Sugestoes

Nao deixe de ler: Por cada 100 casamento, ha 70 divorcios &&&&& Epistolaonline deseja a todos Feliz Natal &&&&& Nao temas, estou contigo &&&&&

Friday, August 31, 2007

Um novo conceito de rádio


Assunção – O dia acorda com 9 graus centígrados de temperatura. Em Miami, deixei 30 graus. O contraste é sentido nas roupas, que não tenho para enfrentar o frio, e na garganta que começa a padecer. Para enfrentar o calor, muito café que, por sinal, não é muito amigo de quem tem a tensão arterial um pouco descontrolada. Mas a alegria de participar da 4ª. Conferência Internacional das Emissoras Afiliadas da CVC, a rádio em que trabalho, é maior do que o frio.

São esperadas 120 pessoas, representando quase meia centena de emissoras de vários países da América Latina, afiliadas ao departamento de espanhol da CVC. As histórias que ouvimos são muitas: desde um casal que viajou 3 dias de carro para chegar aqui, até aqueles que quando se inscreveram não tinham um centavo para pagar uma mula, mas aqui se encontram.

Durante quatro dias, estaremos discutindo os problemas que afectam o nosso sistema continental de rádio. São muitos, mas sempre há soluções quando os desafios são enfrentados em equipa. Do nosso lado, falaremos da programação actual e os desafios que temos para 2008. Do lado das emissoras, elas nos contam as suas dificuldades e anseios.

“A mesma mensagem, novas estratégias”, é o slogan da conferência que começa hoje, domingo 19, e termina na quarta-feira, 23. Pretendemos explicar às emissoras que retransmitem a nossa programação que CVC não é um serviço de rádio para crentes, mas para aqueles que nunca ouviram falar de Jesus. Aliás, nossa visão é “apresentar Jesus a um bilhão de pessoas através da rádio”.

A nossa função aqui é explicar que pretendemos chegar às pessoas com uma programação integral e atractiva. Queremos dizer que somos chamados a produzir rádio de qualidade, de muito boa qualidade, mas diferente: apresentando a verdadeira alternativa de vida!

Da minha parte, tenho que ministrar duas palestras: uma sobre “Um novo conceito de notícia” e outra sobre “Como ser correspondente internacional de CVC”. Pelo meio, falarei sobre o projecto, já em curso, de estabelecer protolocos de cooperação com universidades através dos quais os estudantes poderão realizar práticas na CVC.

Os desafios são muitos, mas a alegria de levar uma programação boa e positiva é maior. Não importa o frio, nem as 14 horas de viagem.

Álvaro Ludgero Andrade
http://blogdoala.blogspot.com

PR ORLANDO DEIXA ACHADA


Uma autêntica surpresa. Pr. Orlando Batista, até então pastor de música em Achada de Santo António, está de saída.
O anúncio foi feito pelo superintendente no seu relatório à assembleia distrital.
Pr. Orlando regressa a S.Vicente, depois de 3 anos em Achada, alegando razões familiares.
Verdade seja dita. Pr. Orlando é um excelente músico. Será difícil, a igreja de Achada encontrar um músico do seu gabarito.
Desde a hora em que o rev Araújo anunciou a saída do Pr. Orlando, uma pergunta ficou no ar: Quem vai substituir o Pr. Orlando Batista em Achada como pastor de música?
Aguardemos pela resposta.

CASAMENTO EM PEDRA BADEJO


A estas horas já devem ter voltado do cartório onde foram celebrar o casamento civil, os nossos irmãos, Rev Emanuel Soares e a jovem Celita.
O grande dia será amanhã, 1 de Setembro. A cerimónia religiosa será as 16h na igreja do Nazareno em Pedra Badejo.
De recordar que Celita é membro da nossa igreja em Pedra Badejo, é licenciada em Inglês, professora no liceu local e superintendente da Escola Dominical local.
Nossas fontes em Pedra Badejo nos dizem, agorinha mesmo, que os foguetes já começaram e explodir nos céus de Santa Cruz.
Prometemos, depois da festança, publicar um álbum com todas as fotos.

DÉBORA MONTEIRO VAI À CHINA

Débora Monteiro, filha de Sr. Francisco e D. Zinha, membros da nossa igreja em Achada, viaja hoje para China. Foi contemplada com uma bolsa de estudos em Pequim.
Estes dias esteve a treinar algumas palavras-chave em chinês, a comer com pauzinhos e visitar muitas lojas chinesas.
Ela vai fazer engenharia civil numa universidade inglesa em Pequim na companhia de mais 10 bolseiros cabo-verdianos.
Boa viagem à Débora (foto brevemente)

REV NATANAEL DUARTE REGRESSA HOJE


Depois de umas férias, divididas entre Praia e S.Vicente, regressa esta tarde aos EUA, o Rev Duarte.
Ele foi uma das visitas à nossa assembleia distrital.
Durante a sua estada em S.Vicente esteve com os seus pais e amigos a matar saudades. Na Praia esteve a passear com os seus muitos amigos, a tomar gelados para esfriar o calor, sempre o com seu sorriso aberto. Os amigos mais próximos dele acham que está mais sorridente depois de ter vindo à Praia. Este sorriso mais aberto, possivelmente, deve ser por causa da morabeza dos santiaguenses. Ou então do clima. Poderá até ser por causa da assembleia. O que ninguém pode negar, é que, o nosso irmão Natanael está diferente. Sempre a sorrir. Nós, os amigos dele, sem saber a verdadeira razão do seu sorriso aberto, estamos felizes com a sua felicidade.
Irmão, venha mais vezes e garantimos que o sorriso será cada vez mais aberto.
Boa viagem e volte breve.

REV SÁ NOGUEIRA É ANIVERSARIANTE




Sr. Armando é aniversariante, hoje, 31 de Agosto.
No ministério activo desde de 1971, feito as contas, o Rev Armando Augusto de Sá Nogueira leva já, 36 anos de ministério. Já pastoreou 9 igrejas. São elas: Mosteiros, Brava, Achada de Santo António, S.Filipe, Ribeira Brava, Fajã, Mindelo, Várzea e Palmarejo.
Este homem de Deus tem muito para contar.
Ele é conhecido como: homem de oração, de uma frontalidade honesta, comprometido com a obra.
Este homem faz hoje 63 anos mas ainda está jovem, tanto é, que custa encontrar um fio de cabelo branco na sua cabeça.
Sr. Armando é amado, querido e respeitado na igreja do Nazareno em Cabo Verde.
É casado com D.Ruth, pai de 6 filhos (3 meninas e 3 rapazes) e é natural de Santiago. Ele converteu-se na igreja da Praia, ainda muito jovem. É dedicado à obra e é dono de um grande e santo coração.
Actualmente é pastor em Palmarejo.
Feliz aniversário, Sr. Armando.
Bem-haja Armando Augusto de Sá Nogueira – Servo de Deus

Igreja do Nazareno - Almada


A Igreja do Nazareno de Almada, após quase dois anos orando, acaba de adquirir uma carrinha “Mercedes Benz” que certamente vai ajudá-la a cumprir melhor sua missão em Portugal.
A Junta da Igreja e seu Pastor agradecem a quantos oraram para que esse alvo fosse alcançado.
Gratidão ao Deus de toda a glória!

Thursday, August 30, 2007

Coluna de Goreti Freire



O PERIGO DAS MENSAGENS POLITICAMENTE
CORRECTAS


Todos sabemos que hoje a humildade, a veracidade, o amor, a fidelidade, o bom testemunho, o carácter, a integridade, a seriedade, os bons costumes e todos os outros atributos de um cristão (seguidor de Cristo) tendem a ser ultrapassados. Infelizmente, a diferença entre crentes e incrédulos é quase nula.
Irmãos creiam-me! Nós vivemos dias difíceis.
Os homens, mesmo muitos daqueles que se dizem cristãos, têm vivido de acordo com os desejos dos seus corações e não querem saber de Deus. E “por haverem desprezado o conhecimento de Deus, o próprio Deus os entregou a uma disposição mental reprovável, para praticarem coisas inconvenientes, cheios de toda a injustiça, malícia, avareza e maldade; possuídos de inveja, homicídio, contenda, dolo e malignidade; sendo difamadores, caluniadores, aborrecidos de Deus, insolentes, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais, insensatos, pérfidos, sem afeição natural e sem misericórdia.” (Romanos 28:31)
Os ímpios sabem porque vivem assim e o seu castigo está preparado: “ Fará (o Senhor) chover sobre os perversos brasas de fogo e enxofre, e vento abrasador será a parte do seu cálice” (Salmo11:6), mas o grande problema está em acomodarmos em nossas igrejas homens com essa predisposição para o pecado e vermos que os nossos líderes continuam impávidos e serenos.
Muitos líderes espirituais deixaram de lado a repreensão, o propósito para o qual foram chamados (o ensino da Palavra) e dedicam-se à tarefa de satisfazer os desejos e caprichos dos crentes ou a não “incomodar” os mesmos e a se pouparem dos constrangimentos. O mal deixou de ser reprovado, pelo que os líderes se tornam coniventes com o pecado da igreja ou de muitos de seus membros, transmitindo, cada vez menos credibilidade aos que se professam cristãos.
Meu querido, não foi chamado para passar a mão na cabeça dos membros da igreja. Incorre-se à pena de condenar a sua alma e a igreja toda, caso não venha outro que corrija a tua falta de convicção, firmeza e disposição para ensinar ao povo, insistir, repreender e ser também um exemplo de vida para os teus liderados.
Não há ninguém que queira ouvir que está enganado, que está desviado, que anda em pecado. E quem se arrisca a apontar para o pecado corre sérios riscos. Foi o que aconteceu a João Baptista: “Porque Herodes, havendo prendido e atado a João, o metera no cárcere, por causa de Herodias, a mulher de Filipe, seu irmão; pois João lhe dizia: Não te é lícito possuí-la…deu ordens e decapitou a João no cárcere.” (Mateus 14:3-10). Mesmo assim, é o dever de cada um de nós chamar à razão aquele que está em falta. Não são palavras minhas, são ordens do próprio SENHOR DA IGREJA (Mateus 18: 15-17).
O maior perigo não é ser decapitado, mas está em trazer mensagens que agradem aos ouvintes, mensagens politicamente correctas. O SENHOR fica de fora quando começamos a tentar agradar ou evitamos desagradar à igreja. Quando ELE fica de fora já não há mais igreja, mas clube.
O servo é aquele que faz exactamente o que manda o Senhor. Se a mensagem for dura, ele tem que a entregar tal qual ela é. A minha oração tem sido que Deus afaste todos os que não são Dele do seu ministério porque o povo precisa de ouvir, não o que vai de encontro ao seu coração, mas segundo a necessidade que vem do coração de Deus (o que pode mudar o rumo da sua vida) porque “os que se afastam de ti, eis que perecem; tu destróis todos os que são infiéis para contigo” (salmo 73:27).
Além das mensagens com pretensão de resguardar a susceptibilidade, falta ao povo o hábito de buscar a Deus, a repreensão franca (Provérbios 27:5), o ensino e estudo da Palavra.
Ao sacerdote infiel, o Senhor adverte nas sagradas letras: “o meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento. Porque tu, sacerdote, rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei dos teus filhos.” (Oséias 4:6)
Ouvimos hoje com tanta frequência nas pregações “ li num livro…” ou ”segundo fulano de tal”… As mensagens pregadas nas nossas igrejas devem vir directamente do coração de Deus (sem querer menosprezar os livros, porque sou uma grande apreciadora). Voltemos às Sagradas Letras!!!
A cada dia que vou à casa do Senhor tenho uma grande expectativa em saber o que vem da parte de Deus. Não interessa a língua que vai ser usada nem a capacidade intelectual de quem a leva, mas O PODER DE DEUS. E ao contrário do que pensamos, há gente em nossas igrejas com discernimento para entender a procedência da mensagem (Se de Deus ou não). E a tendência hoje é para os pastores pregarem mensagens que não entrem em choque com a vida dos que a ouvem.
Contudo, o ensino é o dever do Sacerdote: “porque os lábios do sacerdote devem guardar o conhecimento, e da sua boca devem os homens procurar a instrução, porque ele é mensageiro do Senhor dos Exércitos. Mas vós vos tendes desviado do caminho e, por vossa instrução, tendes feito tropeçar a muitos…” (Malaquias 2:7-8).
A fidelidade na pregação do evangelho é uma das grandes responsabilidades do sacerdote: “importa que os homens nos considerem como ministros de Cristo e despenseiros dos mistérios de Deus. Ora, além disso, o que se requer dos despenseiros é que cada um deles seja encontrado fiel.” (I Coríntios 4:1-2).
Chegamos ao cúmulo de não pregar e ensinar sobre o inferno, idolatria, adultério, impureza, morte, a volta de Jesus porque são mensagens muito “pesadas”. Eu pergunto para quê ir à igreja se não há espaço para buscar a cura, a reconciliação, preparar a vinda do Senhor? A Palavra diz “Bem-aventurados aqueles que lêem e aqueles que ouvem as palavras da profecia e guardam as coisas nela escritas, pois o tempo está próximo”. (Apocalipse 1:3)
O povo precisa aprender mais e ser desperto para uma vida PLENA na presença de Deus, pois “Horrível coisa é cair nas mãos do Deus vivo”. (Hebreus 10:31) e “O Senhor é tardio em irar-se, mas grande em poder e jamais inocenta o culpado…” (Naum 1:3).



Que Deus nos abençoe e continue a usar de misericórdia para connosco.

Wednesday, August 29, 2007

Entrevista com Superintendente


“A 54ª assembleia distrital superou todas as expectativas”
O reverendo David Araújo foi reeleito no domingo, 26 de Agosto, para o cargo de Superintendente da Igreja do Nazareno de Cabo Verde. Em entrevista, o reeleito Superintendente mostra-se satisfeito e aponta os objectivos para o novo mandato.

Entrevista por: Teresa Sofia Fortes Sousa

- Qual é o seu sentimento pela sua reeleição para o cargo de superintendente da Igreja do Nazareno de Cabo Verde?
- Como eu disse no meu relatório, entendo a superintendência como um lugar de serviço e como servo de Deus estou sempre disponível para o serviço onde e enquanto Deus achar conveniente. A igreja demonstrou querer que eu ficasse e entendo ser esta também a vontade de Deus. E, assim, continuo disponível para o trabalho. Mas, se a Igreja do Nazareno tivesse escolhido outra solução, eu não teria problema algum em deixar o cargo e permitir que outro avançasse porque cheguei a esta assembleia com a disposição de fazer a vontade de Deus.

- Quais os principais alvos que almeja para a Igreja do Nazareno durante este seu novo mandato?
- O nosso principal objectivo é levar a Igreja do Nazareno a cada recanto de Cabo Verde. Durante muitos anos, tivemos sempre igrejas em pontos estratégicos do nosso país, ou seja, nas cidades e vilas, mas o alvo é poder alcançar povoados que nunca alcançamos antes, num grande movimento de plantação de igrejas nas nossas ilhas. Actualmente, a Igreja do Nazareno tem cerca de 5 mil e 300 membros, que congregam em 46 igrejas organizadas. Mas se compararmos com a assistência que temos nos nossos cultos, este número é muito maior. A nossa intenção é poder reforçar o trabalho da igreja para que a membresia tenha maior expressão a nível nacional. Para isso irá contribuir os 15 pontos de pregação que, dentro de um ou dois anos, serão oficializadas como igrejas. Também é nosso objectivo ter uma igreja muito mais interventiva em termos sociais. Vamos trabalhar para ter uma igreja que combata os males sociais não só dentro do templo mas também fora, e uma igreja muito mais forte também no campo social e ciente das injustiças que possam existir no país para combater as mesmas injustiças.

- Como avalia a 54ª assembleia distrital?
- Eu creio que ela superou todas as expectativas. Antes da assembleia tivemos um tempo de formação para os pastores sobre ministérios urbanos com um prelector que veio dos EUA, um homem com muita experiência, que tocou os pastores pessoalmente e também a forma de fazerem o ministério. Logo após, tivemos connosco o superintendente geral da Igreja do Nazareno, o Dr. Jerry Porter. É a primeira vez que temos um dirigente do nível dele que chega e fala o espanhol, que é uma língua muito próxima do português, e que conseguiu falar directamente ao povo, ou seja, sem ter intérprete. E pela forma como ele apresenta a Palavra de Deus, vimos um homem com um horizonte muito mais amplo, que rompeu um bocado com aquilo que é tradicional em termos de pensamento da Igreja e as contribuições dele vão certamente ajudar a Igreja do Nazareno de Cabo Verde a experimentar profundas mudanças no futuro.

- Quais as principais recomendações e objectivos saídos desta assembleia distrital?
- Como eu disse há pouco, um dos nossos objectivos é ter maior intervenção a todos os níveis. E os pastores levam o desafio de alcançarem pontos ainda não alcançados. Lançou-se o desafio de um maior compromisso com o discipulado, isto é, treinarmos as pessoas a nível espiritual. Também é nosso objectivo ter uma igreja bem voltada para o nosso século e para as necessidades do nosso tempo.

- A Igreja do Nazareno de Cabo Verde inaugurou durante esta 54ª assembleia distrital o seu estúdio de gravação, sito no prédio novo da igreja que fica no Plateau. Qual o objectivo da Igreja do Nazareno ao apostar neste tipo de infra-estrutura?
- Há muitos anos temos um programa – “A Hora Nazarena” -, que gentilmente tem emissão na Rádio Nacional, tempo esse que o governo de Cabo Verde concede às igrejas reconhecidas em Cabo Verde. Mas nós cremos que esse tempo é pouco para o trabalho que queremos fazer. Então, construímos um estúdio, património da Igreja do Nazareno, e em parceria com a Rádio Transmundial conseguimos os equipamentos. Em parceria também com a Rádio Transmundial, conseguimos dar treinamento a 10 pessoas. Temos recebido também algum apoio das comunicações da Igreja do Nazareno em África. Já temos instalado no estúdio os equipamentos básicos e já estamos a produzir um programa – “Palavra di Hoje” -, em crioulo e que está a ser transmitido pela Rádio Comercial. Temos intenção de fazer um outro programa, este sobre fé e ciência, e também um programa de leitura da Bíblia em crioulo. Estes são programas que já podemos fazer no nosso estúdio. Mas a nossa intenção é poder equipá-lo mais e melhor para podermos também fazer gravação de música cristã para aproveitar o potencial dos jovens que não têm recursos para sair fora do país. Numa fase seguinte, logo após o projecto começar a andar bem em termos de estúdio, nós pretendemos criar uma rádio ligada à Igreja com o propósito de passar a mensagem da salvação, dar instruções educativas ao povo e apresentar outra alternativa em termos de rádio. Nós temos várias rádios em Cabo Verde, mas o que notamos é que privilegiam mais o entretenimento e muita propaganda que não ajuda. Por isso, nós queremos ter uma rádio que ajudará na promoção do nosso povo.

- Outra novidade da Igreja do Nazareno é um novo director para o seminário nazareno. Quer isso dizer que o Seminário Nazareno vai entrar numa nova era?
- Queremos que o Seminário Nazareno suba de nível, passando a atribuir o nível de bacharel aos nossos alunos e depois prepar­á-los para eventualmente poderem seguir outros níveis de estudo ministeriais. Portanto, a grande meta é poder elevar o nível da escola, mas também ter uma escola com programas de extensão. Temos vários alunos que não podem ir a São Vicente e o alvo é poder oferecer o curso pastoral nas diversas ilhas. É uma grande aposta e estamos também a procurar ligação com outras escolas teológicas fora de Cabo Verde. Temos uma escola pequena, que tem alguma dificuldade e ela deverá estar associada a outra escola, outra instituição conhecida no mundo.

Tuesday, August 28, 2007

Rev. David Araújo, reeleito superintendente distrital


O reverendo David Araújo foi reeleito superintendente da Igreja do Nazareno de Cabo Verde, no último fim-de-semana, durante a 54ª assembleia distrital daquela igreja evangélica, que decorreu na Achada Santo António, Praia. Os principais objectivos do reeleito líder são expandir a presença da Igreja do Nazareno nas ilhas e reforçar a sua intervenção social.


Reeleito para um mandato de quatro anos, o reverendo David Araújo afirmou ao "asemanaonline" que vai trabalhar com o mesmo sentido de dever que o guiou nos 10 anos anteriores: “Entendo a superintendência como um lugar de serviço e como servo de Deus estou sempre disponível para o serviço onde e enquanto Deus achar conveniente”.

David Araújo, que antes de assumir pela primeira vez o cargo de superintendente distrital da Igreja do Nazareno, em 1997, pastoreou algumas igrejas, diz estar feliz com a sua reeleição. “A igreja demonstrou querer que eu ficasse e entendo ser esta também a vontade de Deus. E, assim, continuo disponível para o trabalho”.

Mas, se a Igreja do Nazareno tivesse escolhido outra solução, diz David Araújo que acumula o cargo de superintendente com o de pastor da Igreja do Nazareno de Achada Santo António, “eu não teria nenhum problema algum em deixar o cargo e permitir que outro avançasse”. Porque, continua Araújo, “cheguei a esta assembleia com a disposição de fazer a vontade de Deus”.

E como servo de Deus, o reverendo David Araújo propõe como um dos grandes objectivos para o novo mandato levar a Igreja do Nazareno a cada recanto de Cabo Verde. “Durante muitos anos, tivemos sempre igrejas em pontos estratégicos do nosso país, ou seja, nas cidades e vilas, mas o alvo é poder alcançar povoados que nunca alcançamos antes, num grande movimento de plantação de igrejas nas nossas ilhas”.

Actualmente, a Igreja do Nazareno tem cerca de 5 mil e 300 membros, que se congregam em 46 igrejas organizadas. Mas, explica, “se compararmos com a assistência que temos nos nossos cultos, este número é muito maior”.

De maneira que, refere Araújo, “a intenção é poder reforçar o trabalho da igreja para que a membresia tenha maior expressão a nível nacional”. Para ampliar esse número poderão contribuir os 15 pontos de pregação que, dentro de um ou dois anos, serão oficializadas como igrejas.

Também é objectivo de David Araújo ter uma igreja muito mais interventiva em termos sociais. “Vamos trabalhar para ter uma igreja que combata os males sociais não só dentro do templo mas também fora, e uma igreja muito mais forte também no campo social e ciente das injustiças que possam existir no país para combater as mesmas injustiças”, diz.

TSF

PERFIL DOS PASTORES ORDENADOS ESTE ANO

REV ARLINDO TAVARES


Arlindo Tavares é natural de tarrafal de santiago, formou-se pelo seminario nazareno em 1993, pastoreou as seguintes igrejas: Fajã de são Nicolau, Achada Fazenda, Pedra Badejo, Mosteiros, Missão em Calheta e esta indigitado para a igreja dos Picos.
É casado e tem uma filha.

REV SAIDY LOPES


Saidy Eduardo de Pina Lopes é filho de Cesar Julio Lopes e Maria Socorro de Pina, natural de S.Filipe – Fogo. Ele tem 28 anos de idade.
Casado com Ester Eunice Lopes, natural da Boavista.
Ele entrou no seminario em 1999 e concluiu os estudos ministeriais em 2002.
Serviu a Deus numa missao em Ribeira das Patas-S.Antão por 2 anos e em Ponta de Sol por 3 anos.
Agora, mais uma vez, com o mesmo espirito abnegado, vai para Tome Barraz.

REV ANANIAS SEMEDO


Nome: Ananias Pereira Semedo – 38 anos
Filiação: Cipriano Mendes Semedo e Julia Silva Correia
Naturalidade: Sta Catarina
Concelho: Sta Catarina
Entrou para o seminario em 10/10/97 e formou em 2000
Pastoreou as igrejas de: Ribeira das Patas (Sto. Antão), Ribeira da Barca (S.Tiago), e actualmente, Ach. Fazenda (S. Tiago)

REV RAMIRO MONTEIRO


Ramiro Alexandre Ferreira Monteiro, de 33 anos de idade, natural de São Vicente. Formou-se no Seminario Nazareno de Cabo Verde e serve a seis anos na obra do Senhor. É pastor de jovens no Mindelo, iniciando o trabalho a quatro anos como Auxiliar do Rev. Gilberto Evora e agora do Rev. Socorro Fortes. É noivo da jovem Elizabeth Barros, que vive actualmente nos E.U.A. Seu maior desejo – ser como Cristo!!!

REV JOSUE MONTEIRO


Josue Mendes Monteiro, filho do conhecido sr. Cristiano, natural de Luzia Nunes-Fogo, formou-se pelo Seminario Nazareno em 2002.
Ele é pastor em Relva-Mosteiros
.

REV LECINIO LOPES


Licinio Antero de Mello Lopes, 40 anos de idade, formou-se pelo Seminario do Brasil em Dezembro de 95, pastoreou as igrejas de Praia Branca (SN), S. Domingos (Santiago), e Comunidade Guineense em Santiago. É casado com Maria Goreth e tem 3 filhos. Começou a pastorear em Julho de 1997.

REV EMANUEL SOARES


Emanuel Soares é natural do Maio, saiu do Seminario em 2002. Pastoreou as seguintes igrejas: Povoação Velha-Boavista, Calheta São Miguel e vai pastorear a igreja do Maio apartir deste ano eclesiastico.

REV CLAYTON FERREIRA


Clayton Jose Lima Silva Ferreira é oriundo da igreja de Achada de Santo Antonio. Tem 29 anos de idade.
Formou-se pelo seminario Nazareno em 2001.
Pastoreou as seguintes igrejas: Povoação Velha-Boavista, Bela Vista-Praia e foi pastor de jovens em Achada de Santo Antonio.
Por algum tempo foi director do filme “Jesus”.
Actualmente é pastor em Santa Maria.

REVª CARLA FREIRE


Carla Freire é natural de Pedra Badejo, casada com o Eng. Alector Freire, e mãe de um filho. Ela tem 28 anos de idade e formou-se pelo Seminario Nazareno em 2000.
Ela foi pastora nos Picos, e vai agora para S. Domingos

RELATÓRIO DAS MISSÕES NAZARENAS INTERNACIONAIS

Exmº Senhor Superintendente do Distrito
Exmº Senhor Secretário Distrital
Amados Presidentes e delegados à 54ª Assembleia


Chegamos ao fim de mais uma ano eclesiástico.Louvamos a Deus pela grande oportunidade de servi-Lo neste sector muito importante da Igreja. Misssões Nazarenas Internacionais, representa o braço misssionário da igreja que oferece a todos os crentes a oportunidade de participar no cumprimento da Grande Comississão.
Este relatório representa o trabalho, o investimento, e o zelo dos pastores, dos presidentes locias e a sua equipa, e de todos os nazarenos que à volta das nossas ilhas responderam ao apelo do Senhor da Seara no “ Ide e fazei discípulos”.
Fomos norteados ao longo deste ano pelo tema “ A Cruz toma-a e leva-a para a casa” .
Agradecemos às irmãs Drªs Iniza Araújo e Angela Moreno que num Workshop no ano passado apresentaram “ Estratégias Missionárias” de como levar a Cruz para a casa, a casa como sendo a família, os vizinhos a nossa cidade e arredores, as pessoas nas praças, prisões, e aos necessitados .Todos os participantes ficaram mais ricos e comprometidos com o trabalho missionário.Notamos com alegria que houve uma viragem no modo de concebermos Missões e fazermos Missões.A mensagem da cuz foi levada para casa.Dos relatórios recebidos das diferentes igrejas realçámos com alegria que a mensagem da Cruz exerceu um impacto forte nas nossas comunidades, de pessoas que se converteram a Cristo nas casas, nas ruas, nas praças, através de um impacto social e evangelístico de mãos dadas.Famílias carenciadas contempladas com cestas básicas, roupas, novos testamentos, tudo isto aliado ao poder da mensagem da Cruz que liberta o homem caído.Regitámos com alegria que futuramente algumas igrejas serão organizadas graças ao trabalho da equipa das Missões que com zelo levou a cruz para a casa.
Não podemos ficar indeferentes ao flagelo que invade a nossa terra: a droga, o alcoolismo, a delinquência juvenil, a imoralidade sexual e outros males sociais fazendo estragos no seio do nosso povo.Não podemos ficar apenas contemplando, sejamos interventivos pois temos uma Missão.O tema para este ano continua sendo A Cruz e agora com ênfase Fale dela com coragem. Agradecemos à Drª o Workshop desta manhã que foi um verdadeiro tempo de aprendizagem. Vamos falar da mensagem da cruz com coragem.
Para que isto aconteça precisamos de oração como uma necessidade urgente, como uma prioridade em nossas igrejas. Notamos com alguma preocupação que em algumas igrejas não funcionaram os cultos de Jejum e Oração. Lembramos aqui das palavras de Jesus no livro de Marcos 9:29.”…Esta casta de demónios só com Jejum e oração. Que cada membro da igreja ame a oração, que cada presidente local ame a oração, que cada pastor ou leigo ame a oração, que o povo nazareno seja conhecido como um povo de oração .Oração, quer em privado, na igreja ou com outras igrejas. A oração deve ser a nossa prioridade. Muita oração muito poder, muita oração muito poder. E a oração constitui o primeiro objectivo das Missões Nazarenas Internacionais.
Iniciámos o ano com um programa nacional de oração. Realçámos o dia 13 de Novembro como o dia Internacional de oração e orámos pelos missionários perseguidos à volta do mundo. Destacámos o dia mundial da oração, 1ª sexta-feira do mês de Março. Sabemos e temos experimentado o poder da oração.
Outro objectivo das Missões Internacionais é o de informar os crentes das necessidades do mundo e o que a igreja está fazendo para supri-las. Para isto os presidentes receberam um material rico contendo informações sobre a obra missionária no mundo.
No passado pensava-se que o culto de Missões era apenas para os velhos e os adultos da igreja. Estamos num momento de viragem e podemos desafiar as crianças e os jovens a aprenderem e a participarem da missão da igreja, trazendo a esta sociedade o sangue novo e um novo vigor.
Um outro objectivo das missões internacionais é o de levantar fundos para o sustento do trabalho missionário à volta do mundo. As nossas ofertas de amor para o fundo do evangelismo mundial ajudam a sustentar missionários e a manter a igreja operante ao redor do mundo. As nossas ofertas de alabastro foram levantadas este ano no total de
……….servirão para o crescimento da obra do Senhor no mundo. Só a eternidade nos poderá revelar o alcance do perfume de alabastro. Todas as igrejas poderão no próximo ano recolher as ofertas de alabastro pois já temos as saudosas caixas de alabastro que muita falta vinham fazendo. Os jovens, as crianças e os adultos das nossas congregações poderão agora encher a sua preciosa caixa e abri-la com um “unguento precioso”.Cada pastor ou presidente deverá contactar a nossa irmã Gorete Vaz para mais informações.
Temos este ano uma novidade, as igrejas poderão candidatar-se ao título “Missão de Alta Prioridade” e ao “Prémio de Excelência”.Cada presidente já recebeu um formulário que será preenchido conforme 5 requisitos exigidos:
- Oração
-Conhecimento global
-Envolvimento das crianças e jovens em missões,
-Eenvio do fundo de Evangelismo Mundial ( pagamento total)
-ainda o Pagamento em excesso do Fundo de Evangelismo Mundial por 3%
Se todos esses requisitos forem cumpridos em todas as igrejas e se todas forem Missão de alta prioridade, então o nosso distrito será reconhecido como um Distrito Missão de Alta prioridade.
Através do programa “Elos” apadrinhamos os nossos missionários, a família Duarte D. Maria Teresa e o Rev. Eugénio filhos agora o netinho e no ano passado adoptámos mais um casal o Ver. Mette Praise e família. Através das nossas orações e do nosso carinho estaremos apoiando o trabalho que eles estão fazendo a favor do nosso continente.
Pessoalmente estivemos em algumas igrejas dirigindo mini-semanas e cultos de missões, fomos convidados duas vezes pela VerdeFfam para falarmos às famílias, e aos jovens, Deus foi exaltado nestes dois encontros pois mostrámos que o arquitecto da família foi Deus e Ela continua Sua propridade.
Louvamos a Deus pelo trabalho, zelo e envolvimento de cada presidente e de cada direcção local. Possa ele o Senhor da Seara recompensar a cada um sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor. Todos trabalharam mas alguns se distinguiram por registarem aumentos consideráveis quer em nº de membros, assistência média e finanças. São as seguintes igrejas:
-A.S.A
-Chã de Alecrim
-Fajã
-Maio
-Mindelo
-Monte Sossego
-Paúl
-Patim
- Porto Novo
- Praia
- Ribeira Grande
-Sal Rei
-S. Filipe
Agradecemos a Deus e damos as boas vindas a duas igrejas Palmarejo e Ribeira Bote onde funcionou pela primeira vez o trabalho de Missões Nazarenas, Internacionais.Houve de certeza muito trabalho e esforço, o vosso trabalho não é vão no Senhor. Quando nasce um novo membro, toda a família fica feliz e por isso vamos ficar de pé e dar uma salva de palmas para estes pastores, presidentes e delegados destas duas igrejas. Que continuem fortes, firmes e inabaláveis fazendo Missões até ao dia de Jesus Cristo.
Sabemos que os dados estatísticos não traduzem todo o esforço e o trabalho feito, mas se tomarmos em conta o nº de igrejas os já alcançados e a nossa densidade populacional chegamos à conclusão que precisamos fazer mais. Hoje temos mais recursos disponíveis, pessoas mais capacitadas e podemos fazer muito mais.

Alvos e Planos

-O primeiro de todos os alvos será mais oração. Que cada membro da igreja seja um membro de jejum e oração, Amém, que assim seja. Com a oração teremos mais poder para falar da cruz com coragem .Marquemos no nosso calendário uma semana nacional de oração a favor das necessidades e do mundo e começaremos o ano de joelhos de 1 a 8 de 2008, oremos como igreja.
-Dia internacional de oração 1ª sexta feira do mês de Março
-Dia internacional de oração pela igreja perseguida 13 de Novembro.
Que cada reunião de oração se constitua uma festa espiritual e que este ano seja um ano de oração.

- conforme as informações d a nossa Sede o nosso distrito poderá candidatar-se ao distrito missão de alta prioridade.Mas isso só poderá acontecer se cada igreja local for uma missão de Alta Prioridade, cumprindo os requisitos já indicados

-Analisando o nosso gráfico podemos ver o que foi feito mas podemos fazer melhor.Se falarmos da Cruz com coragem alcançaremos muito mais do que os ….. deste ano. Por isso vamos tomar pela fé o alvo de três mil membros nacionais de M.N.I. e o mesmo em oração comecemos desde hoje a trabalhar para que este alvo seja atingido.
- Notámos com alguma tristeza que em muitas igrejas este departamento não funcionou. O nosso pedido do ano passado continua de pé, que em cada igreja se dinamize um departamento das Missões Mundiais. Que o número de igrejas corresponda ao número de sociedades de missões mundiais, funcionando em pleno.

- Nestes dias tudo está subindo que as nossas contribuições também subam, que em todas as igrejas a oferta de amor caia do nosso vaso de alabastro. Deus prometeu suprir todas as nossas necessidades em Cristo Jesus.

Agradecimentos

Gostaríamos de agradecer a todos quantos oraram por nós. A todos os pastores e presidentes locais pela dedicação no trabalho de Missões.
Aos membros da direcção pelo apoio e envolvimento, obrigada irmãos.
Sou grata à minha família, na pessoa da minha mãe, meus irmãos, cunhados, sobrinhos pelo encorajamento e ajuda.
Às minhas duas princesas presentes de Deus pelo apoio sem medida .Ao meu marido David, meu doce companheiro de jornada, conselheiro e pastor a minha gratidão.
Rendo todo o louvor e toda a glória ao meu Deus pelo Seu grande Amor, pela mensagem da cruz que transformou para sempre a minha vida.Eu sempre amarei a Jesus e falarei da Cruz com coragem

Ana Eunice araujo

RELATORIO DA COMISSAO DE FINANCAS

No dia 16 de Agosto de 2007, reuniu-se a comissão de finanças as 18h45 no gabinete do Superintendente do Distrito, estando presente os seguintes membros:
Reverendo Emanuel David Araújo – Superintendente, Reverendo Ulisses Amado – Tesoureiro, D. Gilda Fonseca Vera Cruz, Sr. Joaquim Graça – Presidente da Comissão e o signatário que secretario a reunião.

O Senhor Presidente deu inicio com algumas perguntas sobre correspondências, e o Reverendo Araújo respondeu, expressando algumas preocupações. O senhor Joaquim Graça realçou que as propostas a apresentar à Assembleia devem ser claras, além do que devem ser distribuídas cópias da acta da reunião.

O tesoureiro apresentou os mapas financeiros, estando registados em vermelho os dados das igrejas que tiveram algumas dificuldades, mas que de forma geral as igrejas cumpriram com o orçamento.

Fez-se menção, da integração dos pastores António Gonçalves e José Heleno Pereira. Falou-se ainda das diuturnidades, a que alguns tem direito, mas o caso será considerado em concertação com as igrejas em causa.

RECEITAS
Para que não haja irregularidades nas receitas distritais, todas as rendas entradas devem constar no relatório ao Distrito, e devem entrar com regularidade os 30%, sabendo que o património é do Distrito.

ASSEMBLEI DISTRITAL
O presidente da comissão falou das despesas, cada vez mais avultadas com a Assembleia tendo em conta as dificuldades financeiras do país. A opinião geral é que as igrejas terão que aumentar as suas contribuições, ua vez que a Assembleia passa a custar actualmente Dois mil contos. A proposta definida é que o aumento nesta área deve atingir o nível de 3% se queremos continuar com este encontro anual.

SUBSIDIOS
Na analise dos mapas financeiros, foram consideradas todas as rubricas, especialmente no que se relaciona com os escritórios distritais. Há que haver actualização, a fim de acompanhar a realidade actual, daí que se torna necessário aumentar alguns subsídios, como viagens do Superintendente, reuniões distritais, manutenção de edifício, limpezas, etc., especialmente com a mudança para o novo edifício. A comissão encomendou um orçamento a englobar as despesas de manutenção.

TRANSFERENCIA
Foram considerados casos designados MUDANÇAS, ou TRANSFERENCIAS, cujas despesas serão consideradas sob a epigrafe “Imprevistos”, uma vez que a verba destinado a isto foi ultrapassada. Na analise da situação financeira houve aumento de receitas, mas as despesas ultrapassaram o que havia sido previsto. Posto isso, recomendou-se reforçar a proposta do ano passado: Que cada igreja inclua no seu relatório todas as receitas entradas.

DIVIDAS PARA COM O DISTRITO
Há que haver um plano para amortização pontual das dividas em relação ao Distrito no sentido de se evitar o problema de défice orçamental, o que poderá causar sérios embaraços no pagamento das contas obrigatórias.

Tendo os assuntos agendados chegado ao término, o Presidente da Comissão, Sr. Joaquim Graça, pediu ao Reverendo Ulisses Barbosa Amado, que orasse para o encerramento da reunião.



O Secretário,
____________________________________________
António M. Barbosa Vasconcelos

ENTREVISTA COM A DRA M. ODETTE PINHEIRO

Dra Odette Pinheiro
“O meu principal desafio foi fazer os alunos sentirem e viverem a Verdade”
A Dra Odette Pinheiro deixa este ano a liderança do Seminário Nazareno de Cabo Verde, depois de 13 anos como directora daquele estabelecimento de ensino. Nesta hora di bai, ela faz um balanço positivo do trabalho feito e deixa ao novo director um desafio: “Procure de Deus a visão e quando a encontrar segue-a e passe-a aos outros”.
Entrevista por: Teresa Sofia Fortes Sousa
- Qual o sentimento nesta hora de saída da direcção do Seminário Nazareno de Cabo Verde?
- O meu sentimento é muito bom. Como sabe, pedi a saída da direcção mas vou continuar como professora. Desde há uns anos, que vinha dizendo que o meu tempo na liderança do Seminário Nazareno estava a terminar. Alguém tinha que tomar o facho para continuar o trabalho. De maneira que, neste momento, o meu sentimento é de expectativa de ver o que Deus vai fazer com uma nova geração e uma nova liderança. Agora, vou ficar na retaguarda, dando o meu contributo como professora e noutras áreas, sempre que se mostrar necessário.
- Qual foi o principal desafio que enfrentou nestes 13 anos como directora?
- Foram tantos os desafios … O meu principal desafio foi fazer os alunos sentirem e viverem a Verdade daquilo que ensinamos e pregamos, embora eu saiba que não somos donos absolutos da verdade. Creio que, quando chegarmos lá em cima, Deus vai dizer-me “Minha filha, algumas vezes, o que ensinaste não é bem aquilo que eu queria”. Sim, tanto no Seminário como nas igrejas sempre pautei a minha postura nesse sentido: quando ouvia algo que não estava alicerçado na nossa doutrina e na Bíblia, procurava sempre mostrar às pessoas a Verdade de Deus.
- Como disse, deixa o cargo de directora mas continuará como professora. Porquê, vocação?
- Bem, enquanto eu sentir que estou a fazer a diferença vou continuar a leccionar. No dia em que sentir a trombeta soar e vir a nuvem levantar, entenderei que Deus decidiu que é meu tempo de partir. Mas, por enquanto, penso que ainda é meu tempo de ensinar no Seminário Nazareno.
- Que sonhos ou desejos alimentou sobre o Seminário Nazareno mas que não conseguiu concretizar durante a sua direcção?
- Consegui abrir o ministério às mulheres, mas há alguns sonhos que não consegui concretizar e isto tem, intrinsecamente, a ver com o fim do meu tempo à frente do Seminário Nazareno. Nestes 13 anos, há coisas que eu não realizei, o que me fez entender que a minha hora de saída estava a chegar. E a minha frustração tem dois pólos. Primeiro, a oficialização do Seminário Nazareno a nível superior, ou seja, a obtenção do grau de bacharelato. Considero que o nosso Distrito tem de pôr isto como objectivo e trabalhar no sentido da sua concretização, não é só dizer que se quer. Sozinha, como directora do Seminário, não conseguiria empurrar a máquina. Segundo, o treinamento dos leigos. Eu sinto que somos fracos como leigos. Penso que a razão porque não estamos a crescer mais é que os nossos leigos estão sentados nos bancos ou a exercer cargos administrativos. Não estão a cumprir os princípios do sacerdócio leigo como está escrito na Bíblia, pois não estão a ministrar.
- Qual a maior ou mais intensa experiência que viveu neste período como directora do Seminário Nazareno?
- Foram tantas as intensas experiências … É difícil destacar uma porque a vida do crente é um contínuo de grandes experiências. Até as coisas más, quando Deus e a sua graça nos acompanham, se transformam em grandes experiências. Também a comunhão com os irmãos, o leccionar aos alunos, as oportunidades de aconselhamento aos irmãos foram experiências intensas e muito boas.
- Que palavras deixaria ao novo director do Seminário Nazareno e à sua equipa?
- Procure de Deus a visão e quando a encontrar segue-a e passe-a aos outros. Ao longo destes anos, eu disse sempre aos meus alunos: não podemos gerir a Igreja do Senhor como uma empresa comercial. A minha lealdade, primeiramente, não é para com uma instituição humana, mas com Deus. E o pastor tem que saber isso ali na sua igreja. A sua lealdade, em primeiro lugar, é com Deus.


Entrevistada por Teresa Sofia Fortes

Cronica do acampamento

Estava escuro, o sol ainda não se tinha levantado e já havia grande movimentação no cais da Praia. De olhos remelentos e sonolentos, cabeça cheia de interrogações e expectativas sem fim, os campistas se encontraram, de malas às costas, colchão numa mão, balde na outra, e o destino era a lha do Maio, para o acampamento da JNI distrital de 2007.
De várias ilhas, igrejas diferentes, realidades várias, todos jovens com o mesmo propósito – Pensar e Viver Cristo, sempre… de 9 a 18 de Agosto, 10 dias para ouvir Deus, sentir Deus, falar de e com Deus juntamente com mais 175 jovens nazarenos.
Como sempre, o primeiro dia foi de instalação, arrumações e conhecer os colegas de quarto e, também, de procurar os do ano passado. Desde o início o espírito foi de colaboração, o que facilitou bastante à equipa da organização, além da calorosa e agradável recepção dos irmãos da Igreja do Maio.
A programação do acampamento incluía pequenos grupos, oficinas, sol, praia, evangelismo e muita vontade de “Pensar e Viver Cristo”. Os pequenos grupos funcionaram todas as manhãs, e eram o espaço onde todos podiam, através de dinâmicas específicas, reflectir sua vida e abrir-se com seu grupo para edificação pessoal e não só. A opinião em relação ao pequeno grupo é generalizada – excelente. Os alvos foram alcançados e o último encontro destes grupos como tais foi na 5ª feira, tendo-se concluído com um momento muito especial em que cada membro do grupo estaria lavando os pés de alguém do seu grupo por quem esteve orando e cuidando durante o acampamento, sem que este soubesse – O Anjo. Cada Anjo se revelou ao seu protegido e, nesse dia, ao se revelar, abençoou seu protegido e muitos compromissos de oração foram feitos para o ano todo.
No tocante às oficinas, vários temas foram tratados, entre os quais Finanças, Unidade, Louvor e Adoração, Evangelismo, Sexualidade, todos com óptimos resultados e muita participação.
Todas as tardes, havia muito sol e muita praia. Todos puderam desfrutar da beleza do mar azul e transparente da vila do Maio, Bichirotcha, mas também muitos puderam experimentar sua fúria de ondas de 3 a 5 metros. Que o diga a Kátia, Neusa e outros (eu própria) que “trufudjaram”. Traumatizante para uns, emocionante para outros. Assim, os dias iam passando.
Cada noite Deus desceu sobre o arraial com todo o seu Poder e Glória para que todos pudessem sentir e ver que Ele É. O Evangelista, Rev. Adérito Ferreira nos abençoou poderosamente usado por Deus, com uma série de mensagens acerca de Pensar e Viver Cristo, tema do acampamento. O momento mais lindo de cada um dos 10 dias passados no Maio, era a hora em que jovens diferentes, meninas, rapazes, uns mais novos do que outros, se humilhavam e prostravam diante d’Aquele que É. Era inevitável as lágrimas correrem, o coração apertar-se e arder no desejo de Pensar e Viver Cristo, Sempre. “Pensai nas coisas que são de cima” (Colossenses 3:1-2); “Já não vivo mas Cristo vive em mim” (Gálatas 2:20); “Se morrermos com Ele, também com Ele viveremos” (II Timóteo 2:11) são alguns dos temas tratados nas noites. Glória a Deus pelo seu toque, pois vimos Sua glória se manifestar naquele lugar.
Um dos acontecimentos mais marcantes do Acampamento Maio 2007 foi a prova do Enduru. Esta consistia de desafios entre equipas mistas de meninas e rapazes que deveriam percorrer uma rota até à Ponta Preta, durante a qual seriam submetidos a provas de muito esforço físico e muita pressão psicológica e emocional. O Objectivo era testar sua paciência, perseverança, espírito de sacrifício e de equipa, obediência à Liderança, submissão e capacidade de liderança. Foi realmente duro pois eram desafiados a ir além do limite pessoal, tendo como obstáculos passar pela lama, descer rochas, escalar montes, passar por pontes de pedras por eles construídas, e tudo isso sempre em equipa e obedecendo ao líder sem questionar nem falar ou opinar. Depois de muitos arranhões, choros, gritos pela mãezinha, desmaios e pés torcidos, todos foram aprovados e valentemente terminaram o desafio que lhes fora proposto. As mulheres surpreenderam a todos superando quaisquer expectativas possíveis e imaginárias não deixando, em nada, a desejar nenhum recruta ou soldado do corpo militar nacional. A população do Maio, espantada, perguntava: “são recrutas??” A equipa vencedora foram os Panteras sob liderança impressionante do capitão Kito. Panteras, grito de gueraaaa……. Em Segundo lugar ficou a Elite Negra e em terceiro, Tigres. As lições daí tiradas foram muito valiosas e garanto que por mais que cada um deles viva nunca esquecerão este dia.
O culto realizado na localidade de Calheta após um tempo de Evangelismo porta a porta, foi tremendo e Deus nos abençoou com cerca de 12 pessoas tomando sua decisão por Cristo. Foi extraordinário.
Em tudo foi um acampamento fora do comum, alcançando a órbita do extraordinário.
Mosquitos extraordinários cujas marcas e recordações de “muita saudade” ainda se notam na pele de cada campista, cujas comichões provocadas pela picada da sua agulha afiada deixam marcas vermelhas tais, que mais parecem pinturas de um grande artista. O Pastor Eliseu, com a “ração” diária de água, e os campistas sempre reclamando “só isso, pastor?”, era a canção que animava nossas manhãs e os fins-de-tarde.
A Igreja e os irmãos do Maio foram grandes aliados e presença constante nos cultos à noite, durante o dia, na cozinha, enfim, em tudo. Bem hajam estes irmãos, pastor e igreja.
Depois de 10 dias de sabura nas terras de Djarmai, o acampamento foi encerrado com uma noite de Óscares seguida do habitual e imprescindível culto da fogueira e queima de votos. Na noite de Óscares, com categorias várias e concorrentes de peso, foi coroada a nova Família Real da JNI Distrital de Cabo Verde com muita pompa e circunstância: Sua Majestade Rainha Janine (Palmarejo), Sua Majestade Jorge (Achada Fazenda), Jovem Exemplar – Princesa Lavínia (Mindelo). Salve!
E assim, de malas prontas, lá estávamos nós de novo enfrentando a realidade mas diferentes e com nova dinâmica, completamente dispostos a Pensar e Viver Cristo, sempre! Cabo Verde nos aguarda, Jesus Cristo precisa de nós.
Campistas, grito de guerraaaaa?
- Na Bênção!!!!!!!!!!


Cronista
Lenisa monteiro

Saturday, August 25, 2007

ASSEMBLEIA 2007



Terminou a nossa Assembleia 2007, com o culto de ordenação. Um total de nove pastores foram ordenados pelo superintendente Geral, Dr Jerry D. Porter (foto), com a benção de todos os presbíteros presentes. Em breve, teremos mais noticias e fotos.

Thursday, August 23, 2007

ENTREVISTA COM O PR ANTONIO GONÇALVES

--Quem é António Gonçalves?
AG: Sou de Assomada, muito cedo me converti, minha mãe me levou à igreja desde pequeno. Muito cedo comecei a sentir o gosto pelo ministério, isto porque, com 8 anos, fui para Boavista ficar sob cuidado do meu tio, que era pastor em Sal Rei e lá fiquei por 3 anos.
A minha vida deu muitas voltas, fui ao Brasil, estudei lá, depois fui vereador na Câmara de Santa Catarina, fiz filosofia das religiões em Portugal.
Sou solteiro e filho único.
Sou uma pessoa que procura viver o dia-a-dia de forma normal.

--Palmeira será a sua primeira experiência pastoral em Cabo Verde?
AG: Talvez a minha primeira tenha sido em Ribeira da Barca. Ribeira da Barca foi como que uma rampa de lançamento para outros voos, nomeadamente em Brasil, onde, durante 5 anos exerci várias funções.

--Escusado será perguntar se está preparado. Que preparação adicional está a fazer?
AG: Toda a preparação é sempre pouca. Preparação psicológica, cultural, enfim. Estou-me preparando.

--Que igreja espera encontrar? Tem alguma informação de Palmeira?
AG: Estive lá pessoalmente, gostei. Vi a parte exterior do templo e pelo que pude ver, muito trabalho me espera. Já leva dois ou mais anos sem um pastor residente.

--Vai continuar com o filme “Jesus”. Que balanço faz do filme “Jesus” agora que estamos em tempo de prestação de contas?
AG: Tenho minha consciência tranquila. Tentei fazer o meu melhor dentro das condições e limitações existentes.
Muitas pessoas assistiram, 184 pessoas se converteram em varias localidades e ilhas por onde passei.
Com novos equipamentos, espero fazer melhor com a ajuda de Deus e colaboração dos pastores.

--É solteiro. Como vai ser o seu ministério sendo solteiro?
AG: Com algumas limitações mas mesmo assim procurarei contornar estas limitações, de forma a fazer o trabalho que tiver que fazer.

--A igreja às vezes pressiona os pastores solteiros. Tem tido alguma pressão?
AG: Não digo pressão mas alguma sugestão…

--Como assim?
AG: Sugestão no sentido de que, tendo uma esposa, fico protegida.

--Sente-se desprotegido?
AG: (risos) Não. Não. Deus me tem protegido.

--Certamente pensa em casar-se um dia?
AG: Penso. Claro. Eu não sou “alérgico”, repito “alérgico” ao casamento. Tenho projecto em ter uma família, espero que seja breve.

--Está a falar em brevidade. E noiva?
AG: Deus tem uma para mim mas ainda não ma
revelou.

--Que espera desta assembleia?
AG: Espero que seja um tempo de muita bênção, um tempo de compartilhar experiência e um tempo de retemperando espiritual para podermos voltar com novas energias para mais um ano eclesiástico.

--Que achou do seminário com o dr. Oliver Philips?
AG: Foi excelente, ultrapassou de longe as minhas expectativas. Aprendi muitas coisas e espero ter oportunidade de praticar os ensinamentos ministrados.

--E a comunhão com os irmãos vindo das ilhas?
AG: Tenho procurado que seja excelente, cada vez mais reforçada no sentido de conhecer melhor os que conheço e conhecer os que ainda não conheço. Está a ser boa.

--Deixe-nos seu testemunho pessoal?
AG: Estou em paz com Deus, comigo próprio e com todos. A sua graça tem sido suficiente.

CONVENÇÃO DA MED


Foi na tarde de ontem. A Escola Dominical é, claramente, incontornável na Igreja do nazareno. Felizmente todos já encarnaram esta verdade e foi confirmada nos relatórios dos presidentes locais.
A Direcção Distrital providenciou as lições. A despeito de não ter havido lições distribuídas, todas as igrejas trabalharam e muito.
A Direcção Distrital foi felicitada por ter feito o seu melhor.
De realçar que, mesmo as igrejas recentemente organizadas, fizeram-se representar na convenção com números e com resultados. Louvado seja Deus.
Bem-haja a Escola Dominical.

CONVENÇÃO DA MNI


A convenção foi aberta com uma oração feito pelo Rev António Barbosa para logo de seguida se começar a apresentação dos relatórios dos departamentos locais pelos respectivos presidentes.
A Dra. Eunice Araújo estava na mesa ladeada pelo secretário distrital, Rev Fontes, e D. Goreth Lopes.
Os relatórios mostraram que se trabalhou bem, principalmente na área social.
A convenção escolheu, por votação, os delegados à convenção geral em 2009, tendo sido escolhidos os seguintes irmãos: Os efectivos são: Cesaltina Levy e Ester Ferreira. Os suplentes são: Hulda Lopes, Carmino Pires e Ana Mendonça
A direcção distrital foi parabenizada e desafiada a continuar trabalhando para edificação da Igreja do Senhor.
Esta convenção foi antecedida de um tempo de “workshop” retratando vários assuntos de suma importância para a MNI.

Tuesday, August 21, 2007

DR PHILLIPS EM CABO VERDE


Durante todo o dia de ontem, os pastores estiveram reunidos, numa das salas do Instituto Pedagógico, defronte da igreja, com o Dr. Phillips, no seminário de ministérios urbanos.
Hoje haverá continuação da mesma matéria.
Está a ser uma boa reciclagem, para os pastores, sobre os métodos de pregação.
O seminário termina amanhã.

Perfil do Dr Oliver R Phillips

Ministro ordenado, o Dr Oliver R. Phillips é presentemente o director da estratégia missionária para Estados Unidos e Canadá, no departamento de Missão e Evangelismo, na sede da Igreja do Nazareno Internacional, em Kansas City. Ele desempenha essa função desde Outubro de 2003. Antes disso, Dr Phillips foi pastor na Igreja do Nazareno da Fé, na cidade de Baltimore, estado de Maryland e Igreja do Nazareno, Comunidade de Esperança, na cidade capital de Washinghton. Dr. Phillips aconselhou e acompanhou o distrito no sentido de se tornar mais inclusivo. Ele serviu em várias juntas a nível distrital, e esteve muito activo no ministério de compaixão. Ele completou a sua licenciatura no Colégio Teológico Nazareno de Caraíbas, e mestrado em teologia, pela Universidade de Howard (School of Divinity). Ele foi recepiente do "Vernon Johns Preaching Award" galardoado ao formando cuja pregação melhor exemplifica o estilo social e profético das mensagens de Vernon Johns, antecessor de Dr Martin Luther King Jr.
Rev Phillips completou o seu doutoramento, no Colégio e Seminário Biblico Internacional. Ele se encontra em Cabo Verde, para algumas palestras com os pastores das ilhas.
Queira visitar o blog e a página do Dr Oliver R Phillips, nos endereços que se seguem:
http://oliversthoughts.blogspot.com/
http://www.rainbowministries.org/

PR RAMIRO NOS EUA


O nosso irmão, pastor Ramiro Monteiro, viaja dia 28 de Agosto para os Estados Unidos.


Ele é pastor de jovens na Igreja central do Mindelo e é dono de uma voz angelical quando canta.


Boas ferias, irmão Ramiro.

PRA CARLA FREIRE


Ela foi colocada em São Domingos para substituir o Rev. Manuel Barros. Casada com o engenheiro Alector Freire e mãe de um lindo rapaz, Carla é natural de Pedra Badejo, onde se converteu e de onde saiu em 1997 para o nosso seminario em Sao Vicente.

Desejamos rico ministério ao casal Freire.

ALVARITO EM ASSUNÇAO


O nosso irmão Alvarito, depois de ter estado no Rio de Janeiro para cobrir os jogos panamericanos, desta vez está no Paraguai, tambem em serviço.


Prometemos mais pormenores.

CABO VERDE GANHA NO BASQUETEBOL


A nossa selecçao, onde figura o nosso conhecido Vitocas, membro da Igreja do Nazareno de Achada de Santo Antonio, ganhou esta tarde a selecçao da Nigéria por 63x52.

Cada vez que uma selecçao nossa ganha um jogo, sentimos o sangue a correr-nos nas veias. Os entendidos dizem que é o sangue crioulo. Afinal temos sangue crioulo, capaz de chorar, de sentir saudades, de brigar às vezes à nossa maneira, de emigrar, enfim, ser caboverdeano é sentir que somos realmente um povo unico neste cantinho do mundo. Esta razao concorre para nos unir mais, para trabalharmos mais e levantar bem alto o nosso Cabo Verde.

Parabens, selecçao de Basquetebol. Assim mesmo.

ENTREVISTA COM O REV SILVINO MEDINA



--Como foi o ano eclesiástico que ora finda?
SM: O ano foi bom em vários aspectos. Houve muitos intercâmbios com a nossa vizinha de Tomé Barraz. Baptizamos 22 pessoas. Em outros sítios este numero pode não parecer expressivo mas para a realidade da Brava é uma grande celebraçao.
A assistência na Escola Dominical subiu bastante. Os dízimos subiram, os irmãos deram mais, fizeram mais, enfim.
No principio do ano, 11 irmãs foram ao Brasil, na companhia da D. Sara Fontes, para uma formação que muito ajudou na igreja.
Realmente foi bom.

--
Conta-nos das bênçãos?
SM: Foi bênção trabalhar com a igreja de Nova Sintra pela segunda vez. Foi uma honra apesar do tempo ter sido curto. É uma igreja singular pelo envolvimento das pessoas com convívios acima da média.

--
Os alvos da igreja foram atingidos?
SM: A maioria. Abrimos um ponto de pregação em Fajã dAgua. Fizemos o nosso melhor. Pusemos a funcionar 5 células de oração (uma já existia)

--
Está de saída de Nova Sintra. Para onde vai?
SM: Vou para S.Vicente. Estou disponível para cooperar com as igrejas quando for solicitado. Estou disponível, sempre disponível. Se aparecer alguma campanha, posso ajudar. Vou estar lá para ajudar e para ser ajudado também.

--
Está magoado com a Igreja de Nova Sintra?
SM:Não! De forma alguma. Eu amo a Brava. Eu amo a igreja de Deus. Sinto que também sou amado e não tenho razoes, muito pelo contrário. Brava está no meu coração.

--
Que pastor marcou mais a sua vida?
SM:Oh! Parabéns pela pergunta. Foi Sr. Álvaro! Era meu pastor, meu primeiro pastor. Mas foi durante uma pregação de pastor Luciano de Barros que testifiquei da chamada de Deus no vale de S.Franscisco.
Rev. Eugénio Duarte também me marcou muito. Ele é meu padrinho de casamento, foi meu professor, foi meu superintendente e ainda é meu líder. Um homem extraordinário.

--
Quer deixar o seu testemunho pessoal?
SM:Claro. Amo a Deus. Estou em paz com Deus, com a minha consciência, família, colegas e com a igreja de Deus. Sinto-me honrado e privilegiado por ser parte da grande família de Deus. O melhor dia da minha vida foi 19 de Novembro de 1978. Foi o dia em que Deus me achou.

--
Deixe uma palavrinha aos visitantes desta pagina?
SM:Convido-vos a visitar a Brava quando puderem por causa do seu clima ameno, da morabeza do seu povo. Brava é um lugar de repouso, um verdadeiro paraíso, melhor remédio para o stress. Apesar do isolamento, de algumas outras coisas…
Jesus virá brevemente e é urgente prepararmos para este grande dia da vitoria do meu Rei. Sinais indicam que Jesus está perto. O melhor que pode acontecer a qualquer pessoa é o seu reencontro com o seu Criador.

O CÂNTARO ABANDONADO


O Dr. Oliver Phillips, prelector durante o seminário com os pastores do Distrito, com a dinâmica que imprime à sua expressão, ilustrou de forma pictórica a conversão da mulher samaritana, depois do seu encontro com Jesus.
Antes ela tivera muitos encontros, e os homens que passaram pela vida dela deixaram marcas profundas que só degradaram o seu carácter. Entretanto, depois de alguns minutos de conversa, ela recebeu Jesus, tudo que a sua alma ansiava e sentiu-se impelida a compartilhar com os outros o que ela recebeu.
Por isso, deixou seu cântaro que ela tinha levado para buscar agua e deu prioridade ao que tinha encontrado em Cristo. Então regressou à cidade e começou a dizer a todos quanto encontrava: “Encontrei um homem” E a principio as pessoas ficavam intrigadas: “Então este é mais um na vida dela!” Mas a mulher concluiu: “Encontrei um homem que me disse tudo quanto fiz”. E levou as pessoas a Jesus, para que também recebessem o que ela encontrou e que a levou a esquecer a água, o poço de onde iria tirá-la e o cântaro que lhe ia servir para transportar a água. Todo o entusiasmo vinha daquilo que ela recebeu deste homem diferente que tinha encontrado na sua vida.

Rev António Barbosa Vasconcelos.

Monday, August 20, 2007

CONHEÇA OS SEMINARISTAS


Neste momento o nosso Seminario tem tres alunos. Uma menina e dois rapazes. A Leniza, o João e o Gilson. Ainda nao sabemos se vai entrar, neste novo ano, outros alunos. Entretanto, ja se sabe que o seminário vai ter novo director como, aliás, ja fizemos mensão.

ENTREVISTA AO REV OSVALDO LOPES


-Como foi este ano eclesiastico na sua igreja?


Osvaldo: Foi um ano considerado positivo, nao obstante, o desejo que fosse de maior crescimento a nivel de membresia. Financeiramente, foi um ano de milagres, tendo em conta o aumento da fidelidade e generosidade do povo. A nivel de conquistas foi o melhor ano para o jardim infantil, tendo em conta, o aumento consideravel no ingresso de crianças, passando 82 para 152 alunos.


-E a nivel de construçao?


Osvaldo: Tambem é altamente positivo, visto termos ja concluido a alvenaria da residencia pastoral, graças ao apoio dos irmaos pertencentes ao grupo de trabalho e testemunho de Pedra badejo, dirigido pelo pastor Arlindo Tavares. Foi muito bom o trabalho desenvolvido por eles, isso nos permite criar a expectativa de concluir a residencia ate Dezembro proximo, querendo Deus e sair difinitivamente do aluguer.


-Qual é sua visao para Monte Sossego?


Osvaldo: Ter uma igreja saudavel, activa e dinamica na sociedade. À altura das exigencias da maior comunidade sãovicentina. Ate lá, há por fazer e solicitamos a oraçao de todos.


- Quanto tempo espera ficar em Monte Sossego?


Osvaldo: Espero ficar o tempo de Deus. Se Deus me conceder a bençao de ver os alvos sendo alcançados, ficarei muito feliz. Por agora, tenho um mandato de 4 anos que espero cumprir. Alem disso, quero viver etapa por etapa.


- Como está o seu relacionamento com a Igreja?


Osvaldo: Eu creio que é um relacionamento bom, estavel, franco e aberto. Tenho notado muita amizade e apreço por parte dos membros. Tenho uma junta responsavel que partilha e colabora em todas as situaçoes. Irmaos que sao verdadeiras bençaos.


- Uma palavrinha aos visitantes desta pagina?


Que Deus continue a abençoar este ministerio muito importante e que cada visitante desta pagina sinta a mao poderosa do bom Deus sobre ele e passe esta bençao aos outros. Um abraço a todos os irmaos na terra longe.

Rev Silas Almeida, o novo pastor da Primeira Igreja do Nazareno de Providence

Durante vinte anos, após o bacharelato de teologia no Eastern Nazarene College, o Rev Silas Tavares de Almeida, esteve ministrando na igreja Emaús e nos ultimos dois anos, na Igreja Nova Aliança, em vàrias categorias, incluindo o ministerio de louvor e adoração. "Este é um momento emocionante, quando, depois de mais de duas décadas servindo a Deus nesta congregação, nesta igreja que tem sido a minha vida por 27 anos, aprouve a Deus nos chamar para servir noutra localidade e em outra capacidade. Em Setembro estaremos pastoreando a Primeira Igreja do Nazareno de Providence. Tem sido uma benção indiscritivel ser o pastor de louvor e adoração. Tem sido um privilégio liderar o orfeão Aliança que, a despeito das dificuldades e limitações, tem ministrado à igreja mas principalmente a mim com a sua boa disposição de querer louvar e engrandecer ao Supremo Deus. Afinal, a nossa audiência principal e unica é Deus, o autor e alvo da nossa adoracão. A comunhão tida com dezenas de membros do orfeão nestes 20 anos nunca será substituida. Tem sido um prazer e privilégio servir a esta congregação. Estaremos deixando esta congregação mas não a vossa comunhão. Como membros, estaremos sendo "transplantados" de um lado para outro lado no Corpo de Cristo. Do outro lado do corpo estaremos nos alimentando com a seiva do vosso sincero amor, dedicada amizade, e constante apoio. Somos gratos a Deus por uma igreja que tem aprendido a demonstrar o verdadeiro amor cristão.Uma igreja que nos tem abraçado e tolerado as nossas fraquezas. Uma igreja que tem aprendido a obedecer à voz do Espirito Santo que fala às igrejas. Contamos com as vossas orações.Agradeço a igreja pela confiança depositada em nós e pelo apoio sempre oportuno", mencionou o pastor Silas. Rev Almeida & familia, estarão a pastorear a Igreja que enviou João José Dias para começar o trabalho evangélico em Cabo Verde. Ontem, dia 18 de Agosto, os membros da Igreja Nova Aliança, tomoram tempo para, durante um jantar, celebrar e apreciar a familia Almeida. O reino fica a ganhar, e prometemos oração ao novo pastor da "First Church of The Nazarene", em Providence
Rev Carlos Tavares

Sunday, August 19, 2007

FOTOS DO ACAMPAMENTO

Prometemos uma cronica completa do que foi o acampamento. O atraso é comprensivel, atendendo que a caravana só chegou ontem por volta das 23h. Tudo correu dentro do previsto mas o relato completo vai ser contado na cronica que esperamos publicar brevemente. Por enquanto vejam as fotos e matem as saudades do acampamento (aperte o titulo)

Saturday, August 18, 2007

FALECEU, O PAI DO REV DE PINA

O Rev Carlos De Pina (foto) perdeu o pai. Sr Emilio de Pina, 73 anos de idade, esteve doente nos ultimos 9 meses da sua vida, tendo sofrido duas tromboses durante este periodo. O enterro acontece na segunda feira, dia 20 de Agosto às 9 horas de manhã. Aos familiares e principalmente ao colega e irmão pastor Carlos De Pina as nossas condolências. Que a graça do Deus consolador vos seja abundante, nesta hora de dor.
Contacto do Rev Carlos de Pina
Tel. fixo : 1-617-541-3415
Movel: 1-617-840-1757
E-mail: carlospinaus@yahoo.com

Friday, August 17, 2007

Acampamento no Maio

Termina hoje o acampamento que decorre desde semana passada na ilha do Maio. Os responsaveis asseguram que tudo decorreu dentro da normalidade e os campistas têm muito que contar.
Veja, amanhã, todas as incidências do acampamento deste ano com testemunhos, crónicas, poesia, enfim, tudo o que se passou. Teremos um album com muitas fotos.
O regresso da caravana está previsto para amanhã de manhã no navio "Barlavento".

Thursday, August 16, 2007

SEMINARIO NAZARENO



O Dr. Price é o novo director do Seminário Nazareno em S. Vicente; O Rev Gastão Correia é o novo coordenador académico . A actual directora, Dra. M. Odette Pinheiro, pediu para sair da liderança, disponibilizando-se a continuar sua colaboração como professora.

PS: Aperte o titulo para ver o "perfil " do Dr Matthew Price

Faleceu sr. Alirio

Na terça-feira passada fomos chamados para o visitar em Achada S.Filipe.
O seu quadro era grave. A esposa D. Benvinda estava desanimada esperando a pior. E aconteceu. Sr. Alirio morreu esta manhã no hospital da Praia.
De recordar que o casal é natural da Brava, vive actualmente em Assomada onde participava activamente na igreja local.
O funeral é hoje à tarde, às 16h, em Assomada. É a partir da igreja do Nazareno de Assomada e o Rev Levy está a estas horas, segundo nos informou, a preparar a mensagem fúnebre. Estamos a caminho de Assomada para participarmos no funeral e apresentar, pessoalmente, as nossas condolências.
O nosso irmão era pai de quatro filhos e contava com 58 anos de idade. Mostraremos a foto dele logo que seja possível.


Á esposa do sr. Alirio, D.Benvinda e aos filhos, todo o consolo do alto.

REV EVORA NA EUROPA


O nosso irmao Rev Evora está de ferias na Europa.
Este domingo pregou na Holanda. Faz-se acompanhar pela filha D. Rosely Lima.
O Rev. Evora, segundo fontes familiares, continua em boa forma aparentando ter muito menos idade do que realmente tem.
Boas férias, irmao

PS:Aperte o titulo para ver algumas fotos

Wednesday, August 15, 2007

VISITA ESPECIAL

Hoje à tarde fui visitar a mãe e os dois filhos do jovem que ontem morreu no tal acidente que noticiamos.
Ela está inconsolavel. Oramos com ela e prometemos voltar.

FUNERAL NA IGREJA DA PRAIA


Foi a enterrar, esta tarde, a nossa irmã D. Deolinda Ferro que falecera anteontem conforme tínhamos noticiado.

A urna esteve todo o dia no salão de culto da juventude da Praia.

O funeral foi dirigido pelo Rev Noel Alves em vertude de o Rev Adérito Ferreira se encontrar no Maio como evangelista do acampamento.

COLUNA DO PR LINO MAGNO


QUANDO DEUS PARECE DISTANTE

Será que você continuará a amar, confiar, obedecer e adorar a Deus, mesmo quando não sente a sua presença, nem há evidência visível da acção divina em sua vida? Salmo 42: 1-3" DIA E NOITE PORQUANTO ME DIZEM CONSTANTEMENTE ONDE ESTÁ TEU DEUS"? Quando você é cristão novo, Deus lhe dá muitas emoções comprovatórias e frequentemente responde ás suas orações mais imaturas e egoistas. Tudo para que você saiba que ele existe, mas à medida que você crescer na fé ele irá emancipá-lo dessa dependência. Deus quer que você sinta a sua presença, porém ele está mais interessado que você confie, e não tanto que o sinta. Nos dias de hoje o erro mais comum que os cristãos cometem ao adorar a Deus é buscar uma experiência em vez de buscar a Deus. Eles buscam sensações e se elas ocorrerem, concluem que foram bem sucedidos em adorar. Errado! Na realidade Deus em geral afasta as nossas sensações para não dependermos delas. Philip Yancey observou sabiamente: " TODO O RELACIONAMENTO COM DEUS, POR MAIS ÍNTIMO QUE SEJA, O PÊNDULO VAI OSCILAR DE UM LADO PARA OUTRO." É aí que a adoração fica difícil. Para amadurecer a amizade, Deus irá testa-lo com periodo de aparente separação. Épocas em que se tem o sentimento de que Deus nos abandonou ou nos esqueceu, tem-se impressão de que Deus está a quilómetros de distância. João da Cruz se referiu a esses dias de"SECA ESPIRITUAL, DÚVIDA E DISTANCIAMENTO DE DEUS, AINDA COMO "A NOITE ESCURA DA ALMA" Henri Nouwem chamou-os de " O MINISTÉRIO DA AUSÊNCIA", A. W. Tozer chamou-os de " O MINISTÉRIO DA NOITE". As situações que mais põem á prova a nossa fé, são aquelas em que a vida desanda e Deus não pode ser achado. Isso aconteceu com Jó. Quando isso acontece, Derrame seu coração perante Deus, descarregue todos os seus sentimentos perante ele, Jó fez isso quando disse" Por isso não posso ficar calado. Estou aflito e tenho de falar, preciso me queixar, pois o meu coração está cheio de amargura". Saiba que Deus pode lidar com sua raiva, seu sentimento, sua confusão e suas indagações. Não se apegue necessariamente em suas emoções, CONCENTRE-SE EM QUEM DEUS É. SUA NATUREZA IMUTÁVEL. Ele é maravilhoso, nunca muda, seu amor é constante, e sempre atuante em prol dos seus queridos filhos. Raymond Edmam disse: nunca duvides na escuridão do que Deus lhe disse na luz". LEMBRE-SE DO QUE DEUS JÁ FEZ POR VOCÊ. O maior feito e a maior dádiva Jesus já fez por ti e por mim.
Que Deus te abençoe querido irmão!
Lino e Cida Magno
Brasil.

Tuesday, August 14, 2007

UM BRUTAL ACIDENTE




Um grave acidente de viação, esta manhã, junto à rotunda "homem de pedra", tirou a vida a um jovem, morador em Bela Vista - cidade da Praia. A vítima respondia pelo nome de António Duarte e tinha 27 anos de idade.
Há ainda mais três feridos ligeiros internados no hospital da Praia.
A vítima morava perto da Igreja do Nazareno de Bela Vista.
Duas viaturas estiveram envolvidas neste acidente sendo uma delas um autocarro da Moura Company.
É incrivel como os acidentes acontecem. Foi dito que a causa terá sido falha mecánica no autocarro da "Moura". Independentemente de quem seja a culpa, não podemos estar a andar na rua com o credo na boca porque os condutores andam como querem, entram onde querem, não se importando com nada, nem com ninguém. É claro que não são todos os condutores. Mas aqueles que são, deviam ser enquadrados para que os outros possam aprender a liçao.
Pessoalmente não me dou bem com os acidentes. Carrego, por toda a vida, marcas no meu corpo e na minha mente de um brutal acidente de viação que me deixou paralítico seis meses. E desse acidente morreu um grande amigo meu. Felizmente escapei para contar a história.
Quem não sabe andar na estrada que pare. É preciso acabar com esta irresponsabilidade, não tem outro nome. Irresponsabilidade, doa a quem doer.
Quem, como eu, ainda sofre a dor de um acidente não pode subscrever actos selvagens como o de hoje de manhã.Hoje sou deficiente motora por causa de um acidente perfeitamente evitável.

Por favor, me compreendam.

COLUNA DO DR JOÃO GOMES

A LUZ E O SAL

No último retiro de casais da Igreja do Nazareno da Achada de S. António, que teve lugar em finais do mês de Maio último na Vila do Tarrafal de Santiago, e a convite da Igreja do Nazareno da Praia, no dia 12 de Agosto de 2007, tive o privilégio e a honra de ser o palestrante de dois temas: “O casal cristão e seu papel na sociedade” e “Cristianismo e Cidadania”. Foram temas muito semelhantes com vários pontos conexionados, pelo que, praticamente, não tive muito trabalho, pois, o esboço feito para o primeiro serviu, quase mutatis mutandis, para o segundo. Em ambas as ocasiões, pude compartilhar com os meus irmãos, alguns pontos de vista que no meu entender têm sido bastante descurados, não sendo este artigo senão uma sinopse desses temas.
Um dos primeiros pontos compartilhados (sufragado por todos) foi o da Igreja precisar redefinir a sua natureza e missão, para que ela consiga (nós consigamos) melhor identificar a sua (nossa) tarefa no mundo actual. Efectivamente, o mundo hodierno já não se compadece com as mesmas liturgias de há anos atrás, e os mesmos programas de sempre já não chegam para nós cumprirmos a nossa tarefa de ser o sal da Terra e a luz do mundo - Mateus 5:13 e 5:14. Temos de usar a nossa conversão como forma de influenciar, positivamente, o mundo, ao invés de, quais deuses num Olimpo menor, ficarmos, liturgicamente, a julgar os outros em funções de nossos padrões (pouco bíblicos, às vezes), sem qualquer efeito prático. Na verdade, se é imprescindível continuarmos a proclamar o evangelho, outrossim, é fundamental, sermos mais exigentes e ousados na nossa forma de actuação. A este propósito, foram lançadas algumas perguntas para nossa reflexão: (i) não obstante podermos ser leitores assíduos da Bíblia e nunca faltarmos às actividades da igreja, somos conhecidos na sociedade onde estamos inseridos, e em caso afirmativo, pelas boas razões? (ii) Se os (ainda) descrentes, não vierem à igreja, saberão da nossa existência? (iii) Temos tido voz e actuação perante os principais problemas que assolam a nossa sociedade: a toxicodependência, a violência doméstica, o sida (aids), o desemprego, a corrupção, entre tantos outros?
É um desafio tremendo para todos a tarefa de redefinir o nosso modo de agir, para que cada vez mais, sejamos, efectivamente, o sal e a luz do mundo. E isso começa logo pela área da influenciação política. Temos de ter coragem para estarmos cada vez mais presentes, individual e colectivamente, na arena politica, algo que não se restringe tão só ao direito de eleger e ser eleito para cargos políticos. Mas essa influenciação passa também por pressionar os órgãos decisores na tomada de posições legislativas e políticas que contribuam para a elevação da moral, da ética e da boa governação. Como disse alguém «o sal precisa sair do saleiro». E as Sagradas Letras nos avisam das consequências da nossa falta de participação política: «Quando os justos se engrandecem, o povo se alegra, mas quando o ímpio domina, o povo geme» - Provérbios 29:2.
Além disso, temos de ter a coragem para exercer de forma prática a nossa cidadania, quer como indivíduos, quer como comunidade cristã, significando, basicamente, participar na vida da “polis”. Na verdade, nosso envolvimento sócio-político não se restringe ao envolvimento em partidos ou em eleições, mas refere-se a toda expressão de vida comunitária: associações de moradores, de cidadãos, de estudantes, ONGs, significando para os cristãos a possibilidade de participarem na vida das suas comunidades e a assumirem posições em face dos problemas sociais, à luz dos ensinos da Bíblia. Aqui surge a possibilidade de a Igreja fazer parcerias com outros grupos sociais, como forma dela contribuir, de alguma forma, para aliviar a crise social. Não se pode ficar indiferente face à violência, à miséria, às drogas, à injustiça social que, a cada dia, vão chegando mais perto das nossas famílias e das nossas comunidades. Temos de exercer uma influência positiva, transformadora e libertadora em nossa sociedade actual. Que Deus nos dê graça e misericórdia para cumprir nosso papel, nesta geração. Muito mais havia a dizer neste contexto, mas os textos nos blogs devem ser pouco maçadores, e para não cansar os leitores, quedo-me por aqui!
No amor de Jesus,
João Gomes

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...