Sugestoes

Nao deixe de ler: Por cada 100 casamento, ha 70 divorcios &&&&& Epistolaonline deseja a todos Feliz Natal &&&&& Nao temas, estou contigo &&&&&

Sunday, March 7, 2010

E ESTE É O MEU APLAUSO

A ti oh heroína, fina, vespertina,
Que vai de costas ao sol trabalhando árdua,
De Sol a Sol para o menino de pai ausente.

Substituta sempre no jogo,
Com ele fora de jogo em desafogo.

            A ti oh incansável nas lidas
            Das vinte quatro horas mais extras!
            Que caminha sempre em frente faça chuva ou faça vento.
            E vê longe para o futuro do Zezinho...
            Heroína...Vai e não para!
            Cheia de caparo, na refrega dando litro dispara.
            Com um pão roliço pilando o milho no pilão.
            Aquele vai no “Pilão” e outros “Tabus” e “Luas de Mel”.
            Mas ela aguenta, eterna  lissa frequenta,
            Preguiça afugenta...
            Em dias de tormenta quando ele não se apresenta, contenta.

A ti Mulher Rainha!
Que faz a indumentária do Zezinho e nas calças do pai faz bainha.
Na cabeça leva lata de água e nas costas o Zezinho... Finda o dia!
Vende doces e pastéis acreditando que o Zezinho será Doutor.
Acredita num Cabo Verde que chove... Verde.
Por isso lança perene o grão á terra.
Mesmo que no ano passado choveu temporã e serôdia!
Ainda que o pai do Zezinho larga a enxada e pega a paródia,
Ainda que ele troque a tina mais ela se afina porque ela é fina afinal.
Ela vai. Aguenta. Não cai. Nunca cai...
Soada em mesma entoada... Ressequida mas heróica, estóica!
Trabalha, malha, faz tricô, rendas para pagar as rendas.

           Este é o meu aplauso a ti... Mulher das minhas ilhas,
           Que vence milhas de labor feitos de ardor. Esquece a dor!
           Vence obstáculos feitos de “trilhos” e “tomba trilhos”.
           De pernas sobre molas, “quebrando as molas” da lida, da vida...
           Porque não pára, caminha até a exaustão e ainda faz extras.
           Este é o meu aplauso e minha homenagem,
           A ti oh mulher das minhas ilhas.
                       NATANIEL SEMEDO DA SILVA
                                   (UMA HOMENAGEM Á MULHER CABO-VERDIANA)

No comments:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...