assistir muitas almas a transitarem das trevas para a maravilhosa luz da salvação, no meio das quais figura a minha própria mãe.
Prezados irmãos: ao elaborar este ultimo relatório do nosso ministério como superintendente, com o coração ardendo de amor por Aquele que nos amou, nos salvou e nos chamou para esta santa causa, a qual já demos 37 anos e meio da nossa vida e se mais pudéssemos dar gostosamente o faríamos, no nosso coração se ergue uma prece de gratidão por nos ter dado o privilegio de trabalhar convosco e com os missionários que a nossa sede internacional tem mandado para Cabo Verde. A idade, porem, nos manda ceder o lugar a outro com mais vigor para continuar a obra até à vinda do Senhor Jesus.
Levamos a consolação de que não estamos a deixar o nosso lugar vazio.
Ao nosso substituto compete alargar a jurisdição da obra, abrindo mais igrejas.
O Seminário forneceu-nos este ano mais dois casais. Pena é que não fossem 15 em vês de dois, pois Santo Antão clama por mais dois, pelo menos, os quais se encarregariam da evangelização do Paul e da Garça e lugares circunvizinhas. È absolutamente necessário fixar a residência do pastor de Fajã na localidade e colocar um casal na Ribeira Brava. A aldeia do Tarrafal de São Nicolau tem necessidade de um obreiro. Calheta São Miguel, Pedra Badejo, São Domingos, Cidade Velha, na ilha de Santiago, carecem de melhores cuidados. Cova Figueira, São Jorge, Patim, na ilha do Fogo precisam de pastores residentes para tomarem conta das redondezas. Cova de Joana na ilha Brava também tem necessidade de um obreiro.
Não pomos de lado a necessidade de mais um pastor para São Vicente, pois, a cidade é grande e tem muita gente. Mais uma igreja podia nascer no Mindelo.
Podemos apontar alguns factos ocorridos no período da nossa actuação como superintendente, tais como: o reconhecimento oficial da nossa igreja e a consequente aprovação e publicação na folha oficial dos nossos estatutos; a isenção da contribuição predial que incidia sobre os nossos prédios; a isenção dos direitos aduaneiros que vimos fruindo sobre artigos de fora que chagam, destinados à igreja ou aos pastores quando estes mesmos artigos se destinam aos serviços da igreja e à assistência aos pobres. É importante ficar esclarecido que é necessário um requerimento para cada caso.
Neste quase quinquénio do nosso ministério, pois, que este é quinto relatório que apresentamos. Deus nos deu o privilégio de inaugurar a sumptuosa igreja de Fajã em São Nicolau e a capela do Marrador em santo Antão. Também recebemos por doação a capela de Fazenda na Praia, feita pelos irmãos Lourenço Lima e esposa, um primeiro andar e onze tratos de terreno na Brava, doados pela irmã D. Adelina Domingues e seu filho Frank e legalizamos a capela de Ponta Chicharro comprada pela igreja da Praia e mais 600m quadrados de terreno em Achada Grande onde os homens da igreja da Praia se reúnem todos os sábados para oração e que mereceu por isso o nome de “Miradouro da Fé”. Esse terreno foi doado pelo senhor António Medeiros Gomes Barbosa Martins.
Hoje há 14 templos e 25 capelas espalhados pelas ilhas, sendo sete das ditas capelas nos arredores desta cidade.
Por outro lado o governo distinguiu o superintendente da igreja do nazareno concedendo-lhe a categoria de passageiro VIP nos aviões da TACV.
Desejamos render graças ao senhor pelo trabalho executado durante este ano.
Pastores e pastoras, temos visto a obra que estais a fazer. Se merecem elogios da parte dos homens, certamente terão o alegre sorriso de Deus.
A todos, pois, nossa grande e profunda saudade.

Respeitosamente,
Francisco Xavier Ferreira
“In Jornal da 26ª assembleia/Praia/1979”

Promete a ti mesma


Folheando uma revista durante a minha meditação, encontrei, sob a epígrafe que antecede, o artigo seguinte que achei muito interessante e proveitoso. Traduzi-o e o adaptei para repartir com as estimadas colegas, na esperança de que também vos aproveite na vossa vida diária, em especial no vosso esforço de testemunhar do Senhor entre o povo.
“Promete a ti mesma:
-Ser tão forte que nada perturbará a paz da tua mente. Que falarás acerca de saúde, felicidade e prosperidade com todos os que encontrares.
- Que farás os teus amigos sentirem que valem muito para ti.
- Que verás o lado bom das coisas e farás valer o teu optimismo.
- Que pensarás somente o melhor, trabalharás somente para o melhor.
- Que te alegrarás tanto no êxito alheio como no teu próprio.
- Que esquecerás os erros do passado e te esforçarás por chegar aos grandes trunfos do futuro.
- Que te apresentarás sempre com uma face agradável e oferecerás um sorriso a toda a criatura vivente.
- Que dedicarás tanto tempo a melhorar-te a ti mesma que não terás tempo para criticar os demais.
- Que serás demasiado adulta para te preocupares; demasiado nobre para te irares; demasiado forte para sentires medo e demasiado feliz para permitires a presença de conflitos.”
Que o Senhor nos conceda muitas bênçãos neste “Ano Sabático”, de reflexão e aprofundamento espiritual!

Por D. Maria Adelaide Lima
“In Epistola/Janeiro1990”

Precisamos chorar mais


Desde o livro de Génesis até ao Apocalipse, a Palavra do Senhor fala de chorar!
Para muitos, especialmente os do mundo, o choro é sinónimo de tristeza, separação, sofrimento ou morte. Entretanto, uma consideração mais seria nos levaria à constatação de que acompanha situações de arrependimento, humildade, oportunidade, gratidão e vitoria.
Jesus Cristo no sermão da montanha chama de bem-aventurados os que choram… a convicção dos seus pecados e dos mundo; choram quando são perseguidos, discriminados ou desprezados por sua fé; choram confrontando seu viver “cristão”, com a santidade tríplice de Deus.
“Precisamos chorar muito mais”, neste ano sabático. Vendo liceus, repartições, autocarros, mercados, salas de reuniões, cheios de pessoas vazias de Cristo. Urge ganhá-las, não com choro apenas, mas, impulsionados pelo seu fogo na alma, que nos leva a evangelizar.
Firme no seu propósito de “subir” a Jerusalém, os companheiros de Paulo chorando pediam a ele que o não fizesse. O apóstolo cheio do seu Espírito, advertiu-lhes com estas palavras: “Porque estou pronto não só a ser ligado, mas, ainda a morrer em Jerusalém pelo nome do Senhor Jesus”. (actos 21:13)
Os judeus choraram sua miséria em babilónia, quando se lembraram de Sião (salmo 137), do Senhor Todo-poderoso, e foram sarados da sua idolatria.
Choremos nossas vidas, louvores hipócritas, crenças supérfluas, conformismo do presente século, mas tomemos o compromisso de logo cheios do Seu espírito, sairmos pelas aldeias, vilas e cidades, andando e chorando, levando a Mensagem porque certamente voltaremos com alegria e com cântico de júbilo.
Cremos ser o ano sabático, para leigos e ministros, dirigidos e dirigentes, ocasião própria para “chorarmos mais”, mas, sobretudo de sermos melhores servos, em Santidade, Serviço e Testemunho, por causa de uma vida devocional mais intensiva e de uma introspecção sincera no altar do Senhor.
“Bem-aventurados os que choram porque serão consolados”, vendo Sua Igreja e a do Nazareno, mundialmente avivadas. Amem!

Pastor Adérito Silves Ferreira
“In Epistola/Janeiro 1990”

Tuesday, October 16, 2007

Email de Edlyze Ferreira (Clique aqui para ver fotos)


Oi tio,
Gostei muito de receber a tua mensagem e queria desde já endereçar um grande obrigada a todos que perguntaram, oram por mim e pedem noticiais minhas. Bem, eu estudo Marketing e Publicidade no Eastern Nazarene College (universidade nazarena em Quincy - Massachusets). Sempre que posso, visito o teu blog e mato um pouco as saudades da terra e dos meus queridos irmãos. Estou cá há 7 meses e tudo tem corrido muito bem, gracas a Deus. Nos meses de Junho a Agosto me preparei para a universidade num Colégio Comunitário. No inicio do mes de Setembro as aulas aqui no ENC começaram e em tudo tenho visto a mão de Deus. Participo na Igreja do Nazareno Betesda em Cambridge onde temos um bom grupo de irmãos cabo-verdianos, pastoreados pelo meu tio, Pastor Delfim. E bom reflectir que nada e por acaso. Deus começou uma obra em mim desde o ventre da minha mãe e Ele e fiel para completa-la. Quando seguimos O Caminho que Deus preparou para nós temos uma vida plena, cheia de alegria, amor prosperidade, felicidade e abençoamos muitas vidas! "Mas buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas." Mateus 6:33·Peco que continuem orando por mim, pela minha família e seu ministério na igreja da Praia.

Muito obrigada pela atenção e um abraço bem cabo-verdiano directo dos EUA.

Com amor,

Edlyze Ferreira


(PS: Clique no título para ver fotos da Edlyze)

Coluna do Pr. Oziel Morais


CELEBRAI AO SENHOR
Momento De Intercessão
Qualquer igreja, que tem por objectivo fortalecimento espiritual dos crentes, alcançar os perdidos e ser uma igreja que cresce, tem de ter um elemento chave: a oração.
Um dos cultos com menos frequência na igreja é o de oração, mas acredito ser o que mais bênção trás para a vida dos crentes. É necessário cultivarmos o habito de orar não só na igreja mas também no nosso momento devocional, principalmente no mundo onde temos muitas lutas e provações. Quando um crente não orar, perde-se. A sua experiência cristã torna-se superficial, e sua a paixão por Cristo desaparece.
Na realidade existem muitas maneiras de despertar o interesse dos crentes para a oração, e uma delas é o que eu chamo MOMENTO DE INTERCESSÃO, o que algumas igrejas fazem principalmente durante o Culto devocional, onde, no momento de adoração separamos alguns minutos para chegarmos ao altar para entregar tudo a Deus, tanto a vida como as dificuldades que enfrentamos no nosso dia-a-dia.
Isso de maneira nenhuma substitui a resposta ao apelo para o altar, a meditação devocional, nem o culto de oração ou familiar, mas sem dúvida dá a oportunidade áqueles que são tocados por Deus ao longo dos cânticos de adoração, ou daqueles que durante a semana não podem estar na igreja.
Sem dúvida que o momento de intercessão tem o seu lugar nos nossos cultos, pois orar nunca é demais. e é de grande bênção para cada coração como parte do corpo de Cristo.
Pensamento:
“ A oração fará um homem deixar de pecar, ou o pecado fará um homem deixar de orar” John Bunyan

Monday, October 15, 2007

Seminário Nazareno é a chave


Os primeiros discípulos tiveram três anos de preparação. Durante este tempo Cristo ganhou entre eles o título de MESTRE. Eles eram discípulos, palavra que quer dizer “quem recebe instrução de outrem”. A relação entre o Mestre e os seus discípulos era perfeita, e o curso serviu-lhes de base sólida para um ministério útil, durante o qual a igreja se desenvolveu e se estabeleceu como força mais dinâmica do mundo inteiro. A experiência transformadora de salvação era o primeiro requisito na vida de cada um deles. Todos ouviram a chamada, “vinde a mim…”, deixaram tudo e seguiram a Jesus. Esta chamada e a resposta a ela não substituíram a preparação da mente e do espírito, mas sim abriram-lhe a porta de entrada.
Ainda hoje reconhecemos a necessidade desta preparação. O Seminário Nazareno aqui em Cabo Verde dedica-se à tarefa de oferecer aos jovens, que ouviram e responderam à chamada divina, uma preparação adequada para um ministério frutífero.
No ano passado recebia chave do seminário e comecei a pensar que este em si é uma chave. É, de facto, uma chave que serve para abrir mais que uma porta.
Abre a porta do desenvolvimento da vida devocional.
Há uma ênfase constante sobre a importância da vida devocional do pastor. No ano passado recebi uma carta de um dos seminaristas, dizendo que punha prática os conselhos e dedicava a manhã *a oração e +a leitura da Bíblia. Disse ele que cresceu muito na graça durante esse período. Os seminaristas estão sempre presentes nas reuniões de oração, e todas as segundas feiras são os últimos a deixar a igreja no fim de cada corrente de oração. Também o seu estudo da Bíblia os ajuda a aproveitar melhor a leitura devocional, pois os esclarecimentos recebidos nas aulas dão um novo conhecimento do conteúdo do Livro dos livros.
O Seminário é também uma chave para o serviço cristão.
Tanto na igreja do Mindelo como nos arredores da cidade a colaboração dos seminaristas tem sido notável. Durante o ano findo um seminarista serviu de presidente de juventude, e outro, de superintendente da escola dominical. Todos são professores da escola dominical e tomam parte activa em todos os departamentos da igreja. A igreja tem mostrado a sua apreciação pelo trabalho que fazem. Nas capelas dos arredores muitas pessoas ouviram primeira vez a mensagem do evangelho dada por um seminarista Algumas pessoas convertidas nesses cultos uniram-se à igreja do Mindelo – fruto do ministério destes servos fiéis. As horas passadas em visitas pastorais, no trabalho da Editora, nas reuniões da junta da igreja e nas varias direcções e comissões da mesma constituem um serviço valioso que ajuda tanto a igreja do Mindelo como a própria formação do carácter dos futuros pastores.
O Seminário é também a chave do desenvolvimento intelectual dos jovens pregadores.
O nível de instrução geral vai crescendo cada dia, aceleradamente, e a igreja não pode ficar atrás. Por outro lado, a urgência dos nossos dias exige que passemos o mínimo de tempo na preparação dos pastores. Achamos que o curso do nosso seminário é o mínimo absoluto, mas cremos que dá uma preparação básica suficiente para um ministério feliz. Que é que estudaram este ano? Português, Inglês, Evangelhos, Profetas, Historia da Igreja, Psicologia do Adolescente, Oratória do púlpito, Literatura de santidade, Missões, Homiletica, Epistolas gerais, Epistolas paulinas e Musica. – um horário cheio – um esforço intelectual – um desenvolvimento saudável.
Este ano tivemos dois novos professores – ambos bem qualificados para a posição que aceitaram entre nós. O Rev Jorge de Barros lecionou nas aulas de Missões, Homiletica, Literatura de santidade, Psicologia do adolescente e Oratória do púlpito. O pastor António Barbosa foi o professor de português. A qualidade da instrução ministrada por estes dois professores foi excelente e a presença deles tornou possível a continuação do curso completo durante a ausência do director, Rev Wood.
Temos sofrido a perda, supomos temporário, do excelente aluno Armando de Sá Nogueira, e pedimos oração especial de todos a favor do mesmo. O cuidado prestado pelos seus colegas, durante a doença, foi todo louvável e mostra o carácter esterlino deles.
Quero agradecer a colaboração e o apoio, do sr. Wood, cuja experiência na direcção do Seminário tem sido muitas vezes aproveitadas durante o ano. Também agradeço todos os professores e a governanta D. Idalina Barreto.

Respeitosamente,
Roy M. Henck

"In relatório à assembleia distrital 1967"

Não foi fácil

Não foi fácil suportar este vaivém. Todos os anos é a mesma coisa. Mas desta feita foi difícil deixar, uma vez mais, os meus pais, irmãos, amigos e lugares que formaram o meu mundo de criança, para dar continuidade à caminhada de fé: preparação ministerial
Num certo sentido é doloroso deixar pai e mãe, amigos ou parentes. Entretanto, de acordo com as palavras de Jesus em Marcos 10:29-30 é bênção fazê-lo.

Seminarista Zeferino Vaz
“In Epístola 1986”

Seminário Nazareno – Presença valiosa e indispensável


É impressionante ver o número de indivíduos que passaram pelo Seminário Nazareno.
É impressionante notar, numa reflexão serena, o investimento valiosíssima de tantos professores leccionando através de vários anos.
É impressionante a maneira como Deus vem operando e abençoando o Seminário Nazareno de Cabo Verde. Que Deus guarde o nosso Seminário.
É evidente que um mar de recordações invadiu a minha alma, desde quando o director da Editora solicitou a minha modesta achega para a Epístola, porque por lá passei como aluno e como professor.
Permanece em aberto a grande dívida de gratidão por tudo quanto me proporcionaram, quer no aspecto académico, quer no aspecto espiritual.
Infelizmente, a Diáspora também não se compadeceu de meus colegas e professores. Nas ilhas ficaram a saudade e a recordação daqueles que partiram para as outras paragens do Mundo.
Eu sou devedor, como diria Paulo, a todos, como vos afirmara ontem, como reafirmo hoje e no futuro reafirmarei a minha gratidão.
Frequentar o Seminário constitui privilegio e também responsabilidade. A formação de um seminarista não depende apenas de compêndios ou professores. Emocionalmente se tomam decisões que resultam em flagrante fracassos. Acontece que o fracassado sempre se impõe pelo seu ressentimento e daí toda a problemática de uma sobrevivência espiritual negativa. Temos o clássico exemplo do evangelista Jonas, pregador privilegiado que desgostoso viveu amarguradamente reclamando contra si mesmo, desejando morrer e zangado contra Deus. No prato da balança da chamada de Jonas os cento e vinte mil homens, que não sabiam discernir entre a sua mão direita e sua esquerda, valiam menos que o seu próprio ressentimento. Nem o grande peixe preparado por Deus e nem a aboboreira, sinais evidentes e sobrenaturais do Grande Deus, conseguiram acordar o sentimento nobre de Jonas para um dos valores mais altos da vida – OBEDIENCIA.
O ministério sagrado terá de ser dignificado.
O Seminário prepara obreiros, homens de Deus, mas o próprio homem terá de se envolver com Aquele que o chamou para a preparação cabal.
Homens de fé, de oração, de jejuns, aptos para os embates da vida, defensores da verdade, promotores do bem, de pensamento criativo, de coragem e firmeza, que renunciam a si mesmos, que suscitam a cólera de Satanás, vivendo no centro da vontade de Deus e não da carne.
O Seminário proporciona garantia e continuidade à Obra do Senhor. O Seminário constitui uma presença válida vinculado ao nosso contexto social em defesa dos supremos valores da vida.
O Seminário é mais que simples instituição nazarena pois que é um viveiro de obreiros que escolheram a via certa para a vida incerta deste mundo. Obreiros que, como Maria, escolheram a boa parte, (Lucas 10:42).
Obreiros que afirmaram como Paulo “aí de mim se não pregar o evangelho” (I Coríntios 9:16). Obreiros conscientes que sabem que “Deus escolheu as coisa fracas deste mundo para confundir as fortes. (I Coríntios 1:27).
Para alguns, a chamada significa loucura. Mas a Palavra confirma “aprouve a Deus salvar os crentes pela loucura da PREGAÇAO” (I Coríntios 1:21)
A Obra de Deus deve ser desenvolvida em dedicação e responsabilidade.
Como um farol da verdade espalhando a luz sobre as trevas do mal, O Seminário prepara semeadores para a tarefa de semear o bem.
A Herança é preciosa, consequentemente, em todos os aspectos, um baluarte em defesa dos supremos valores morais da vida.
A eficácia de uma chamada se complementa nesse direito à liberdade espiritual e o direito à defesa da dignidade.
Ontem, como Hoje, o Seminário constitui uma Presença Valiosa, capaz de enriquecer vidas e o património humano da nossa sociedade.

Rev Gilberto Sabino Évora
Superintendente Distrital
“In Epistola 1986”

Alvarito na Terra Santa


O nosso irmão Alvarito, acompanhado da sua esposa Valéria, encontra-se na Terra Santa. O casal está a participar na conferência internacional da Christian Vision.

A conferência acontece em Jerusalém de 12 a 21 do corrente.


(Clique no título para ver outras fotos)

Como eles vêem o Seminário Nazareno


“Durante dois domingos procuramos dar ênfase à nossa Escola Teológica. Lembramo-nos dos corpos docente e discente, prometendo orar para sucesso contínuo. A primeira oferta levantada é o fruto do nosso interesse e amor.”
Rev Mário Lima – Espargos

“O seminário… esteve presente na nossa programação. Num culto especialmente preparado para a data, se falaria sobre o trabalho daquela instituição de ensino teológico em Cabo Verde e do seu passado, presente e perspectivas futuras… A igreja se comprometeu mais uma vez a orar pelo Seminário Nazareno e pelo seu trabalho”.
Rev Daniel Monteiro – Assomada

“Fizemos um historial e demos algumas informações à nossa congregação sobre o funcionamento e vida do Seminário Nazareno, no sentido de fazer a igreja conhecer melhor esta nossa instituição. As nossas constantes orações acrescentámos uma pétala de amor”.
Pastor David Araújo – Fajã

“Celebrado com muita devoção (o dia do Seminário), trouxe-nos grande bênção e alegria. Os seminaristas, director, professores e governantes foram evocados… Orámos por esta nobre instituição de ensino teológico… Nosso elevado apreço”.
Pastor José Gonçalves – Tarrafal de Santiago

“Procuramos desafiar a igreja a se identificar com o Seminário, pois é de muita importância na preparação de homens vocacionados”.
Pastor Silvino Medina – Mosteiros

“O dia do Seminário continua a ser para nós dia de recordação e de saudades, e o Seminário tem para nós um lugar muito importante.”
Pastor Austolino Levy - Maio

Seminário, Igreja do Nazareno, Reforma


Corria o ano da graça de Nosso Senhor de mil e novecentos e cinquenta e seis. Meu irmão maior e eu, então os únicos, ainda tão pequenos, tínhamos por ocupação e hobby rolar no banco de areia contíguo à casa da nossa infância, cortar talhadas da areia conglomerada pela acção da chuva e moldar navios que fazíamos navegar na crista seca da duna. Naquela idade, em que o misterioso e o natural eram-nos a mesma coisa, meses e dias não entravam na nossa conta. Trago grata recordação de uma bela manhã, de domingo, evidentemente, em que a mãe veio interromper nossa brincadeira na saudosa duna para nos lavar, vestir as calças e mandar “ à igreja daquele homem”, expressão, registada por minha memoria infantil, de alguém que não mais posso identificar.
A igreja de “ aquele homem” era interessante e “aquele homem” agradável, no falar e na feição. Da primeira classe de formados pelo Seminário Nazareno em São Vicente, chegara, havia pouco, para a estranhada missão de pregar o evangelho e organizar “outra” igreja.
Havia uma razão para a esquisita mas expressiva identificação: era, paradoxalmente, subtil e agressivo nos modos e a mensagem, posto que ignorada, mostrava-se bem demarcada em suas fronteiras. Não dava margem para dúvidas, não confundia o povo e não claudicava ante modernismo nem tradicionalismo. Era a boa nova de perdão total e gratuito do fatal pecado, plena reconciliação, pela fé, e só pela fé, no sangue de Jesus Cristo, e da habitação de Deus com e no homem, para nova vida. Querida de uns, mofada de outros, “Jesus está no meu coração” tornou-se expressão na boca do mundo.
Não foi necessário esperar muito. O entusiasmo e a vida da igreja de “ aquele homem” nos cativaram e cedo nos convertemos também, tornando parte dela.
O tempo cumpre o seu curso. Décadas volvidas, algo me convence de que aquele enviado homem de Deus cruzou meu caminho e marcou meu distino. Medito mais profundo e concluo que atrás da cortina de sua figura, actuava a instituição donde partira para a missão, a mesma da qual, com ele e após ele, seguramente, mais de três dezenas e meia de homens, afora mulheres, e eu também, convocados pelo Mestre, têm saído para, com a mesmíssima mensagem, cruzar os caminhos dos homens cabo-verdianos, não como elites esquizofrénicas, mas saudáveis e dignos homens do seio povo, para o animar, e para dar-lhe o saber e ensinar-lhe o querer do Bem.
O contraste entre o sábio e o estulto, o desonesto e o honrado, o ébrio e o sóbrio, o pródigo e o generoso, o infiel e o carinhoso, o lar desmoronado e o estabelecido, entre o vicio e a virtude, o falido e o reanimado, a criança delinquente e o homem digno dela tirado, define bem o alcance e o propósito dessa instituição.
Adivinho o que não seria de mim próprio sem ela, sem a mensagem.
Nisto vejo uma mensagem tridimensional: O SN é pela igreja do Nazareno, por Cabo Verde, pela Reforma Protestante. E por Cristo.
Tributa não ao falho humanismo mas ao triunfante Cristianismo.
Modernismos espreitam e seduzem qual manhosa serpente; tradicionalismos e ocultismos recobram ânimo e avançam a passos de gigante desmesurado. Seminário, permanece, mais e mais portentoso e pungente, em tua divina missão!
Obrigado, “Aquele Homem”, obrigado Seminário Nazareno!

Rev Fortunato Lima
“in Epistola, Novembro 1986”

Nilson canta em São Vicente


Depois de cantar em vários palcos em Santiago e muitos terem ficado apaixonados pela sua voz, chega a vez de se mostrar em São Vicente. Nilson vai representar o Concelho de Santa Cruz no concurso nacional de vozes com alto patrocínio da Câmara municipal local.
O show está marcado para o dia 19. Ele viaja esta quarta (17) e terá dois dias de ensaios e preparação para cantar “Mi cu bo nu tem medida, droga é homicida, ca nu brinca sucundida, sida sta mata vida”. Para alem desta coladeira, vai cantar também uma morna.
Depois deste certame, prometemos trazer a lume alguns segredos do sucesso do Nilson.
Nilson, Deus te abençoe.

Saturday, October 13, 2007

Susana Leite casa hoje


A nossa irmã Susana Leite casa hoje nos EUA. Ela é filha do sr. David Leite, neta do Rev Antonio Leite.

Prometemos mais dados e todas as fotos depois da festa.

Encontro ameno no Vale de são Francisco


Sob o tema ” A igreja do nazareno e a sociedade actual”, realizou-se um inédito retiro de pastores de Cabo Verde, de 26 de Fevereiro a 3 de Março de 1985. Liderou o dinâmico superintendente distrital, Rev Gilberto Évora.
Foram dias em que vimos a gloria do Senhor.
A nossa propriedade no vale de são Francisco esteve inoperante desde as ultimas chuvas que provocaram avultadas perdas materiais. Entremetentes, o superintendente investiu grande parte do seu tempo nas reparações, coadjuvado pelo Rev Daniel de Barros, Sr Benjamim Ferro e o guarda da igreja da Praia. Em poucos dias a “cidade fantasma” se transformou em verdadeiro lugar aprazível a proporcionar belos dias aos pastores nacionais, seminaristas e missionários.
Antes, a cidade da Praia foi ponto de convergência. Abraços foram “distribuídos” em ambiente de amor e compreensão, permeados por inconfundível nota de morabeza e saudosismo caboverdeanos.
A 26, após o almoço, uma carrinha posta ao nosso serviço, por interesse e intervenção de D. Maria José Miranda, levou-nos do reboliço da cidade para a quietude, paz e reencontro com o Mestre da Galileia no encantador vale de são Francisco.
Já estava D. Gregoria, nossa governanta, que nos aguardava com saboroso lanche. É digna do nosso reconhecimento. O superintendente deu-nos boas vindas a todos distribuindo-nos pelos quartos onde nos esperavam confortáveis caminhas de recente confecção local.
Houve varias presenças, mas a de Deus foi notável. Assuntos tratados em Seu Nome decorreram em ambiente santo, de amor e compreensão. Houve diálogos e diferenças de opiniões foram trazidas à luz. Eliminaram-se algumas diferenças. O Espírito Santo neutralizou muita coisa provocando o derramamento de lágrimas de contrição e humilhação.
As actividades diárias foram abertas por um culto devocional em que foi orador o missionário Rev Paul Stroud, com temas pertinentes e objectivos. Foi simples e consagrado.
Houve desporto a preencher parte do tempo.
O período da tarde foi sempre preenchido com diálogos em mesa redonda e democrática. Todos tiveram oportunidade de intervir em temas como: Realidade espiritual em Cabo Verde, nossa responsabilidade, nosso comportamento como ministros de Deus, deveres e direitos, etc. Mesa redonda foi reflexão, auto-exame, consagração, crescimento e renovação. Não foi sem sentido que apareceu como tema de cântico o coro: “Eu quero ser, … como um vaso nas mãos do Oleiro”. Graças a Deus fomos capazes de alcançar as regiões da vitória.
Retiro foi inspiração. Numa das noites, após o jantar, um coro novo apareceu com letra do Rev Barros e arranjos musicais do Rev Daniel Monteiro e pastores Benedito Monteiro e José Gonçalves.
Vários irmãos da Praia deram-nos o prazer de suas visitas. Na sexta-feira esteve connosco o casal aposentado, Correia. Compartilharam maravilhosas experiências. D. Lina ensinou-nos dois coros novos. As senhoras da Cruzada de Boa Vontade levaram flores e pétalas. Após a reunião de oração o sino tocou convidando-nos à lauta mesa que elas prepararam. Muito obrigado, irmãs. Da igreja da Achada desceu um bom grupo e, a seguir, os homens do “Miradouro da Fé” para um tempo de oração connosco. Obrigado.
Domingo foi um dia cheio. A escola dominical, bem como o culto devocional foram ricos, tendo sido servida a Ceia do Senhor que nos fez sentir “UM”.
No mesmo dia visitou-nos o Delegado do Governo da Praia, Sr. Januário Fernandes e sua excelentíssima esposa. À noite chegou a dor do “querer” ficar e ter que “partir”. Em noite de luar o saudosismo entrou em acção. Num gesto espontâneo, alguns colegas não quiseram deixar São Francisco sem uma pequena serenata. A quem atribuir a culpa da dispersão a seguir? O vocalista, pastor Isaías Lopes respondeu: TACV.
No dia da partida, segunda-feira, um círculo de oração marcou a historia.
Somos devedores a Deus e gratos a homens consagrados como o Rev Stroud e o superintendente Rev Évora, pelo trabalho e liderança.
Aceite, sr superintendente, a expressão sincera do nosso amor e estima.
Que encontro similares se repitam. E então, até breve.

Cronista pr José Gonçalves
“in epistola 1985”

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...