Sugestoes

Nao deixe de ler: Por cada 100 casamento, ha 70 divorcios &&&&& Epistolaonline deseja a todos Feliz Natal &&&&& Nao temas, estou contigo &&&&&

Wednesday, January 2, 2013

Antero Lopes de Pina (Nho Tei) deixa mundo dos vivos


Antero Lopes de Pina, um comerciante reconhecido e querido, faleceu na madrugada desta Quarta Feira, no Hospital da Praia, vitima de doença prolongada. 
Antero Lopes de Pina, conhecido por Nho Tei, filho de Mane Seberino e de Nhenha, nasceu na Vila Nova Sintra (Fundo), corria o ano de 1939. A infância foi toda ela passada na Vila Nova Sintra. Antero se caracterizava como uma criança “abusada e voluntaria”. 
Nho Tei foi conhecido por ser uma pessoa com um elevado espírito de humor. Sua simpatia com as pessoas foi tanta que chega a roçar a inimizade. Frequentou até o primeiro grau do ensino primário, nos professores Nho Djeca, José Pedro e D. Matilde. Pai de oito filhos, todos radicados nos EUA, sendo o filho maior com 35 anos e menor com 19. Todos residentes em New Bedford, com excepcao de Mocho, que reside em Pawtucket.
Em tempos, numa entrevista a Bravanews, Pina falou de que criou numa sociedade com algum tique de racismo. “Mas se comportássemos devidamente, ninguém teria problemas. Tínhamos que respeitar os mais idosos da época.”
Já jovem Antero Lopes de Pina deu os primeiro passos, como vendedor ambulante. “Iniciei a minha vida do nada. Comecei a vender cartuchos de DDT em toda a ilha.” Alguns anos nesta lide e depois de andar a pe por todas as zonas, comprou uma motocicleta, vulgarmente conhecido por “acelera”.
Com apoio do Francisco Feijoo Barbosa que foi “meu pai comercial”, comprou uma moto de marca Yamaha de 50 CC. Com esta moto, no dia do pagamento nos postos de trabalho, Nho Tei aproveitava para vender roupas outras “bujigangas”.
Dali, foi crescendo, a cada dia, e “decidi vender meus produtos em outras ilhas.” Maio, Santiago e Fogo foram os principais pontos de venda. Sem habilitações, sem conhecer bem os meandros dos negócios, este comerciante foi-se progredindo.
“Deus me protegeu e com o apoio fundamental de Nho Tchico Feijoo Barbosa, fui progredindo”. Tei tinha dito a Bravanews de que adquiriu foi fruto de muito suor e trabalho. “Não roubei e nem sou maçônico, como algumas pessoas gostam de maldizer", afiançou na altura. 
Com este trabalho árduo e cansado, “ajudei a mim próprio e a muitas pessoas”, lembrava na entrevista. 
Nosso interlocutor explicou que durante a vida construiu boas e solidas amizades. Tinha amigos por tudo quanto é lado.
Dono de Casa Mansa, militante do PAICV desde a primeira hora, filho de Mane Zeverino (Zelador), ex-agente da Shell, Antero Lopes Pina deixa o mundo dos vivos, enlutando a Brava e entristecendo a todos. 
Bravanews (Moises Santiago e Andre Santiago) e todos os colaboradores espelhados pelos continentes, envia as sentidas condolências as filhas em New Bedford, a colaborador Mocho em Pawtucket, ao amigo Feijóo Barbosa e todos os familiares e amigos, por esta perda irreparável.

 MS/FONTE: BRAVANEWS

No comments:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...