Sugestoes

Nao deixe de ler: Por cada 100 casamento, ha 70 divorcios &&&&& Epistolaonline deseja a todos Feliz Natal &&&&& Nao temas, estou contigo &&&&&

Wednesday, August 29, 2007

Entrevista com Superintendente


“A 54ª assembleia distrital superou todas as expectativas”
O reverendo David Araújo foi reeleito no domingo, 26 de Agosto, para o cargo de Superintendente da Igreja do Nazareno de Cabo Verde. Em entrevista, o reeleito Superintendente mostra-se satisfeito e aponta os objectivos para o novo mandato.

Entrevista por: Teresa Sofia Fortes Sousa

- Qual é o seu sentimento pela sua reeleição para o cargo de superintendente da Igreja do Nazareno de Cabo Verde?
- Como eu disse no meu relatório, entendo a superintendência como um lugar de serviço e como servo de Deus estou sempre disponível para o serviço onde e enquanto Deus achar conveniente. A igreja demonstrou querer que eu ficasse e entendo ser esta também a vontade de Deus. E, assim, continuo disponível para o trabalho. Mas, se a Igreja do Nazareno tivesse escolhido outra solução, eu não teria problema algum em deixar o cargo e permitir que outro avançasse porque cheguei a esta assembleia com a disposição de fazer a vontade de Deus.

- Quais os principais alvos que almeja para a Igreja do Nazareno durante este seu novo mandato?
- O nosso principal objectivo é levar a Igreja do Nazareno a cada recanto de Cabo Verde. Durante muitos anos, tivemos sempre igrejas em pontos estratégicos do nosso país, ou seja, nas cidades e vilas, mas o alvo é poder alcançar povoados que nunca alcançamos antes, num grande movimento de plantação de igrejas nas nossas ilhas. Actualmente, a Igreja do Nazareno tem cerca de 5 mil e 300 membros, que congregam em 46 igrejas organizadas. Mas se compararmos com a assistência que temos nos nossos cultos, este número é muito maior. A nossa intenção é poder reforçar o trabalho da igreja para que a membresia tenha maior expressão a nível nacional. Para isso irá contribuir os 15 pontos de pregação que, dentro de um ou dois anos, serão oficializadas como igrejas. Também é nosso objectivo ter uma igreja muito mais interventiva em termos sociais. Vamos trabalhar para ter uma igreja que combata os males sociais não só dentro do templo mas também fora, e uma igreja muito mais forte também no campo social e ciente das injustiças que possam existir no país para combater as mesmas injustiças.

- Como avalia a 54ª assembleia distrital?
- Eu creio que ela superou todas as expectativas. Antes da assembleia tivemos um tempo de formação para os pastores sobre ministérios urbanos com um prelector que veio dos EUA, um homem com muita experiência, que tocou os pastores pessoalmente e também a forma de fazerem o ministério. Logo após, tivemos connosco o superintendente geral da Igreja do Nazareno, o Dr. Jerry Porter. É a primeira vez que temos um dirigente do nível dele que chega e fala o espanhol, que é uma língua muito próxima do português, e que conseguiu falar directamente ao povo, ou seja, sem ter intérprete. E pela forma como ele apresenta a Palavra de Deus, vimos um homem com um horizonte muito mais amplo, que rompeu um bocado com aquilo que é tradicional em termos de pensamento da Igreja e as contribuições dele vão certamente ajudar a Igreja do Nazareno de Cabo Verde a experimentar profundas mudanças no futuro.

- Quais as principais recomendações e objectivos saídos desta assembleia distrital?
- Como eu disse há pouco, um dos nossos objectivos é ter maior intervenção a todos os níveis. E os pastores levam o desafio de alcançarem pontos ainda não alcançados. Lançou-se o desafio de um maior compromisso com o discipulado, isto é, treinarmos as pessoas a nível espiritual. Também é nosso objectivo ter uma igreja bem voltada para o nosso século e para as necessidades do nosso tempo.

- A Igreja do Nazareno de Cabo Verde inaugurou durante esta 54ª assembleia distrital o seu estúdio de gravação, sito no prédio novo da igreja que fica no Plateau. Qual o objectivo da Igreja do Nazareno ao apostar neste tipo de infra-estrutura?
- Há muitos anos temos um programa – “A Hora Nazarena” -, que gentilmente tem emissão na Rádio Nacional, tempo esse que o governo de Cabo Verde concede às igrejas reconhecidas em Cabo Verde. Mas nós cremos que esse tempo é pouco para o trabalho que queremos fazer. Então, construímos um estúdio, património da Igreja do Nazareno, e em parceria com a Rádio Transmundial conseguimos os equipamentos. Em parceria também com a Rádio Transmundial, conseguimos dar treinamento a 10 pessoas. Temos recebido também algum apoio das comunicações da Igreja do Nazareno em África. Já temos instalado no estúdio os equipamentos básicos e já estamos a produzir um programa – “Palavra di Hoje” -, em crioulo e que está a ser transmitido pela Rádio Comercial. Temos intenção de fazer um outro programa, este sobre fé e ciência, e também um programa de leitura da Bíblia em crioulo. Estes são programas que já podemos fazer no nosso estúdio. Mas a nossa intenção é poder equipá-lo mais e melhor para podermos também fazer gravação de música cristã para aproveitar o potencial dos jovens que não têm recursos para sair fora do país. Numa fase seguinte, logo após o projecto começar a andar bem em termos de estúdio, nós pretendemos criar uma rádio ligada à Igreja com o propósito de passar a mensagem da salvação, dar instruções educativas ao povo e apresentar outra alternativa em termos de rádio. Nós temos várias rádios em Cabo Verde, mas o que notamos é que privilegiam mais o entretenimento e muita propaganda que não ajuda. Por isso, nós queremos ter uma rádio que ajudará na promoção do nosso povo.

- Outra novidade da Igreja do Nazareno é um novo director para o seminário nazareno. Quer isso dizer que o Seminário Nazareno vai entrar numa nova era?
- Queremos que o Seminário Nazareno suba de nível, passando a atribuir o nível de bacharel aos nossos alunos e depois prepar­á-los para eventualmente poderem seguir outros níveis de estudo ministeriais. Portanto, a grande meta é poder elevar o nível da escola, mas também ter uma escola com programas de extensão. Temos vários alunos que não podem ir a São Vicente e o alvo é poder oferecer o curso pastoral nas diversas ilhas. É uma grande aposta e estamos também a procurar ligação com outras escolas teológicas fora de Cabo Verde. Temos uma escola pequena, que tem alguma dificuldade e ela deverá estar associada a outra escola, outra instituição conhecida no mundo.

No comments:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...