Sugestoes

Nao deixe de ler: Por cada 100 casamento, ha 70 divorcios &&&&& Epistolaonline deseja a todos Feliz Natal &&&&& Nao temas, estou contigo &&&&&

Monday, December 24, 2012

No Oriente Longínquo

No Oriente longínquo viviam os sábios,
Estudiosos dos grandes Luminares;
Das grandes Estrelas e dos grandes Astros.
Estudiosos dos grandes acontecimentos Planetares.

Passavam noites e noites nos seus observatórios
Estudando os movimentos dos Astros, Estrelas e Planetas.
Observavam e estudavam tudo quanto aconteciam no firmamento,
Tudo o que acontecia à volta deste imenso Universo.
Nesta imensidão, neste Universo sem fim.

Estes homens sábios sabiam os nomes de todas as Estrelas,
Bem como de todos os astros e Planetas.
Viviam num mundo de grandes transformações e acontecimentos
Cada dia era de grandes novidades como hoje.
Acontecimentos históricos e científicos.

Nos seus observatórios observavam o movimento dos Astros e da Estrelas.
Todos os dias descobriam novos Astros, novos Planetas e novas Estrelas.
Numa daquelas noites de sorte, descobriram algo extraordinário:
Uma Estrela totalmente diferente de todas as outras que já descobriram.
Diferente no brilho, no tamanho e no movimento;
Movimentava sempre em direcção à Palestina.
Dirigia directamente para Belém a cauda maior da Estrela.

Fizeram entre si várias perguntas:
Que Estrela é Essa?
Porquê movimenta assim?
Porquê sempre em direcção à Palestina?
Que notícia nos traz?
Preocupados, consultaram os velhos pergaminhos.
Foi então que descobriram a mais antiga promessa de Deus.
Que Jeová tinha dado ao Pai Abraão e aos Hebreus,
O envio de Messias o Salvador do mundo
Esta era a notícia que a Grande Estrela trazia.
Por Austolino Levy

No comments:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...