Sugestoes

Nao deixe de ler: Por cada 100 casamento, ha 70 divorcios &&&&& Epistolaonline deseja a todos Feliz Natal &&&&& Nao temas, estou contigo &&&&&

Thursday, November 29, 2007

Culto especial em Achada




Decorre hoje, 29, em Achada de Santo Antonio, um culto especial sobre familia. O pregador sera o Dr. Geraldo Nunes, director da Faculdade Nazarena do Brasil (clique no titulo para uma visita virtual)


Todas as igrejas foram convidadas a estarem presentes.


Amanha havera um tempo especial de oracao, na igreja da Praia, para senhoras e um tempo de formacao para pessoas que trabalham com adolescentes.


As fotos do casamento da Zoca

Demorou mas chegou. Aqui estao as fotos que prometemos. A Zoca esta feliz, meio aerea, ainda a desfrutar os primeiros dias da vida de pombinhos. Confessa que esta a viver um grande momento. O Edmilson e a zca estao nas nuvens. Assim mesmo.
Deus abencoe o vosso casamento, o vosso lar e os vossos muitos filhos que Deus vai vos dar.

Parabens.


(clique no titulo para ver todas as fotos)

Seminario Nazareno em foco



Encontra-se em Mindelo uma delegação da Faculdade Nazarena do Brasil (www.fnb.com.br), para discutir com os líderes nazarenos nacionais sobre o futuro do Seminário. Para o efeito, deslocou-se a S. Vicente o superintendente distrital, Rev David Araújo para, conjuntamente, com os outros responsáveis do Seminário discutirem uma possível cooperação
Devido à sua importância, procuraremos publicar os resultados desta reunião, logo que a mesma tenha terminado.

Nhánhá vai ser madrinha aos 102 anos


Inédito, Nhánhá vai ser madrinha aos 102 anos de idade. Será no próximo dia 15 de Dezembro. Ela é madrinha de Maria Antónia. Ela já fez saber que quer estar lado a lado com o padrinho durante a marcha nupcial. Já mandou confeccionar um quequi especial para a mesa da noiva.
Se a Maria Antónia vai ter uma madrinha, Eliseu não fica atrás, vai ter um padrinho especial, muito especial.

Aline Correia, faz anos


Há três dias atrás a Any fez anos. Hoje e a vez de Aline. Este é o segundo aniversário que não assistimos. Sempre estivemos nos anos dela. Aline é um anjo de Cristo, linda como a mãe e serena como a mãe.
Neste dia do seu aniversário e, porque isto vai ficar escrito, queremos dizer à Aline que a amamos desde da tenra idade
Esta parte é só para a Aline.
Temos uma prendinha para ti, ela chegará às tuas mãos por intermédio de Eliseu que vai para o Fogo na próxima semana. Não sabemos que prenda teus pais te deram mas, se ainda não te deram a prenda, aproveite e peça a que sempre quiseste ganhar. Uma irmãzinha.
Um pedido assim no ano dos teus anos não seria negado.
Parabéns a você nesta data querida. Muita festa com muita pipoca, toresminha, sumos, quebra-porta, divirtida, rissóis e o bolo com as seis velinhas. Deus te ajude e te guarde sempre.
Beijinhos de parabéns.

(Clique no titulo para ver algumas fotos )

Ildy em Cabo Verde


Chega à Praia, amanhã, dia 30, a nossa irmã D. Ildy na companhia da sua filha recem-nascida, Olivia, para uns dias de férias.

Sejam bem vindas e boa estada.

Email de Miriam Canuto

Fiquei muito contente com o site (epistolaonline). Tem sido uma benção para mim e é uma forma de matar as saudades da terra. Sinto mais perto da minha terra e mais perto da minha igreja... Quando leio as informaçoes sobre como está a nossa igreja em Cabo Verde, a alegria é imensa... Que Deus te abençoe e continue a dar-te capacidade para prosseguir com o site...
Que Deus ilumine a sua vida e a sua familia... Bençaos e mais bençãos para vocês.

Beijos...

Miriam Canuto

Tenerife - Canarias

Tuesday, November 27, 2007

Faleceu o professor Sr Antonio Andrade

Faleceu na madrugada de ontem na ilha do Sal o nosso irmao sr. Antonio Andrade. O funeral foi ontem a tarde no cemiterio de Pedra de Lume.
Ele era membro da nossa igreja em Espagros e contava 98 anos de idade.
Ele e pai do nosso irmao, sr. Silvino, membro da igreja da Praia.
Nossas condolencias a familia enlutada

Thursday, November 22, 2007

29 de Novembro de 1994

Foi neste dia memoravel que a minha vida virou pelo avesso. Claro, no bom sentido. Nasceu neste dia a minha filha Evy. Dei uns aleluias dentro da maternidade da Praia, em voz muito alta, alguns griliram os olhos julgando que poderá ser algum fugitivo da psiquiatria que ficava bem ao lado. Mas nao era nada disso. Eu tinha visto o meu rebento, descontrolei, emocionei-me e saí a gritar. As pessoas nao podem ser livres de expressar a sua alegria para os outros nao pensarem que se enlouqueceu. Eu esqueci desta regra.

No dia 29 vai fazer 13 anos. Ela já está uma rapariga com seios crescedinhos e tudo. Como o tempo passa depressa. Recordo como hoje.



Novembro é especial pra mim. No dia 17 foi o Eliseu, no dia 29 é a Eveline. Estamos em festa.



Ontem perguntei para ela que presente quer receber de mim, respondeu logo: Quero um uniforme novo. Pensei que ainda estava pensar em bonecas e vem com esta. Como nao sou de ferro, dei uma chorada e depois providenciei com a Sara a forma de trazer pra ela o presente.



E de mais a mais, Ela é muito bonita e inteligente. Tambem sendo filha de quem é, nao podia ser deferente. Aleluia.



Pastora Ester Ferreira é aniversariante

No próximo dia 28, a nossa irmã, pastora Ester Ferreira faz anos. Como sempre, quando se trata de senhoras, não publicamos o número de velinhas que apagam. No caso concreto de D. Ester, podíamos ate dizer, mas não queremos quebrar a regra. Ela não tem idade muito alta, já passou os trinta mas facilmente, devido à sua jovialidade e beleza bem cuidadas, pode-se pensar que ainda esteja na casa dos 20.
De recordar que ela é esposa do Rev Adérito Ferreira.
Actualmente é pastora de jovens na igreja da Praia, curiosamente, onde fora presidente de Juventude em 1984 substituindo o jovem Adérito Ferreira que nesse ano ingressara no Seminário Nazareno.
Ela tem duas filhas – A Edlise e a Eliane.
Deus abençoe a nossa irmã, Pastora Ester Lima Ferreira.

Wednesday, November 21, 2007

SAUDADES DO PAI


20 de Novembro de 1915, nascia o meu pai, Álvaro Barbosa Andrade, em Cabeça de Carreira, Santa Catarina. Quando vim ao mundo ele tinha 48 anos e, portanto, não pude aprender com ele a nadar, como aconteceu com os meus irmãos Lidia e David, ou a jogar futebol, que ele tanto sabia, como me contaram alguns amigos dele. Por ser um defesa inultrapassável, ele ganhou a alcunha de "Tubarão".
Na minha adolescência, senti o peso da sua forte presença na educação e formação do meu carácter, mas quando regressei do exterior com o meu diploma ele já se tinha reformado. Olhando para trás, gostaria de ter compartilhado mais tempo com ele na infância, na adolescência e na juventude. Talvez porque, agora, procuro estar muito tempo com o meu filho Diego e ser parte das suas atividades.
Aqueles que nos conhecem, dizem que me pareço muito com o meu pai, tanto no físico, como em determinados aspectos da minha personalidade, o que para mim é um "orgulho". Gosto muito dele e tenho guardado algumas lembranças que me deixaram profundas marcas.
Nununo, como era conhecido pelos mais próximos, era o humor em pessoa. Para ele, o humor era um estilo de vida e não um simples momento alegre ou de contar anedotas.
A frontalidade era uma das suas principais características e nunca o vi mudar de opinião devido às transitórias circunstâncias da vida. Talvez o tenho feito - quem não o faz!!?? - mas a memória que tenho dele é de quem para o qual a palavra é mais importante do que a posição social, conta bancária ou pretensões.
Nununo sabia entender as pessoas. Às vezes a paciência não abundava - que o digam a Lidia, o David e a suas pernas -, mas no meu caso, talvez devido à idade avançada, encontrei nele alguém que me entendia, embora não estivesse sempre de acordo. Muitas vezes batemos de frente em conversas sobre política, futebol e religião.
Por exemplo, engoliu a seco a minha opção pelo jornalismo e não poucas vezes me pediu que tivesse cuidado, principalmente na cobertura de assuntos políticos. Quando critiquei a invasão do Panamá pelos Estados Unidos, ele ouviu da boca do cônsul americano que eu nunca entraria no país. Outra vez, mostrou-se preocupado, mas nada mais. A foto acima foi tirada com ele e minha mãe nos Estados Unidos em 1993.
Os seus colegas, principalmente os mais novos, sempre encontraram nele um amigo, um conselheiro. As conversas eram longas, mas produtivas, segundo me contaram alguns.
Poderia escrever páginas e páginas de recordações do meu pai, mas vou deixar aqui apenas duas referências que considero marcantes. Em Outubro de 1999, eu estava em Moçambique e ele adoeceu. Nesse período comentou com um familiar: "o Alvarito não vem todos os dias visitar-me, mas sei que posso chamá-lo a qualquer momento".
O segundo episódio aconteceu no seu último ano de vida. Depois de uma discussão, ele me acusou sem razão. Quando à tarde fui apanhá-lo na pracinha para levá-lo para a casa, a primeira coisa que fez foi pedir-me desculpas. Aos 83 anos! Um pai pedir desculpas ao filho??!!
Isso não é para qualquer um. Só para homens de H grande, apesar das suas falhas, como todo ser humano.
Por isso, Deus lhe concedeu aquele que talvez foi o seu último pedido. No dia 31 de Dezembro de 1999, disse que tinha terminado a sua missão aqui na terra e que se Deus quisesse podia levá-lo em paz. Três dias depois ele falecia, sem chorar nem sofrer.
Chorei pouco com a partida dele porque sabia que ele estava feliz onde se encontrava. Mas depois de tantos anos tenho saudades do pai! E sinto falta das suas orações, sempre às 3 da manhã!
Alavarito Andrade www.blogdoala.blogspot.com

FAZENDO O CERTO


Prezado José Heleno,

Li o teu editorial/nota de imprensa sobre os emails que criticavam alguns textos postados no epistolaonline e, alguns, pediam até a censura. Fiquei contente com a tua explicação, principalmente com o esclarecimento de que o blog não é da Igreja do Nazareno, mas sim um espaço teu criado como canal de comunicação entre pessoas que se conhecem ou que se relacionam. Entre amigos, quero dizer-te que também fiquei confuso, principalmente quando um dos nomes propostos para o blog - e que veio a ganhar - era a versão online do meio de comunicação da Igreja em Cabo Verde, a Epístola. Mas o que chamou a atenção foram as críticas que dizes ter recebido nos emails, e é por isso que te escrevo. Lembrei-me de várias cenas e situações da vida; então me detive nas críticas condenatórias, que censuram, que impedem o crescimento, que “enguettam”, que engavetam tudo. As críticas positivas e construtivas, essas sim, são sempre bem-vindas. Então lembrei-me de um amigo meu. Já adolescente ele estava consciente do objetivo que tinha proposto para a sua vida. Bem cedo o chamaram de atrevido por se meter em converas de adultos. Poucos gostavam dos seus amigos que, por sinal, nem eram conhecidos no meio. O pior é que ele gostava de se sentar, conversar e comer com pessoas que, também, não eram bem vistas pela sociedade. Para complicar ainda mais a situação, não dava a mínima importância àqueles que se sentiam donos da verdade, que impunham aos outros uma forma (errada) de viver. Mas esse meu amigo não se preocupou com as críticas negativas e seguiu o seu caminho. Era duro, mas ele estava feliz porque em nenhum momento deixou de fazer o que achava correcto. Mesmo quando tinha de engolir em seco e tinha vontade de jogar tudo para o ar, ele continuou. Inclusive, chegou a pedir socorro e disse para o pai dele: “Papá se for possível dá-me outra tarefa porque esta é muito dificil!” Ele continuou e no final, com um sorriso nos lábios e a missão cumprida disse: “Terminei!”Este meu amigo é Jesus Cristo. Se ele foi criticado, quem não o será? O legado dele é que continuemos a fazer o bem, sempre e quando sabemos que estamos no caminho certo. Força José Heleno.

Aquele abraço,


Alvarito

Monday, November 19, 2007

Mini-semana da JNI em Achadinha

Deste ultimo sábado passado ate próxima terça-feira, A JNI de Achadinha está em actividades. São cultos especiais. É pregadora, a nossa irmã e colega, Reverenda Carla Freire, pastora em São Domingos.
De recordar que é presidente da JNI de Achadinha a nossa conhecidíssima irmã Amandia Lima.

D Any Correia faz anos

Any, como é carinhosamente conhecida, faz anos no próximo dia 25. Por ser uma senhora, não devemos anunciar quantos anos vai fazer. Em todo o caso, devemos dizer que ainda não chegou na casa dos trinta.
Não conseguimos apurar, se vai ou não vai haver alguma festa. É possível que haja, até porque, três dias depois, 28, será a vez da Aline, também soprar as seis velinhas.
Sendo banqueira, dinheiro não será desculpa para não haver uns salgadinhos.
Porque sabemos que Aline e Any são muito queridas e certamente muitos vão querer dar-lhes os parabéns, vai aqui os contactos da Any: Telefone 2811369, móvel 9921288, email: Anycorreia75@yahoo.com.br . À Aline vamos voltar mais à frente.
Feliz aniversario, Any.

Djony em Cabo Verde

Depois de alguns anos a radicar nos Estados Unidos, eis que volta à terra natal o nosso irmão João Gomes, mais conhecido por Djony. Veio acompanhado da mãe, D. Luxa, que para lá se deslocara em tratamento. D. Luxa voltou bem de saúde.
Na sexta passada estiveram com a família toda reunida em São Francisco num casamento sui generis de um parente tendo o Rev David Araújo a presidir a cerimónia. Parece-nos ter sido o primeiro casamento realizado em São Francisco.
Não temos muitos dados mas vamos atrás e prometemos trazer todos os dados e fotos, se houver.
Aguardem.

Eliseu fez anos


Eliseu, meu filho, fez 5 anos no sábado passado, dia 17. Não houve festa devido aos muitos afazeres da Sara. Mesmo assim no final da tarde, acendemos as cinco velas que ele apagou com único sopro. Depois oramos.
Feliz aniversário, Eliseu.

Campanha Evangelistica em Mindelo


Decorre de 18 a 25 de Novembro uma campanha evangelistica na igreja do Mindelo tendo como evangelista o Rev Aderito Ferreira.
Para o efeito, o Rev Ferreira viajou sábado à noite para Mindelo. Durante uma semana pregará uma série intitulado “Fogo em casa”. Ontem, no devocional, convidou o povo de Deus a apropriar-se do Fogo que está em sua própria casa num sermão cujo título foi: “ E virá sobre vós a virtude”.
Em dias de muitos fogos “estranhos” é bom que se fale sobre fogo. Nunca tivemos tantos fogos como agora. A dimensão da propaganda é igual ao poder do seu próprio fogo, isto é, zero. Impressionante. É pão molhado, azeite de Israel, água do Jordão, quarentenas, enfim… tudo para impressionar. Neste emaranhado, é nossa responsabilidade pregar o evangelho puro, que transforma vidas e santifica corações.
Por estes dias Mindelo vai estar com “Fogo em casa”.

Saturday, November 17, 2007

Missionários, vindos de Argentina, em Nova Inglaterra


Em deputação pelas Igrejas do distrito de Nova Inglaterra, encontra-se a familia Almeida, missionários na Argentina. Após ter passado pela entrevista com o Conselho Consultivo Regional, o casal Almeida foi recomendado para uma entrevista com a Junta Geral e a Junta de Superintendentes Gerais, para ser considerado para comissionamento como Missionário Global- querendo isto dizer, que a Igreja Internacional reconheceu não somente a sua capacidade para a tarefa que desempenhava na altura, mas também o seu chamado missionário. Dr Fernando Almeida, de Portugal e Dra Liliana Pires Almeida, que é natural de S. Vicente, Cabo verde, foram assim enviados de Portugal para a Argentina. Depois de alguns meses na Argentina, visitam agora as Igrejas de Nova Inglaterra nos Estados Unidos, falando da obra que Deus tem feito naquele pais em particular, e na America Latina (do Sul) em geral. Ontem, dia 16 de Novembro, o casal missionário, esteve na Igreja Nova Aliança, em Brockton, onde é pastor, o Rev Benedito Monteiro. Ainda em Brockton, o casal Almeida, vai estar hoje, dia 17, na Primeira Igreja do Nazareno. Desejamos a familia Almeida, muitas bençaos do Senhor. Que incluam Cabo Verde, também, na futura agenda de visitas.

"Uma grande inversão" pelo Dr Fernando Almeida


"Agostinho, o famoso pai da Igreja que está na base de muito do que é dito hoje na teologia cristã, não é geralmente muito bem visto nos meios Wesleyanos, especialmente no que diz respeito à sua perspectiva pessimista sobre o pecado e homem. Porém, hoje, encontrei algo de muito interessante enquanto lia o que um autor escreveu sobre ele: "Agostinho dá-nos uma análise penetrante da condição presente dos homens nesta dimensão quando ele observou que nós deveríamos amar a Deus e usar as coisas, mas em vez disso, tendemos a amar as coisas e usar a Deus."Agostinho falava disto em relação ao homem sem Deus, mas, temo que esta seja também uma grande verdade, especialmente quando olhamos para a realidade de muitos cristãos que só frequentam a Igreja quando necessitam de algo -- quando não necessitam seguem com suas vidas buscando mais e mais coisas, como se isso fosse o "amor das suas vidas", e usam Deus para aquilo que as coisas não trazem resposta.Temos de deixar que a conversão nos transforme mais profundamente do que um mero assentimento mental ao que a nossa mente entende do plano da salvação. A conversão não somente nos põe de boas relações com Deus, mas traz-nos uma mudança de vida - que implica uma mudança em todo o nosso ser.Quiçá, parte do problema não ficasse resolvido, se em vez de trazermos as pessoas Deus com base no medo que sentem de ir parar ao inferno; as trouxemos a Deus com base no amor que sentem a Ele?"
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
PS: Dr Fernando Almeida, é casado com a caboverdiana, Dra Liliana Pires Almeida. O casal Almeida, foi enviado como missionario global, para Argentina. Clique no titulo, ou no link, para visitar o blogue deles http://teologizando.blogspot.com/

Tuesday, November 13, 2007

Isaura, 81 anos!!


11 de Novembro de 1926 nascia a minha mãe, a quem puseram o aportuguesado nome Isaura Pereira da Silva. Depois do casamento, acrescentou Barbosa Andrade. 11 de Novembro de 2007 - completou 81 anos de vida e, segundo me dizem os irmãos que estão em Cabo Verde, ainda consegue cansar aqueles que tentam acompanhar os seus passos nos passeios na Praia.
É fácil escrever sobre a mãe, mais fácil ainda é cair no lugar comum de todas as homenagens, porque mãe é mãe. Escuso-me de a agradecer porque procuro fazer isso com as minhas acções, fruto do que Ela me ensinou e que decorrem da sua própria personalidade e forma de viver. Agradeço, sim, a Deus pela mãe que me deu.
A minha mãe marcou-me pela sua integridade e firmeza de carácter. Para ela, a verdade é só uma: "não" é não, e "sim" é sim. O pior - ou será melhor?! - é que conheci na pele essa realidade. Que o digam as minhas pernas...
A procura pela perfeição - humana, claro - sempre me impulsionou a dar um passo a mais e a fugir do lugar comum. Desde um prato bem arranjado, ainda que apenas com atum e arroz, a falar corretamente o português e a saber comportar-se em privado e em público, são exemplos de uma faceta da Isaura que está bem presente no meu dia a dia.
Outro aspecto que deixou marcas profundas na minha vida é a descrição da minha mãe, embora Ela também seja protagonista. Como esposa de pastor evangélico durante quase 40 anos de ministério por várias ilhas, Ela ouviu e vivenciou histórias de centenas ou milhares de pessoas que a procuravam para ouvir um conselho ou apenas para desabafar. Mas da boca d'Ela, não se ouvia nenhum comentário público que pudesse pôr em causa a confiança n'Ela depositada. Nem mesmo em casa a ouvimos falar, por exemplo, dos problemas que Ela e o meu pai enfrentavam, situação normal em qualquer casamento.
Vou parar de inumerar as facetas da minha mãe que deixaram marcas na minha vida, porque teria de encher milhares de página na Internet. No entanto, não posso deixar de citar a forma como Ela nos legou a fé em Deus: vivendo o Cristianismo de forma natural e real, no privado e no público, sem um discurso na rua e outra prática em casa. E sempre: confiando em Deus!


Obrigado mamá!!!
Por Alvarito Andrade www.blogdoala.blogspot.com

Explicação

Devemos uma explicação aos nossos estimados leitores. Muitos são os emails que temos estado a receber. Por todos agradecemos.Temos, entretanto, a dizer que alguns emails têm sugerido filtrar algumas informações para se evitar mal-entendidos. Outros aconselham a não publicação de alguns trechos, mesmo que tenham sido publicados no passado, atendendo que estão, segundo essas opiniões, descontextualizados. Porque todos esses emails são de pessoas que nos merecem o maior respeito e são leitores fiéis desta página, entendemos ser importante esclarecer o seguinte:
Esta página não tem um editorial definido pelo que, às vezes, dissertamos em vários assuntos que julgamos poder interessar ao visitante. Ela foi aberta por nós (José Heleno) como meio de comunicação por excelência no nosso mundo actual. Ela não foi criada para reflectir o ponto de vista distrital em alguns aspectos. É claro que, por causa das notícias das nossas igrejas que saem, podem pensar que é uma página distrital mas, na verdade, não é. O distrito, segundo informações, pensa reactivar o seu site oficial brevemente. O que sempre nos norteou foi o desejo de preencher este vazio informativo até que se crie um órgão para o fim. O distrito em nenhum momento custeou as despesas desta página nem o podia fazer. Toda as despesas sempre foram nossas e as tomamos como preço de uma das nossas grandes paixões – comunicação. Verdade é que esta paixão nos trouxe algum aperto ao nosso orçamento familiar. Iremos até onde pudermos. Já temos planos para, nos próximos meses, comprar um computador e mais tarde ligar Internet na nossa própria casa. Este é um sinal claro de que desistir, como alguns chegam a sugerir, não está no nosso dicionário.
Posto isto, resta-nos assegurar a todos que, a despeito das dificuldades, é nossa intenção continuar a “blogar” todos os dias sempre com aquela mesma paixão, sentido de responsabilidade e desejo ardente de ver, a cada manhã, a cor das bandeiras dos países onde radicam os nossos visitantes.
Por último, devemos pedir desculpas e devida compreensão àqueles que não têm gostado do nosso humor pessoal inserta nas notas publicadas. Na medida do possível, sem nos descaracterizarmos, tentaremos corrigir.
Um grande obrigado a todos sem excepção. A todos, inclusive, àqueles que, não tendo nada para dizer e num tom humorístico e inofensivo, nos manda “plantar batatas”.
Este é o nosso poleiro. Venham e cantaremos juntos nesta “Manhã Submersa”, parafraseando Virgílio Ferreira.

Por: José Heleno Pereira

Blog do Alvarito

Estimados amigos,

Depois de um longo interregno devido ao excesso de trabalho, muitas viagens e alguma preguiça, decidi voltar a actualizar o meu blog que, para mim, é apenas um espaço de comunicação. Gostaria que estivéssemos na praça, num café ou na sala das nossas casas tomando um café e falando sobre o nosso dia-a-dia, mas o destino de criole - a stranja - assim não quis.
O meu blog não é um lugar de exibição ou prática jornalística, mas tão somente um despretencioso canal pós-moderno de mandar mantenha e fazer de cada um de vocês partícipe do meu dia a dia. Espero pela vossa visita e comentários.

http://blogdoala.blogspot.com/

Mantenhas tcheu,

Alvaro

Coluna do Pr. Oziel Morais





CELEBRAI AO SENHOR
Telemóvel ou Bíblia...
Telemóvel é algo bom e muito útil, o problema é que muitas vezes tem recebido mais atenção do que devia, e até mais do que a Bíblia. Esse aparelho tem se tornado essencial no dia-a-dia do homem do século XXI. Mas para o crente acredito que o essencial é a palavra de Deus e isso só se encontra na Bíblia, por isso e por muito mais ela merece a nossa maior atenção. Agora imagina comigo e veja se tenho ou não razão...
Já imaginou o que aconteceria se tratássemos a nossa Bíblia do jeito que tratamos o nosso Telemóvel?
E se sempre carregássemos a nossa Bíblia no bolso ou na Bolsa?
E se déssemos uma olhadela nela várias vezes ao dia?
E se voltássemos para apanha-la quando a esquecemos em casa, no escritório...?
E se usássemos para enviar mensagens aos nossos amigos?
E se a tratássemos como se não pudéssemos viver sem ela?
E se a déssemos de presente às crianças?E se a usássemos quando viajamos?
E se lançássemos mão dela em momentos de emergência? Mais uma coisa:
Ao contrário do telemóvel, a Bíblia não fica sem sinal. Ela "pega" em qualquer lugar.
Não é preciso se preocupar com a falta de saldo porque Jesus já pagou a conta, e o saldo não tem fim.
E melhor de tudo: não cai a ligação, e a carga da bateria é para toda a vida. A Bíblia não substitui o telemóvel, cada um tem a sua utilidade, mas a Bíblia tem e merece mais atenção e importância que o telemóvel em nossa vida.

Pr. Oziel Morais

Superintendente no Sal

O superintendente do distrito, Rev David Araújo, encontra-se no Sal para conferir posse ao pastor António Gonçalves em Palmeira. Esta demora deveu-se à dificuldade em encontrar uma moradia para o Pr. Gonçalves.
Este acto de posse encerra a temporada de transferências pastorais este ano. As mudanças para o próximo ano poderão começar brevemente atendendo que algumas igrejas de auto-sustento vão fazer a revisão pastoral periódica, outras vão votar para escolha do pastor, para cumprir uma exigência do nosso Manual, sem contar com as outras possíveis mudanças em igrejas que não são auto-sustentadas.
Pr. António Gonçalves estreia-se no ministério depois de alguns messes interinamente na Várzea.
Deus abençoe o nosso colega Pr. Gonçalves.

Rev Cleiton Ferreira na Praia

Chegou ontem, segunda-feira, à Praia para uma visita de ordem pessoal o nosso irmão e colega, Rev Cleiton Ferreira. Actualmente ele é pastor em Santa Maria.

Sónia Araújo em Moçambique

Está em Moçambique a nossa irmã Sónia Araújo em serviço. Ela viajou esta semana e por lá deve permanecer por uma semana. A Sónia trabalha no Ministério do Ambiente. E em dias de muita poluição, ter alguém que entende da matéria, deixa-nos mais descansados.
Nos últimos tempos a poluição ambiental virou matéria de discussão em todas as latitudes. Em todo este emaranhado, já bastante poluído, acresce-se a poluição doutrinária que tende embrulhar a falsidade em papel de verdade baralhando e confundindo os incautos.
Precisamos de um ambiente saudável em todas as esferas da vida. O que pudermos fazer para despoluirmos o que está poluído, devemos fazer.
Sónia, volte logo. O nosso ambiente reclama.

Igreja de Relva

A nossa igreja em relva encontra-se em actividades este fim-de-semana. Haverá cultos especiais tendo como pregador o pastor Charley da igreja "Kairós" de S. Filipe.
De recordar que é pastor em Relva, o nosso irmão e colega, Rev Josué Monteiro.

Friday, November 9, 2007

Aos meus amigos (II capítulo)

Aleluia! Ontem, depois de ter publicado o primeiro capitulo, apareceu um dos tios do Eliseu, meu grande amigo, meu camarada, meu irmão. Ulisses! Veio antes de ler o I capítulo. Deu-me aquele abraço de costume, estava com muita pressa como sempre e acabou por embalar ficando, mais ou menos, duas horas. É verdade que ele esteve ausente por algumas semanas a ponto de o próprio Eliseu notar. Terminada a visita, o Eliseu me perguntou: o tio volta amanhã? Respondi: agora é todos os dias. O Eliseu deu umas três voltas dentro de casa a correr e a gritar: agora vou ver o carro do tio todos os dias. É claro que o tio Ulisses não vai ficar zangado com um sobrinho só porque, de forma honesta, gosta mais do seu carro que do tio. Em compensação, o Ulisses sabe que somos amigos, somos irmãos.
A Eveline, minha primeira filha, censura o Eliseu lembrando-lhe que tem mais tios. O Eliseu, teimoso como o pai, só reconhece a buzina do carro azul do tio Ulisses estacionado à sombra do tendente perto da janela do quarto da Evi. A Evi que parece conhecer mais tios, continua a estranhar a ignorância do irmão mais novo lembrando-lhe os nomes dos outros tios, a cor dos carros dos outros tios, onde moram, quantas vezes já cá estiveram.
Perguntou a Evi: Então você já se esqueceu do tio Toti?
- Claro que não mas ele não tem carro.
- Já vi que você é mesmo ignorante.
A conversa continuou entre os irmãos mas mudaram de tema. Passaram para os desenhos animados.
Quantas vezes nós também passámos para “desenhos animados” deixando o essencial?
Poderíamos ir a uma pesca, almoçar juntos de vez em quando, orar, os primos brincariam juntos, enfim, tanta coisa poderíamos fazer. Temo que de mim Os Eliseus, os Elias, as Alines, as Dirces, as Ruths, as Tamares, os Calebes, os Esdras… estejam a reclamar mais do que uma simples mãozinha na cabeça de vez em quando.
Somos uma família, estamos no mesmo barco e no mesmo mar. Uns em conveses, outros em camarotes mas no mesmo barco.
Amigos são amigos. Quando perdemos um não dormimos à noite. E no dia que o recuperamos, a noite será pequena para tanto sono e sonhos.
Se despirmos do nosso orgulho somos capazes de ir atrás dos nossos amigos até encontrá-los. Eles também não estão a dormir. Assim, todos vão poder dormir sossegados e em paz.
E é de paz que todos precisamos.
Precisamos!

(continuação no próximo capítulo)

Wednesday, November 7, 2007

Aos meus amigos (I capítulo)

Ontem sonhei com um dos meus amigos mais chegado. Depois de acordar pela manhã, orei por ele, este meu amigo mais chegado. Orei pelos outros também. Talvez a razão do sonho tenha sido por causa de algumas perguntas inconvenientes que o Eliseu, meu filho, me vem fazendo. Pus-me a pensar: Até o Eliseu com os seus quatro anos, quase cinco, conseguiu entender e perguntar o porquê de não ter visto nos últimos tempos alguns “tios”. Claro que dei aquela resposta diplomática que todos temos sempre na ponta da língua mas que nem ao Eliseu, desta vez, convenceu. – Oh meu filho, então não vês que o tio está com muito trabalho e tão pouco tempo. E a reacção dele não se fez esperar: “Forti trabadjo”. E tratei, não sei se bem ou mal, de convence-lo que realmente esta era a razão da ausência dos tios. Não sei se consegui. A sua ironia me deixou com dúvidas.
Nós sabemos muitas coisas dos nossos filhos. Sei, por exemplo, que Eliseu está a questionar a ausência do tio, mais pelo carro do tio do que pela pessoa do tio. É que ele gosta tanto de carros. Mas sei também que ele gosta dos tios.
However, eu não gosto dos tios do Eliseu por causa dos seus carros ou outras coisas. Os meus amigos são meus amigos porque somos amigos. Amizade não se compra. Conquista-se. Somos amigos e pronto. A amizade comprada ou fiada, ou seja lá o que for, morre antes de nascer.
De forma errada, segundo minha opinião, alguns acham que nossos verdadeiros amigos são aqueles que estão sempre connosco a elogiar-nos mesmo quando a coisa sai pelo torto. E quando sai torto, vamos todos em coro provar que somos amigos de verdade; afinal a coisa saiu torto por causa dos outros. A culpa não é tua.
Aprendi que o verdadeiro amigo é aquele que nos fala a verdade com honestidade e com todo o amor. Não são nossos amigos aqueles que nos escondem a verdade.
Estava a ler um texto que me chegou às mãos que por acaso falava de amizades. Havia lá algumas frases que achei interessante. Eis algumas delas: “Amigos são como estrelas, às vezes não as vemos por causa das nuvens mas estão lá”. “Amigo é aquele que abraça sem perguntar ou reclamar”. “Amigo é aquele que entra quando todos saem”. “Amigo é aquele que chega sempre na hora”.
Temo perder meus grandes amigos. Estou acostumado aos seus abraços e às suas visitas. Nestes últimos dias, alguns, por causa do trabalho, não têm podido aparecer. Sei que estão lá. Só não estão a aparecer por causa do trabalho, ou melhor, de algumas “nuvens”.
O vento vai levar as nuvens mas os meus amigos estão lá. Pregados!
Hoje resolvi pensar em voz alta invocando os meus amigos. Onde estão?
Apareçam já. Estou a pedir.
Só estou a pedir. O Eliseu é que está a exigir.
Graças a Deus tenho muitos amigos mas parece que estão de férias.
Apareçam!

Raquel Levy

As notícias vindas de Portugal, onde se encontra a nossa irmã Raquel Levy, são boas. Ela é natural de Tarrafal de Santiago, vive actualmente em Portugal para onde emigrara em 2002.
Deus abençoe a nossa irmã Raquel Levy

Tuesday, November 6, 2007

Igrejas do Fogo na Vila da Igreja

Foi no dia 1 de Novembro como de costume. No ano passado foi no Patim, este ano os nazarenos do Fogo escolheram a Vila da Igreja. O número esteve perto dos trezentos. Quem fez a contagem informou que 240 pessoas, número exacto, estiveram presentes. Houve muita animação, temas diversos para todas as faixas etárias ao cargo dos pastores da ilha. Não faltou, por ser tradição da ilha, muito milho verde. Os jovens nhameram o milho à vontade.
Foi-nos prometido as fotos do certame. Serão publicadas logo que chegarem.

Deus abençoe as igrejas do Fogo. Estão sempre juntas. Qualquer feriado serve para se arrumar um convívio, um passeio, um culto, um sarau. No Fogo é fácil organizar. Os nazarenos do Fogo oram juntos, crentes e pastores. Noutras paragens, infelizmente, não é assim. Esta é daquelas coisas que podíamos apreender. Ficar juntos só nos fortalecem mais. O tempo de cada um ficar no seu cutelo deve acabar. Juntemos.

Os irmãos do Fogo estão de parabéns.

Estaremos aqui para anunciar o próximo encontro no próximo ano.

Até lá.

Email de Ederlino Sança


Prezado irmão

O trabalho que estás a fazer me deixou bastante sensibilizado. Segundo me consta, esta é uma das suas grandes paixões.
Agradeço-te pelo excelente trabalho que estás a fazer abençoando todos nós, nazarenos da diáspora e de cá dentro.
Desejo-te as maiores bênçãos do Senhor.

Iderlino Gilberto Lima Sança
Santa Maria – Sal

Visita diária

É do nosso conhecimento que a nossa irmã Odette Rodrigues (foto) visita esta pagina diariamente.
Queremos, publicamente, agradecê-la.
Deus abençoe à nossa irmã.

Monday, November 5, 2007

Aproxima-se o Natal

Faltam menos de dois meses para o Natal. Participamos em programas, festejos, ceias e, como sempre, damos uma oferta especial nas nossas igrejas. Por estas alturas, muitos aproveitam para presentear os afilhados, os amigos e pessoas mais chegados. Não pode faltar a tradicional troca de cartões. Entretanto, o mais importante vem sendo esquecido. Parece que depois da festa, todos saem satisfeitos por terem cumprido o ritual. Mas será?
Para alem da verdadeira mensagem do Natal que está relegada para o segundo plano, esquecemos também que Deus não escolheu a dedo os beneficiários do seu presente – Jesus Cristo. Ele, Jesus Cristo, é um presente de Deus para todos os homens.
Que tal este ano, por ocasião do Natal, oferecer um presente a quem achamos que realmente precisa, sem necessariamente o conhecermos. Seria estranho. Pois seria.
E depois? Oferecemos um presente a quem não conhecemos, não sabemos o nome, nem onde mora. Porque é que temos de conhecer a pessoa a quem presenteamos?
Se presentearmos a quem não conhecemos, a pessoa beneficiada agradece no momento e depois nunca mais a avistamos para, de forma inocente, lhe darmos o remoque. Assim nascem os conhecidos ingratos. Na verdade nós “fabricamos” esses ditos ingratos. Uma boa forma de combatermos a ingratidão é não nos preocuparmos em conhecer a pessoa a quem fazemos algum bem.
Quantas vezes somos surpreendidos na rua por pessoas das quais não recordamos, que nos fazem muitos elogios e quase se ajoelham aos nossos pés por alguma vez lhes termos feito algo que reputam de grande importância.
Já agora, pense numa pessoa desconhecida e prepare um bom presente. Depois de entregar-lhe o presente, esqueça o endereço e entre no novo ano sem pensar que vai esbarrar com algum ingrato pelo caminho. Entendeu?
Pense nisso.

Por: José Heleno Pereira

A palavra dos outros

(Este veio estampado na nossa folha de salário do mês de Setembro.)
“Um abraçao. Estamos sempre juntos aconteça o que acontecer. Deus te abençoe e te proteja”
Assina: Ulisses Amado.

“O irmão se internacionalizou. Muito prazer”
Assina: Rev Dr. Mário Lima.

“Oh irmão, forti sodadi”
Assina: D. Zinha Monteiro.

E-mail de Gerson Lopes

Recebemos, na semana passada, um e-mail de Gerson, mais conhecido por Bruno, jovem de Achada a estudar no Brasil.
Agradecemos ao Bruno as visitas diárias a esta página, extensivo a todos quantos nos têm dado o prazer da sua visita.
Ficamos a saber que Bruno está bem.
É nosso desejo chegar a cada estudante nazareno que esteja fora do País. Queremos ajudar a cada um a ficar mais perto lendo notícias de Cabo Verde.
Estamos a preparar um fórum na net onde todos os estudantes, lá onde estiverem, vão poder participar. Se pegar, será repetido regularmente. Comecem a pensar. De China a Bolívia, De Brasil a Argélia, de todo o lado, todos na mesma sala a falar a mesma língua. Será brevemente.
Um abraço ao Bruno e promessa das nossas orações.
Deus abençoe ao Bruno.

Dra Liziana Barros nos EUA

Encontra-se de férias nos EUA, a nossa irmã, Dra Liziana Barros. Ela é filha do casal Barros (D. Ana e Rev Manuel Barros). Actualmente ela é delegada de saúde na ilha do Maio.
Ela viajou na semana passada e por lá vai ficar quatro semanas.

Boas férias!

Friday, November 2, 2007

Casamento em Achada de Santo António

É amanhã o casamento da Zoca e do Edmilson. Zoca converteu-se em Achada, tornou-se membro decorria ainda o ministério do Rev Renato Monteiro. A este propósito, já se encontra na Praia o nosso colega, pastor Renato, para participar no enlace. Será amanhã, dia 3, pelas 16 horas.
Edmilson é membro da nossa igreja em Tarrafal de Santiago.
Prometemos publicar todas as fotos num álbum especial, amanhã, logo depois da cerimónia.
Parabéns à Zoca e ao Edmilson.

Campanha evangelistica na Praia

Chega amanhã, dia 3, a Cabo Verde um dos pastores mais douto que Cabo Verde viu nascer. O homem de palavra fácil e bem encadeada está de volta. Pregará na Praia de 4 a 11 de Novembro. Ele responde pelo nome de: Mário Daniel Silva Lima.
Rev Lima começou o seu ministério na ilha do Maio, depois passou por Ribeira Grande – Santo Antão e por Espargos, Ilha do Sal. Para além do ministério pastoral desempenhou altos cargos no distrito como sejam: Presidente da JNI distrital por muitos anos, secretário do distrito, membro da junta de credenciais ministeriais, membro da junta consultiva. Sob seu ministério a igreja de Espargos ascendeu a auto-sustento em 1977. Nesse mesmo ano foi ordenado presbítero pelo superintendente geral, Dr. V. H. Lewis, por ocasião da 24ª assembleia distrital que decorreu na cidade da Praia de 3 a 8 de Agosto do referido ano.
Depois de servir em Cabo Verde por muitos anos, emigrou para as terras lusas. Para além de pastorear, chegou a superintender a nossa igreja em Portugal. A par do ministério, fez uma formação superior numa área que sempre foi sua paixão – História.
O Rev Lima é casado com D. Rosely, tem três filhas: Carla, Lorena e Clânia.
Ele é natural da ilha da Boavista, tem 59 anos
Irmão, venha!
Queremos abraçá-lo

Thursday, November 1, 2007

Canteiro do Poeta


Ciclone

E o ciclone chegou!
Embravecido e furioso
Sacudiu a casa
E deixou-a fendida!
Fustigou as arvores
E deixou-as quase nuas.
O ciclone chegou!

O inimigo afirmou
Entre gargalhadas:
“Missão cumprida
Venci a batalha”
Porém insatisfeito
Ficou à soleira da porta
À espera de mais uma batida.

A casa ficou fendida
Mas não ruiu!
E as flores das arvores
Não caíram todas.
O coração estremeceu
Mas não parou.
Foi apenas um ciclone”

Entre risos do inimigo
E a fúria do vento
Uma voz mansa soou:
“O inimigo não ganhou a guerra!
Não te deixarei
Nem te desampararei…
… Eis que na palma
das minhas mãos te tenho gravado”.

E a paz voltou à minha alma!

Por: Irene Ramos
“In Epistola, Setembro/1984”

Temperado na fornalha do sofrimento

Como se tempera o aço, como se afina o ouro, como se purifica a prata, Deus, tão Bom e Mesiricordioso, procura temperar os seus filhos na fornalha do sofrimento. “Eis que te purifiquei, mas não como prata; provei-te na fornalha da aflição” (Isaías 48:10)
Por opção pessoal ansiamos por uma vida plena de alegrias, desejamos que tudo seja um festival de risadas e folguedos. Todavia, quantas vezes, Deus opera em sentido oposto ao nosso querer. Não poderá haver uma vitoria plena sem um Getsemane de sofrimento. A têmpera de Deus é exigente.
Páscoa vitoriosa significa suor. Páscoa verdadeira significa cálice de amargura. Quanta crença empobrecida porque se quer viver com Jesus mas praticando uma vida fútil e estéril sem uma gota de suor e sem um pingo de sangue. Quanta fé barata sem um “angustiar-se muito”, sem um “entristecer”, sem um “passe de mim este cálice”.Ninguém quer sofrer um agravo. Ninguém quer sofrer uma afronta. Poucos sabem resistir à calunia. Tanta gente fraca gerando fraqueza e fazendo “fraca a forte gente”. Páscoa significa ser-se temperado na fornalha do sofrimento e exclamar com o Mestre “a minha alma está cheia de tristeza até à morte” (Mateus 26:38). Entre lágrimas suor e sangue, o Senhor tempera a alma dos valentes. A dor intensifica os clarões dos céus e a sua dor elimina a nossa.
Isaías chamou Jesus de “Varão de Dores”. Palmilhemos o trilho do “Varão” porque pelas suas pisaduras seremos sarados. (Isaías 55:3-4).
PAI, queima o nosso querer na Fornalha do Teu desejo.

Rev Gilberto Évora
“In Epistola, Abril/1985”

Nazareno a morrer de sida

Keith Smith, de 30 anos, faleceu de enfermidade relacionada a S.I.D.A. no dia 30 de Outubro, em Waynesville, N.C. Ele e a família eram membros activos da igreja do nazareno de Lakeview, Waynesville, segundo informação do pastor Paul Mabry.
Smith tinha estado por 10 anos envolvido com homossexuais, antes de se converter. Frequentava o Instituto Bíblico Nazareno em preparação para o ministério quando, em 1986 lhe foi diagnosticado caso de S.I.D.A. No ano seguinte teve de regressar a Waynesville para junto da família.
Hospitalizado durante seis semanas e parte do ano anterior (1988), ainda assim falou em vários colégios locais e a vários grupos, incluindo médicos directores sobre o trabalho entre as vítimas de S.I.D.A.

“In Epistola, Janeiro/1990”

O homem e a igreja amanhã

A igreja de Jesus Cristo terá continuidade. Venceu o “Ontem”, vai vencendo o “Hoje” e “Amanhã” estará segura batalhando para cumprir o mandato do Senhor: “Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda a criatura”.
O homem sempre foi o elemento de primeira utilidade na comunicação entre Deus e a raça humana. Primeiro, Ele o criou à Sua imagem e semelhança e, por intermédio de Noé, o utilizaria como porta-voz para chamar o povo que se havia afastado dEle. Na sua jornada através do deserto, liderado por Moisés, o povo de Israel outra coisa não mostrou senão o que acontece com o homem que sai da Babilónia do pecado para entrar na Cana da salvação. Toda a Bíblia mostra uma e a mesma coisa – Deus se comunicando com o homem, utilizando o próprio homem.
S. João, no capítulo sete do livro de Apocalipse, ao falar da igreja de Cristo utiliza as seguintes palavras: “estes são os que vieram da grande tribulação…” Sem duvida que um dos últimos grandes acontecimentos que antecederão a vinda do Senhor Jesus é a grande tribulação que assolará a igreja e na qual “o amor de muitos se esfriará”. Se agora estamos vivendo dias áridos e frios, tempos virão em que a aridez se transformará em sequidão crónica e o frio se transformará em autentico vendaval de gelo. A igreja será escravizada, os crentes serão tragados pelos homens seus companheiros e a Palavra de Deus, muito mais valiosa do que o ouro, será queimada e destruída de sobre a face da terra. No meio de tudo isto Jesus se apresenta desafiando: “tende bom animo, eu venci o mundo” e para prometer que “estou convosco todos os dias até à consumação dos séculos”.
Ainda que eu e tu venhamos a cair fulminados ao sairmos de cada logo à tarde, a igreja de Cristo continuará viva. Ainda que não haja ninguém para ocupar o púlpito da Boa Nova, a igreja de Jesus estará viva e cantando com a voz de mil anjos:

“Tenho em Jesus vitoria
Eterna vitoria
Buscou-me, comprou-me,
Na cruz por mim morreu
Que paz e alegria,
A noite fez-se dia;
Vitoria Jesus me deu
Plo sangue que verteu”.

Como no principio, Deus ainda estará utilizando o homem para comunicar a sua vontade à humanidade. A igreja de amanhã não será composta de anjos, extra-terrestres, seres mitológicos ou mesmo os robôs, mas de homens igualzinhos a nós, com a mesma capacidade para pensar, crer, amar, agir, louvar e honrar. Homem, tu és a igreja de amanhã porque Deus continua confiando em ti e, Jesus prometeu que “sobre esta pedra edificarei a minha igreja…”

Rev Daniel Monteiro
“In Epistola, Novembro/1986”

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...