Sugestoes

Nao deixe de ler: Por cada 100 casamento, ha 70 divorcios &&&&& Epistolaonline deseja a todos Feliz Natal &&&&& Nao temas, estou contigo &&&&&

Thursday, January 12, 2012

QUE A IGREJA SEJA MAIS IGREJA, EM 2012


Inauguramos mais um templo. Entidades públicas e privadas, amigos, pastores, irmãos, familiares,  assistiram à justa homenagem. O acto transcendeu o momento, perpassando por gerações de nazarenos  de Santo Antão, a ilha que recebeu o casal António e Gregória Gomes de Jesus, nos idos anos de 1930.
É uma história tão fértil, de tanta fiel sementeira em solo rude, debaixo de opressão feroz, mas que produziu frutos que o presente testemunha. Entre as várias referências, as memórias registam que,  António Gomes de Jesus,  chegou até à recôndita localidade de Garça em 1933, num trajecto de mula, quando os acessos eram precários e os recursos parcos. 
Muitos pagaram um grande preço no começo da Igreja. Significou perder empregos, reputação, familiares, oportunidades de estudos para os filhos, acesso aos melhores cuidados de saúde.  E nunca devemos esquecer estas coisas. 
Que hoje,  cada nazareno, cada pastor,  seja fiel em gratidão e serviço,  ao passado de sacrifícios e com visão, tenacidade e fé, viva para  impactar esta e as próximas gerações. 
Fala-se de crise generalizada, mas tenho por mim  que,  quando a igreja for mais igreja, a mudança desejada por Deus ocorrerá. O problema real tem sido uma igreja  não comprometida com as causas do evangelho e da santidade. Uma Igreja conformada, sacerdócio acomodado e sem foco no essencial, falta generalizada de visão e paixão,  preguiça aguda, disponibilidade condicionada para o trabalho de Deus quando escasseiam as verbas e perda de motivação quando não existem estímulos materiais. 
Percebe-se um desejo de  ser grande,  sem passar pelo processo de crescimento, amor frio, relacionamentos deslocados, uma tendência em enfatizar mais o acessório em detrimento do principal, mais activismo, do que estudo da Palavra e Oração. Mãos em oração, mas inactivas para o serviço, vozes que proclamam santidade, mas práticas que empobrecem o reino, pés que não vão, povo que não proclama os tons festivos da salvação. Queremos apenas parecer. Parecer estar de bem com Deus, parecer estar de bem com o próximo, parecer estar a fazer o trabalho de Deus, parecer ter a simpatia do povo.
Mas será esta uma igreja relevante? Necessária? Luz do mundo e sal da terra? Não, categoricamente não.
Nenhuma instituição é como a igreja, ela é única por sua essência e pela prática. A vida da igreja consiste em um organismo vivo e dinâmico que visa cada um dos seus integrantes e por meio a glória do Senhor da Igreja. A igreja é única porque fornece o contexto em que ocorre a cura substancial nas relações inter-pessoais. É nela que pessoas de todas as idades, raças, sexos, culturas, formações, chegam para viverem em plena harmonia, formando uma verdadeira família. Uma igreja simples é uma comunidade de discípulos de Jesus que pratica o amor dentro e fora da comunidade, promovendo a santidade, é um Povo chamado para cumprir a grande comissão, como corpo de Cristo. 
Cabo Verde será de certeza melhor, se a Igreja se comprometer a ser mais igreja. Significa relacionamento com Deus, relacionamentos inter-pessoais saudáveis, sair das quatro paredes , servir a comunidade. 
O desafio é que a Igreja seja mais igreja em 2012.

Rev. David Araújo
Fonte: ELO/Dezembro

No comments:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...