Sugestoes

Nao deixe de ler: Por cada 100 casamento, ha 70 divorcios &&&&& Epistolaonline deseja a todos Feliz Natal &&&&& Nao temas, estou contigo &&&&&

Friday, January 29, 2010

O perfil do pastor nazareno



Desde a última terça, 19/01, o pastor Aguiar está percorrendo várias capitais brasileiras, juntamente com o superintendente geral, Stan Toler; o diretor regional, Christian Sarmiento, e com o pastor Flávio Valvassoura. Já visitaram igrejas e distritos em Florianópolis, Brasília, Rio de Janeiro, Recife. Hoje estão em Natal, e ainda no início da semana, passarão por Salvador. 
Durante os cultos de ordenação, celebrados em todas as cidades mencionadas, o perfil do pastor nazareno tem sido descrito em detalhes, segundo texto importante do Manual da Igreja do Nazareno. 
Pastor Aguiar, historicamente, tem defendido, com seu exemplo e ensino, pastorados irretocáveis e irrepreensíveis e, portanto, tem reafirmado todas as seguintes declarações:
O Pastor em todas as coisas deve servir de modelo ao rebanho — na pontualidade, na prudência, na diligência e no zelo; “...na pureza, no saber, paciência e bondade; no Espírito Santo, no amor não fingido, na palavra da verdade, no poder de Deus; pelas armas da justiça, quer ofensivas, quer defensivas” (2 Co 6:6-7).
O Pastor do Evangelho na Igreja do Nazareno deve ter paz com Deus mediante nosso Senhor Jesus Cristo, e ser inteiramente santificado pelo batismo com o Espírito Santo. Ele deve sentir profundamente o fato de que almas por quem Cristo morreu estão a perecer, e que é chamado por Deus para lhes proclamar ou fazer conhecidas as boas novas de salvação.
O Pastor nazareno semelhantemente, deve ter profunda compreensão da necessidade dos crentes prosseguirem até à perfeição, desenvolvendo as virtudes cristãs na vida prática, para que seu “amor aumente mais e mais, em pleno conhecimento e toda a percepção” (Filipenses 1:9). 
O Pastor na Igreja do Nazareno deve possuir elevado apreço tanto pela salvação como pela ética cristã.
O Pastor deve possuir dons, bem como graças para o trabalho. Deve sentir sede de conhecimento, especialmente da Palavra de Deus; deve ter bom senso e boa compreensão; pontos de vista claros sobre o plano da redenção e salvação, conforme revelado nas Escrituras. Santos serão edificados e pecadores serão convertidos mediante o seu ministério. Além disso, o Pastor na Igreja do Nazareno deve ser um exemplo na oração.
O Pastor deverá responder as oportunidades de ser mentor de futuros ministros e de estimular a chamada ao ministério daqueles que têm óbvios dons e graças para ministérios ou que estejam ouvindo a chamada de Deus para o ministério cristão.




Pr. Aguiar

Fonte: Boletim de Campinas

No comments:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...