Sugestoes

Nao deixe de ler: Por cada 100 casamento, ha 70 divorcios &&&&& Epistolaonline deseja a todos Feliz Natal &&&&& Nao temas, estou contigo &&&&&

Wednesday, March 31, 2010

Sucesso na sucessão


A história bíblica está repleta de casos quando o líder chega a um momento de sua caminhada e precisa transmitir a outro suas funções e responsabilidades. O momento não tem relação necessariamente com a idade, mas com uma missão cumprida ou não. Alguns tiveram este momento em sua velhice (ex. Moisés), outros ainda jovens (ex. Jesus). Aqueles que não cumpriram sua missão foram substituídos (ex. Eli, Saul). Aqueles que cumpriram sua missão foram sucedidos (ex. Samuel, Davi).
A palavra “suceder” contém o verbo “ceder”. De fato, um dos fatores mais críticos é o processo de cessão. Ceder exige renunciar, abrir mão, não resistir, concordar, transigir, aceitar. Ao sucedido significa ceder posição, cargo, funções, espaço, agenda, prioridade e oportunidade. Ao sucessor significa ceder honra, crédito, merecimento, consideração, deferência, respeito. Leia +

Autor: Rodolfo Garcia Montosa
Fonte:  www.institutojetro.com

Casamento em Fajã – São Nicolau

O templo da igreja do nazareno de Fajã de Baixo, em São Nicolau, já esta a ser preparado e ornamentado para receber este sábado, dia 3, uma cerimonia de casamento. A noiva é a Loide Diniz, filha do casal Diniz (Mário Diniz e D. Maria Gabriela) membro da igreja de Fajã. O noivo é o pastor Frederico Fortes actualmente a cuidar da igreja de Praia Branca.
O sim está marcado para as 11h da manhã e depois é festa em casa dos pais da noiva com o tradicional modji de Sanicolau, com foguetes e tudo.
Felicidades aos noivos.

Tuesday, March 30, 2010

Chegou o príncipe Sérgio Miguel


A nossa querida irmã Dina Estela deu à luz hoje, dia 30, por volta de 1:35 da ultima madrugada, em Mindelo, São Vicente. O parto foi por cesariana e tudo correu como planeado.
O príncipe recém-chegado, afilhado da Emily, recebeu o nome de Sérgio Miguel, em homenagem aos avôs paternos da Dina e do João. Ele nasceu com peso ideal de 3.750.
Parabéns e muitas felicidades aos pais babados. Tudo de bom ao príncipe Sérgio Miguel.

RELIGIÃO E SEU SENTIDO


Alguns filólogos ensinaram, durante muito tempo, que a palavra latina “religio” derivou-se do verbo “religare”. Assim, muitos entenderam e ainda entendem a religião como o laço que liga o homem à divindade. Ora, tal “etimologia”, infelizmente, não explica a palavra religião. “Religio” deriva, portanto do verbo  “relegere” que, de forma categórica, se opõe a “neglegere”, assim como, por exemplo, o zelo e o respeito se opõem à negligencia e à indiferença. No latim vulgar, “relegere” significava cultuar, prestar um culto, experimentar um fervor apaixonado.       

Essencial à religião está, também, a idéia de respeito e “valorização” do ser humano e do seu destino. Por isso, é “crente” no sentido amplo, aquele que crê, realmente, na existência de “algo” sagrado, sem desligar a idéia religiosa da noção  de “sobrenatural”, ou seja, da idéia de que o sentido verdadeiro das coisas não reside em sua aparência cotidiana, de que existe um “além-mundo” com o qual o crente pode se comunicar. Ou seja, existe o domínio do sagrado que o crente pode atingir e que está alem da realidade empírica e profana.

Leia +

Mais uma Igreja do Nazareno

No domingo passado, 28, as igrejas de São Filipe, Patim e Figueira Pavão fecharam as portas para entrarem e abrirem triunfalmente uma nova igreja na ilha do Fogo. Esta é, sem dúvida, a ilha onde, nestes últimos tempos, a igreja do nazareno tem tido mais progresso. Há dias foi em Mosteiros com pessoas sentadas no chão, depois foi em Relva com assistência a roçar meio milhar, agora é em Mãe Joana, Concelho de Santa Catarina, a 34 km de Patim. Informações seguras dão como certa a oficialização para o próximo mês de Maio. Está praticamente tudo alinhavado faltando apenas ler o Manual, baptizar os recém-convertidos que por sinal são muitos, assinar os livros e pronto, já está.
Mãe Joana é um dos arredores da jovem igreja de Figueira Pavão. Com a sua organização, sobem para três o número de igrejas do nazareno no Concelho de Santa Catarina. Mas Fogo tem mais para dar. Bernardo Gomes e Curral Grande no Concelho de São Filipe estão no lume brando à espera do momento. Lá, os arredores estão a transformar-se em igrejas fortes e ganhadoras de outras.
Mãe Joana tem uma casa alugada a servir de templo. Para se fazer um culto lá, tudo é levado de Figueira Pavão e outras igrejas, desde bancos, altar, órgão, púlpito, tudo. Se alguém se sentir tocado e quiser ajudar a nascente igreja de Mãe Joana com umas cadeiras ou bancos (mesmo que sejam aqueles antigos), um altar, um orgãozinho ou um púlpito, é ouro sobre azul. É uma outra forma de participar no avanço da Obra, esta bem ao pé do vulcão.
Deus abençoe a nascente igreja do nazareno em Mãe Joana.

Hulda Lima aos 17 anos

Ela nasceu em São Nicolau, cresceu em Mindelo, estudou na Rússia e reside actualmente na cidade da Praia.
Ela continua como sempre - linda.

Carlos e Luís fazem anos

Os irmãos Rev. Carlos Tavares e Luís Ramos estão a festejar mais um ano de vida hoje, 30. Esses dois nasceram no mesmo dia, são emigrantes no mesmo País, têm o bichinho da musica, são nazarenos, são pais só de rapazes ( por enquanto), gostam de carne de porco, ambos ressonam, não usam óculos, gostam de levantar cedo e, por ultimo, (para não continuar e enumerar tantas coincidências que existem entre eles, senão nunca mais acabam) são amigos dos seus amigos.
Aos dois, a Epistolaonline e o seu editor desejam longos anos de vida sempre com a música de teclado e percussão, preferencialmente.
Happy birthday to you.

Ken é Jizus?


Tudu kuatru ivangeliu iskebi, ki Jizus é Misias, ki Judeus sa ta speraba. Fidju di Déus ki ten tudu puder, móri y torna labanta-resusita- y trasi nobu ómi más pertu di Déus. Kel ki poi txeu algén sen duensa, y perdua ses pekadu. Ken é kel ómi li?

Ken ki skrebi sobri Jizus?

Tudu ki nu kre sabi di Jizus kuatru ivangeliu skribi, undi nu ta inkontra na libru di Mateus, Markus, Lukas y Juon. Más kennhi é Jizus? Nés pergunta li kés algén ki ta studa pa sabi di Déus-Tiolugus- és ten trabadjadu durante 150 anu. Prublématika pa inkontra linha di história di Jizus ten testadu varius religiosus. Ivangelius ka ta da tudu detali di bida di Jizus, más é danu kel nu mésti pa nu konx –El. Désdi tenpus antigu sa ta  faladu di Jizus y és pergunta. Kennhi é Jizus?, kontinua ta trapatxa kabéza di txeu ki ka kre seta ki El é Fidju di Déus y nos Déus tanbé.

Tudu quatru Ivangéliu ta danu prispektiva ki Jizus nansi na anu zeru (0) sigundu kankulus di kontagen di kaléndáriu ki ta kulmina ku tudu iskritura di és quatru libru na anu 70. Ku 30 ano E resebi Batismu di Juon é resebi Spiritu Santu, é kumesa sé mison, e txoma é isxodji 12 discipulu, e trazi speranza pa tudu povu y kel ki resebel, resebi kura y perdom di pekadu. Sé ministériu trazi risposta pa storia, siensia y medisina, e móri e labanta e sta vivu. Bandera labanta y kontiuna ta brilia até 33 anu.

Jizus y sé familia

Jizus nansi na cidadi di Nazaré di Galileia-Isarel, undi e kressi na meiu di familia tradisional Judeu. Ses armun, é kes ki na Ivangeliu di  Markus nu ta atxa skritu. Markus 6:3
Jizus nansi di obra di Spiritu Santu. Doz Ivangeliu, Mateus y Lukas,ta ixplika ku más detali, sé nascimentu. Libru di Markus ta kumesa ta papia di se Batismu, Juon ta dibusa más da ixposison ki ta konserni a inkaranason di Jizus-ki é verbu-palabra. Juon 1. Si ben ki tudu forma ki és quatru ivangeliu ta presenta é ta ponta direson pa puru Tiologia- Déus-ómi. Kel ki sta na méiu di tudu nós.  Na sé nansimentu trazi revelason pa prublema di umanidadi- Sé nomi é Jizus pamodi é El ki ta salva tudu povu di sé pekadu. Mateus 1:21.
Di un pai karpinteru, José, Jizus sigí mesmu ramu  y komu Judeu e prendi tudu ki sta na bedju Testamentu sigundu sés lei.Leia +

Pa: Jorge Rocha

Monday, March 29, 2010

Semana da JNI - Relva

Nosso templo construído recentemente foi insuficiente para caber tantos jovens, adultos e crianças da comunidade de Relva. Tivemos assistência jamais vista em Relva, no sábado e domingo a média foi de 435 pessoas. Ouve uma verdadeira festa espiritual, Deus agiu através do pregador, o altar foi insuficiente para tantos que o procuravam. Foram tanta gente que até foi necessário usar a plataforma pra receber aqueles que chegavam. O Reino dos Céus ganhou e de que maneira nestes ultimos dias. Deus agiu de uma forma tremenda. A Ele toda Honra e Glória.
A semana decorreu de 16 a 21 de Março.

Importado do blog do Pastor Josué Monteiro

Receita de Dona Cacilda

Dona Cacilda é uma senhora de 92 anos, miúda, e tão elegante, que todo dia às 08 da manhã ela já está toda vestida, bem penteada e discretamente maquiada, apesar de sua pouca visão. 
E hoje ela se mudou para uma casa de repouso: o marido, com quem ela viveu 70 anos, morreu recentemente, e não havia outra solução. 
Depois de esperar pacientemente por duas horas na sala de visitas, ela ainda deu um lindo sorriso quando a atendente veio dizer que seu quarto estava pronto. Enquanto ela manobrava o andador em direção ao elevador, dei uma descrição do seu minúsculo quartinho, inclusive das cortinas floridas que enfeitavam a janela.
Ela me interrompeu com o entusiasmo de uma garotinha que acabou de ganhar um filhote de cachorrinho. 
- Ah, eu adoro essas cortinas... 
- Dona Cacilda, a senhora ainda nem viu seu quarto... Espera um pouco.... 
- Isto não tem nada a ver, ela respondeu, felicidade é algo que você decide por princípio. Se eu vou gostar ou não do meu quarto, não  depende de como a mobília vai estar arrumada... Vai depender de como eu preparo minha expectativa. Leia +

Culto em Palmeira

Às 18:15 deste Domingo, 28 de Março, conforme combinado, a comitiva de Santa Maria rumou à Igreja do Nazareno de Palmeira, da qual se tem ocupado desde a transferência do ultimo pastor.
Ai chegados após as saudações o louvor teve inicio conduzido pelos irmãos Maria Luísa Sança e Manuel do Céu.
Seguiu-se a pregação da Palavra, na voz do nosso Reverendo Gilberto Évora exortando os presentes a, neste Domingo de Ramos, entregar quatro ramos ao Senhor, nomeadamente:
- o ramo do amor, num mundo onde tende a imperar o oposto. Deus é Amor. E como filhos d'Ele tal deve espelhar em nos, nas nossas vidas e nos nossos actos;
- o ramo da gratidão, por tudo quanto Ele tem feito por nos, tendo chegado ao ponto de entregar o seu único Filho para nos salvar, apesar da nossa natureza pecaminosa;
- o ramo da consagração, entregando tudo nas mãos do Senhor, pois todo o resto Ele fará;
- o ramo da fidelidade, permanecendo n' Ele e com Ele não obstante as circunstâncias e as adversidades, pois sabemos que seremos recompensados. Deus é fiel para cumprir as suas promessas.
O culto foi encerrado pelo irmão Artur Estrela, com um factor surpresa: a dedicação da viatura nova de uma das irmãs de Palmeira, Filomena.
E la partiu o Pst. Gilberto, alegre e trigueiro para realizar este acto inédito na localidade, acompanhado por todos que se acercaram do veiculo, que agora já corre pelas estradas guiado pelos anjos do Senhor. 
Findo isto, apenas ficou a faltar "aquela voltinha no carro", que o Pst. Gilberto, com a sua simpatia sui generis, fez questão de encomendar para uma próxima oportunidade. E também a foto de praxe, por distracção desta repórter de plantão improvisada.
E desta forma, encerramos um dia abençoado, cuja concessão agradecemos a Deus.


Importada do blog de Santa Maria

MANÁ DA SEGUNDA


Sucesso Se Alcança em Equipe
Por Robert J. Tamasy

Quando você pensa em “sucesso” o que lhe vem à mente? Como você define sucesso? Para alguns, sucesso significa um emprego muito bem pago e que proporcione certo nível de status ou poder. Outros o encaram em termos de conquista da cobiçada promoção ou o reconhecimento da empresa ou comunidade. Há os que o enxergam como realização de objetivos almejados.  
Em cada um desses cenários sucesso é determinado em grau pessoal. Mas um livro que estou lendo, “The Winners Manual” (Manual dos Vencedores), de Jim Tressel, treinador de futebol
americano, sugere que repensemos essa percepção. Ele define sucesso como “a satisfação íntima e paz interior que deriva de saber que fiz o melhor que podia fazer para o grupo”. Tressel prossegue declarando que “sucesso é um esporte que se pratica em equipe”. 
Há grande sabedoria nessa conceituação. Se você trabalha com vendas e é persuasivo ao máximo, seu sucesso será curto se seus produtos e serviços forem de baixa qualidade ou fornecidos fora do prazo. Uma conferência de negócios bem sucedida exige que muitas pessoas cuidem de inúmeros detalhes. Um alto executivo, a despeito de sua fama, precisa contar com uma equipe hábil e capacitada para atingir os objetivos da organização. O cirurgião mais talentoso necessita do auxilio de uma equipe qualificada para realizar cirurgias com êxito. Leia +

Por: J. Sergio Fortes (fortes@cbmc.org.com)

Sunday, March 28, 2010

Rev. Socorro Fontes escreve aos pastores

                           Igreja do Nazareno – Distrito de Cabo Verde    
                Ministérios da Escola Dominical e Discipulado Internacional                                                                                                                                                                 

A todas as Escolas Dominicais   
                                Campanha de 15.000  no dia da Páscoa!    
                                                    Apresentamos as nossas fraternais saudações a todos os colegas e líderes da Escola Dominical, solicitando o vosso total envolvimento  e mobilização para atingirmos o alvo Distrital de 15,000 alunos assistindo e ouvindo a mensagem da Páscoa nas Escolas Dominicais Central e Arredores, no dia 4 de Abril.                                                                                                                                                                                                                                                                       
                                                                                                                                                                                                                    
                                        Pela Direcção Distrital dos MEDDI                                                                                                                                                                                                        
Socorro Fontes   
                                                        Presidente                                                                                                              

Saturday, March 27, 2010

Nilson na RTP África

O nosso irmão Nilson, membro da igreja do nazareno de Pedra Badejo esteve hoje, dia 27, no programa da Carlota Barbosa – Nha Terra Nha Cretcheu - que passa na RTP África semanalmente.
Durante a entrevista, o jovem compositor fez um historial da sua vida artística, dizendo que o seu gosto pela musica se deu há dez anos quando chegou à igreja de Pedra Badejo. Disse também que tem na gaveta umas quarenta e tal composições.
De recordar que, como já anunciamos há semanas, ele está a preparar o seu primeiro CD com 9 faixas, sendo 8 inéditas e uma já conhecida.
Confessou que a sua grande inspiração é construir uma vida feliz com a sua família.
É uma grande alegria, com arrepios e tudo, ver um dos nossos a guindar. Quem anda com Deus é assim.
Deus abençoe o Nilson.

Jovem João Mateus

Friday, March 26, 2010

Família Lima

Darius Lima aos 7 meses

O neto do nosso saudoso pastor Álvaro Barbosa Andrade é estudante em Nanchang, China. A foto à direita foi feita na Rússia, aos 7 meses.
O nome Darius foi inspirado no exímio professor e compositor francês que nasceu em 1892 e faleceu em 1974. O filho da Hulda é tão cabeludo como o seu homónimo francês. Outra semelhança é que ambos têm o bichinho da música no sangue.
Deus abençoe e guarde o nosso Darius.

Yalmer é aniversariante

O nosso irmão Yalmer, um dos seminarista, fé aniversariante hoje, dia 26. Ele completa 26 anos, curiosamente, hoje 26. Ele nasceu numa terça-feira, no ano em que Portugal, pela primeira vez, ganhou uma medalha de ouro nos jogos olímpicos. Foi em Los Angeles com Carlos Lopes na maratona. Foi nesse mesmo ano que o nosso Yalmer começou também a sua grande maratona – a vida.   
Já, já, ele estará a começar uma outra maratona – a do ministério pastoral.
Feliz aniversario ao nosso seminarista Yalmer Semedo. 

Thursday, March 25, 2010

Lugar-Comum

No dicionário de língua portuguesa da Porto Editora o título deste texto é  definido como expressão banal, ideia trivial e banalidade. Todos os dias nós somos bombardeados por lugares-comuns ditos por toda a casta de gente, trivialidades que nada têm de mal, pois eles fazem parte de qualquer língua. A única altura que eles me incomodam, profundamente, é quando quem os profere, pensa estar a transmitir algo impactante, quando na prática, eles não passam disso mesmo – de lugares-comuns. 
Na vida espiritual, há expressões ditas com tamanha superficialidade que me deixam pasmo. Querendo realçar a sua eventual posição de diferença em relação ao mundo, muitos cristãos, de forma desabrida, limitam-se a proclamar que «são da igreja, aleluia», que «foram salvos e santificados» logo são portadores de qualidades extraordinárias, em contraposto com aqueloutros que são da mais abjecta escória mundana. Quando eu pensava que «ser da igreja» fosse um testemunho vivo de um estilo cristocêntrico de vida, afinal para alguns, não passa de um título; ao invés de ser uma condição e um novo revestimento no comportamento, na acção e no pensamento, afinal para algumas dessas pessoas, é uma roupagem ou um mero símbolo. 
Certa vez, li uma história muito interessante. Uma criança perguntou ao pai: «Pai, o que é um cristão?». O pai dela respondeu «cristão é aquele que ama e obedece a Deus; ele ama seus amigos e vizinhos e até os seus inimigos. Ele ora constantemente, é gentil, amoroso, santo e está mais interessado na vida eternal do que nas riquezas deste mundo. Esse, meu filho, é um cristão». A criança ficou confusa, pensou um bocado e perguntou: «eu já vi algum?». 
Paulo no livro de 2 Coríntios 3:18 diz-nos o seguinte: «E todos nós, com o rosto desvendado, contemplando, como por espelho, a glória do Senhor, somos transformados, de glória em glória, na sua própria imagem, como pelo Senhor, o Espírito». Já alguma vez fizeste a ti mesmo (a) esta pergunta: «com o meu falar e com o meu andar, tenho sido a imagem do Senhor?». Eu vos confesso que bastas vezes eu, olhando para mim mesmo, respondo: «não, Jesus em meu lugar, jamais teria feito isto ou dito aquilo». Aí, tenho tão somente de rogar a Deus por misericórdia, pedindo-LHE  que me ajude a, cada dia, ser mais como ELE. No entanto, eu também «sou da igreja», «estou na igreja» há muitos anos. 
Sejamos francos, há muitas pessoas «na igreja» com espírito mundano, havendo outras que, ao contrário, estando no mundo, não obstante não frequentarem «igrejas», são portadoras de qualidades de verdadeiros cristãos. Só lhes falta aceitarem Jesus como Salvador! Não é verdade? Porquê? Porque reflectem a beleza de Cristo em todas as áreas de suas vidas. Demonstram Cristo em todas as suas atitudes e acções. E, no entanto, não são «da igreja». Ser «da igreja» só deixa de ser lugar-comum quando as palavras coincidem com os actos; quando aquilo que dizemos é aquilo que vivemos.  
É engraçado! «Sou de Jesus, aleluia» mas ninguém me conhece como fazedor de diferença num mundo onde grassa a indiferença. «Sou da igreja, glória a Deus», contudo, nada faço ou demonstro que leve mais alguém a querer ser da minha igreja ou do meu Jesus. Quando outros olham para nós, será que vêem o verdadeiro reflexo de Cristo? Eles vêem corações cheios de amor para com aqueles que são odiados, corações perdoadores que não guardam ressentimentos, corações que não buscam seu próprio interesse? As palavras que ouvem da nossa boca são as que Cristo usaria? Ou elas são veículos de transmissão da amargura, rumores, negativismo e do veneno da dissensão?  
«Sou da igreja, aleluia», «sou de Jesus, glória a Deus». Lugar-comum ou reflexo de Cristo? Só cabe a cada um de nós responder, não com palavras, mas com acções! 

João Gomes

Wednesday, March 24, 2010

Nota de falecimento (actualizada)

Faleceu ontem, dia 24, em Mindelo, a nossa querida irmã D. Libânia da Fátima Ramos Lima, mais conhecida por D. Fátima, natural de Boavista, mas residindo em São Vicente desde de 1964. Ela é mãe das nossas irmãs Filomena, Rosa e Bia e contava com 78 anos de idade.
O funeral é hoje, dia 25, apartir da igreja do nazareno de Mindelo, às 15:30.
Nesta hora de dor, apresentamos as nossas sentidas condolências a toda a família.
Deixamos aqui o número de celular da D. Mena para os que quiserem chamá-la. 9936722.
Oremos a favor da família enlutada.

Virgínia Lopes escreve

Caro Pastor José Heleno,


Hoje em dia, nos cultos, tem-se ouvido expressões tipo “Dr. Este”, “Dra. Aquela” para se referir a irmãos da igreja.
Eu nunca concordei com isso e estou a enviar-lhe esta crítica porque também tenho visto o mesmo no blog!

O que é feito da carinhosa expressão “Irmão Este” ou “Irmã Aquela”?

Não concordo porque?

1-     Se estamos em família, os laços é que contam e não o título!
2-     Quando vamos ao local de trabalho deles, não os tratamos por “Irmã ou Irmão”, certo? Porque lá são Doutores e Doutoras; Então porque trazemos os títulos de lá para dentro da igreja onde somos todos irmãos?
3-     Isso é como fazer distinção de categorias dentro da igreja. Podemos dizer que não, mas já é um começo… Imagina uma igreja de 20 membros, onde apenas um não é Dr…como é que esse um se sentiria?
4-     E, por fim, não acho que haja necessidade para isso! É muito bom ter doutores e doutoras na igreja sim, mas, torno a frisar, na Casa de Deus, o nosso título é outro!

Por favor, não tornemos as nossas igrejas num lugar onde, nem que seja uma só pessoa, não se sinta à vontade, confortável, no seu meio e a sentir “em casa”!
Caro Pastor, pode até não concordar, mas apenas quis deixar a minha opinião e preocupação.
Carinhosamente e ‘preocupadamente’

Virgínia Lopes.


PS: a não ser que sejam meros convidados.


NOTA de JOSÉ HELENO - Pelas reacções, compreendemos que este é um assunto que precisa ser tratado. Impressionante é que há pessoas com titulo de DR que, quando por lapso não escrevo o  DR antes dos seus nomes, disparam em cima de mim, exigindo respeito e consideração. Para evitar danos maiores, quando é para colocar, coloco. Mas não deixa de ser questionável essa "consideração" de DR para cá e para la. Mas, afinal, o que é isso de DR? Com toda a consideração, é claro.

Jardim Infantil Laidinha Lima

Pode-se dizer que a igreja do nazareno de Monte Sossego está muito bem servida quanto a infra-estruturas. O novo prédio comporta no rés-do-chão um Jardim Infantil em homenagem à D. Laidinha e um primeiro andar como residência pastoral bem amplo. Verifica-se também que a igreja tem uma nova entrada (a antiga era traseira) à esquerda do Jardim.
Fazendo uma rápida incursão à segunda igreja em Mindelo, vimos que ela foi organizada no princípio dos anos 90, sob a sábia liderança do Rev. Fortunato Lima. Rapidamente, com os esforços locais e a indispensável ajuda do alto, chegou ao auto-sustento.
De uns anos a esta parte, a congregação do maior bairro de Mindelo é pastoreada pelo Rev. Osvaldo Rocha, um profundo conhecer do meio mindelense.
A igreja está a marchar muito bem respirando saúde espiritual, financeira e humana. É das poucas, justiça seja feita, que, a par da Praia e mais algumas, cumpre cabalmente com todos os seus compromissos distritais. Aliás, justiça ainda maior seria feita, se em tudo que se publica, fosse posta a lista das igrejas cumpridoras. Bela Vista estaria nas primeiras linhas, não só por razões de ordem alfabética, mas, sobretudo, por ser uma das primeiras a depositar o que é devido.
Voltando à cidade maravilhosa, é de se sublinhar a homenagem em vida que se fez à D. Laidinha, uma santa e dedicada mulher de Deus. Durante a estada do casal Lima em Monte Sossego, esta esposa de pastor semeou carinho e amor. Agora, os celeiros dela se mostram pequenos para comportar o resultado da sementeira feita no bairro da avenida de Holanda. O povo respondeu à medida – Jardim Infantil Laidinha Lima. O gesto é de se tirar o chapéu. Fez-se justiça. Aprendemos na igreja que as pessoas devem ser valorizadas e é justo que sejam premiadas quando merecem. Esta que vem de Monte Sossego é boa e digna de ser seguida pelas outras. Isto chama-se gratidão. Assim é que se faz. Parabéns Monte Sossego.

Tuesday, March 23, 2010

Rute, a moabita em foco no dia da mulher Caboverdiana



Pensando num exemplo mulherio, vivo e real, que gostaria de compartilhar com as minhas companheiras, mulheres, nesse dia 27 de Março, dia da Mulher Caboverdiana, veio-me à mente o nome esboçado na figura da moabita Rute, mulher que se tornou uma das minhas admiradoras e modelo, desde que conheci a sua linda e emocionante história. Jovem pagã, que depois de ter conhecido o Deus verdadeiro, se tornou numa grande mulher, mais tarde bisavó do grande rei David de cuja linhagem veio Jesus o Salvador do Mundo.
   Sem a conhecer fisicamente, vejo-a na tela do meu pensamento, devido a sua grande virtude exteriorizada em vários aspectos da sua vida, que me tem incentivado sempre que penso nela.
   Essa virtude é o domínio próprio ou auto controle, temperança, moderação…nas decisões que teria de tomar. Não vou relatar a história dessa mulher para não tornar o artigo extenso, porque sei que ela é bem conhecida das mulheres que lêem e meditem na Palavra de Deus.
    Dos 66 livros que compõem a Bíblia, há um, cujo nome é Rute, que relata a história dessa mulher. É a única mulher estrangeira que titulou um dos livros da Bíblia, visto todos os outros girarem à volta do povo israelita. Daí, ela ter sido uma mulher importante e especial.
   O seu auto controle dava-lhe uma força interior tal, para moderar os seus impulsos, gerir os seus desejos, atitudes, paixões, decisões…
   Muitas mulheres acham que não é possível ter domínio próprio em certas áreas da nossa vida. Mas Paulo, em 1ª de Coríntios 6:12, dá-nos a resposta dessa possibilidade. “Tudo me é permitido, mas nem tudo convém. Tudo me é permitido mas eu não deixarei que nada me domine.”
   Podemos ser moderados em tudo, aplicando essas palavras de Paulo: no apetite físico, mental e espiritual. No uso do nosso tempo, na forma de vestir e falar, nas brincadeiras, nas diversões, na ira, nas criticas…nos hábitos alimentares, atitudes, lazer… em tudo há que haver moderação ou equilíbrio. A vida de Rute, desde que saiu de Moabe com a sogra, até se estabilizarem em Belém, depois de muitas provas vividas juntas, foi muito equilibrada, de auto controle em qualquer situação que lhe surgia.
   Estou ouvindo algumas das nossas mulheres – histórias do passado. Timóteo, na sua 2ª epistola 1:7, mostra-nos a actualidade desse equilíbrio em qualquer uma de nós, desde que aceitemos esta excelente dádiva de Deus. Diz ele:“Deus nos deu um espírito de moderação ou equilíbrio!” É só aceitar; porque depois desta aceitação é que faremos escolhas certas, controlamos os pensamentos, os impulsos…
   E mais! Auto domínio é também controle do nosso tempo com sabedoria: não o desperdicemos, usando-o demais, por exemplo, no telefone, na televisão, falando e vendo coisas menos importantes.
   Paulo em Filipenses 4:11 deixou-nos uma palavra companheira das outras atrás mencionadas “Aprendi a adaptar-me a toda e qualquer circunstância”. Infelizmente, muitas vezes temos mostrado descontentes, censurando, queixando-se, resmungando e se inquietando, por tudo e por nada. Apliquemos o conselho e testemunho de Paulo às nossas vidas e seremos equilibradas, contentes com pouco ou com muito, cheias ou vazias. Auto controle também é não desperdiçar o nosso dinheiro – é saber fazer o bom uso dele.
   Auto controle ou domínio próprio é também controle da nossa língua.
   Quem pode domar a língua? Ela acende uma grande fogueira. Não falemos tudo o que nos vem à mente. Aprendamos a nos calar quando é necessário. E lembremos sempre que a resposta calma desvia a fúria, porém, a palavra ríspida desperta a ira. As palavras agradáveis são como um favo de mel, são doces para a alma e trazem cura para os ossos como nos alerta o grande sábio e pregador Salomão.
   Gosto muito da promessa que se encontra no livro de Salmos 90:10,15 de que “Deus fará prosperar o trabalho de nossas mãos e o confirmará”. Mas para isso há que aceitarmos a dádiva do espírito de equilíbrio ou domínio próprio ou auto controle que Deus nos oferece.
   Rute, quando decidiu acompanhar Noemi, não imaginava as vitórias que alcançaria. Eram tão somente duas viúvas solitárias sem qualquer recurso (uma nora. outra sogra) caminhando uma ao lado da outra… Mas Rute, estrangeira, pagã, aceitou a dádiva excelente do Deus de Noemi – o auto controle.
    Queridas: Crescer em auto controle, é crescer em Cristo pela ajuda do seu Espírito a cada dia. É viver uma vida cristã e prática.
     Minha oração queridas leitoras, é que sejamos mulheres de domínio próprio/auto controle/moderação/equilíbrio/, em cada faceta da nossa vida e que sejamos uma bênção para as mulheres da nossa comunidade. 
   Feliz dia da Mulher Caboverdiana. 
  
 Milú  Leite 
 

GRAÇA SUPERABUNDANTE

Não há vida cristã  fora da Graça Divina porque é Ela que a orienta. A Graça é para aqueles que têm fé, a fonte de consolo nas tribulações, a fonte de esperança e alento, socorro necessário nos momentos de crise; ela é abundante e suficiente para qualquer emergência, necessidade e situação porque é Dom de Deus, provém de Deus. Graça é bênção e ser objecto dessa bênção é de facto um grande privilégio mas acarreta, logicamente responsabilidades acrescidas.  
Há momentos em que invocamos a acção actuante, visível e palpável de Deus para o nosso bem-estar tanto físico quanto material e mental. Fazemo-lo sobretudo através da oração. O hinólogo ao escrever o hino “Falar com Deus” devia estar a passar por um desses momentos humanos de aperto e algum desapontamento. Compartilho-o convosco:
                                           
                                                  FALAR COM DEUS 
             Na oração encontro calma
             Na oração encontro Paz
             Orar a Deus faz bem á alma
             Falar com Deus me satisfaz 
             Falar com Deus que privilégio
             Abrir a alma ao Criador
             Sentir que os Céus estão abertos
             E ouvir a voz do Salvador 
             Grande é o nosso Deus
             E as obras que Ele faz
             O Seu amor não tem limites
             No Seu perdão encontro Paz 
             Falar com Deus preciso sempre
             Pois Ele é fonte de Poder
             Só  com Ele a vida faz sentido
             Pois me dá forças para viver. 
Há dias em que sentimos falta de um ombro amigo a quem nos recorrer para que apenas e unicamente nos oiça e amargurados descobrimos que esse ombro não existe e nos decepcionamos. Outras vezes, é Deus que parece se distanciar de nós e ficamos mergulhados no desalento e perguntamos: “Onde está o meu Deus?”, “Porque se demora tanto em atender-me”, “ Porque está desalentada a minha alma?”. A Bíblia diz que Ele é o nosso AMIGO mais chegado que um irmão.  
Muitas vezes damos a impressão de que somos fortes e que aguentamos qualquer vendaval que surja. Apenas aparência. Não nos aguentamos e não somos fortes sem Deus por mais que tentemos o contrário.  
Quem é  que nunca duvidou da eficiência e da eficácia de Deus? Todos nós! Sentimos que a nossa Fé foi abalada, estremecida na base e quase se nos foi a Esperança. 
Esperança no sentido de abarcar situações mais desesperadoras assim como projectos pessoais mais ousados. Não há Esperança sem Fé. Por isso, enquanto existir uma réstia de Fé há Esperança porque ela é o símbolo de Vida. Não entendemos muita coisa. Deus sabe-o e não se ofende se O questionarmos sobre os nossos temores, dúvidas, provações e o nosso próprio eu. Falar com Deus precisamos sempre: por coisas boas, menos boas e más. Ele promete pleitear a nossa causa, dar-nos força e valor. Por isso ainda que andemos pelo vale da sombra da morte, não temamos mal algum porque Ele está connosco. Deus promete dar-nos uma vida com qualidade mas segundo o Seu padrão.
Ao nosso AMIGO mais chegado que um irmão, podemos abrir a nossa mente e coração, contar-lhe tudo. Ele é o único que nos conhece e até sabe quantos fios de cabelo possuímos, pois somos obra da Sua Criação. 
Certamente que a bondade e o amor me seguirão todos os dias da minha vida e habitarei na casa do Senhor para sempre. Salmos 23;6   
Uma boa semana.

Palmarejo, 22 de Março de 2010.
Esther Spencer Lopes 
 

Semana da JNI em Mosteiros



Deu-se o arranque na quinta-feira, dia 11, à semana da JNI. Tudo estava aposto e previsto para acontecer como as habituais semanas realizadas.
Ao contrário do que se esperava, a semana da JNI 2010, superou e ultrapassou todas as nossas expectativas.
O desafio entre "TAP e TACV", trouxe Mosteiros em peso para o templo histórico da vila de igreja.
Centenas de jovens e famílias, embalados pelos cânticos e um ambiente acolhedor, entravam no templo para escutarem a palavra.
Ainda, Mosteiros continua com jovens, que sabem o que significa trabalho que vale a pena e incansavelmente demonstraram-no com serviço e espírito de iniciativa na decorrência.
Entre crentes e não crentes, uma média de 70 jovens buscaram o altar durante a semana.
Sábado e domingo, foram os dias em que o templo dos Mosteiros foi insuficiente para comportar tanta multidão.
Os responsáveis dos Grupos: Ligia Monteiro e Gelsom, Denise e Sandra, fizeram o melhor. Minha admiração e estima pelo excelente trabalho de grupo.
Só para terem uma ideia, sábado a assistência chegou a um total de 130 e domingo um numero bem maior, 210 pessoas.
Mosteiros teve uma verdadeira avalanche de homens e mulheres que se deslocaram de suas casas para ouvir a voz de Deus através do seu servo, Rev. Josué Monteiro.
As irmãs, Solange e Maria Antónia, nos brindaram com um dueto maravilhoso. A jovem missionaria Cida Magno soube fazer o que sempre fez - cantou o tema: Vento do Espírito.
O grupo ágape, como sempre, apresentou uma linda coreografia e um cântico especial com o tema: "Apaixonado". A congregação respondeu com palmas e alegria.
No final, distribuímos prémios para os 5 jovens que trouxeram maior número de convidados. Desta vez fizemos diferente, em vez de cada convidado valer 10 pontos, passou a valer 50 pontos, incentivando assim os convites e entrada de novas pessoas na igreja, ao que parece, "acertamos na mosca".
Primeiro lugar foi para a jovem Ligia Monteiro
Segundo Lugar foi para a Jovem Lala
Terceiro lugar foi para o jovem Gelsom
Quarto lugar foi para a jovem Tamirys
Quinto Lugar foi para a jovem Denise
Ainda o projecto, Semana da JNI continua dando frutos surpreendentes para a igreja e para a sociedade em geral. Vale a pena investir sem receios!
O pregador da semana Rev. Josué Monteiro, ao estilo contextual e enfático, descortinou as almas famintas dos jovens. O vento do Espírito, pairou como brisa da manhã nos corações dos presentes.
O altar do templo ficou pequeno para caber tantos que vinham em busca de uma resposta e amparo do Alto.
O pregador ao seu estilo próprio, falou de uma forma convincente e elucidativa, Deus agiu e o Espírito Santo fez o resto. Louvado seja o nome de Deus para sempre e sempre.
Nosso muito obrigado ao estimado colega e amigo, Rev. Josué Monteiro.
Valeu a comunhão e o tempo connosco.
Mosteiros ganhou, e o reino mais ainda!
Como diz o ditado: "uma imagem, neste caso três, falam mais do que mil palavras".  - importado do blog da igreja dos Mosteiros -

Nota do editor: Parabéns irmãos, igreja e casal pastoral Magno pelo excelente trabalho. Longe estava o tempo em que, por falta de assentos, pessoas se acomodavam se assentando no chão para escutar a Palavra de Deus. Nesses dias, pela foto, vemos pessoas assentadas no chão. Sabemos que toda a honra é para Deus. Entretanto, seria injusto não elogiar o colega Lino pela sua liderança eficaz. Porque, o que realmente conta, são almas salvas para o reino de Deus. Parabéns Lino.

Monday, March 22, 2010

MANÁ DA SEGUNDA

 O Significado do Relacionamento
Por Jim Mathis

Davi, amigo meu, falou ao meu amigo Eduardo que gostaria de conhecê-lo melhor e se tornar seu amigo. Dias mais tarde Davi recebeu pelo correio uma cópia autografada da autobiografia de Eduardo. Um bilhete acompanhando o livro sugeria que Davi encontraria nele tudo o que desejava saber. Se tivesse alguma pergunta ele tinha liberdade para ligar. É compreensível que Davi
tenha se sentido rejeitado. Ele queria um relacionamento com Eduardo e não dados sobre ele.   

Escrevi um livro autobiográfico e nele discorri extensamente sobre vários assuntos. Embora presuma que muitos amigos meus tenham lido pelo menos parte dele, jamais confundiria esse tipo de atividade com amizade ou relacionamento significativo.

Tempo e experiências compartilhados. Relacionamentos são construídos em torno de momentos e experiências compartilhados não com base em informações. Existe um paralelo com o que encontramos na Bíblia. Deus escreveu o que equivale a uma autobiografia. Mas como toda autobiografia os 66 livros da Bíblia são histórias, ensinamentos, poesias e compreensão sobre 
seu Autor. Ler sobre Deus e tudo o que Ele fez não significa ter relacionamento com Ele. 

Não devemos cultuar mais o Livro do que seu Autor ou o desejo de passar tempo na presença Dele. Minha mãe escreveu suas memórias e eu apreciei sua leitura. Mas meu amor por ela é infinitamente maior que por seu livro. Por tê-lo lido passei a conhecê-la melhor e a compreender com mais clareza o que ela experimentou na vida. Mas o que aprendi com o livro não define 
meu relacionamento com ela.  Leia +

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...