Sugestoes

Nao deixe de ler: Por cada 100 casamento, ha 70 divorcios &&&&& Epistolaonline deseja a todos Feliz Natal &&&&& Nao temas, estou contigo &&&&&

Friday, May 7, 2010

Poema da Virgínea


SER MÃE
(Um relato sobre a minha experiência de ser mãe – ainda curta, de apenas 16 meses. Não quero assustar as futuras mamãs, mas as que já são, vão concordar comigo.)

Ser mãe é passar semanas a fio a vomitar e mesmo assim pensar que é por uma boa causa.
Ser mãe é ter alguém a pontapear a nossa barriga e ainda assim achar que é uma sensação MARAVILHOSA!
Ser mãe é ver o nosso corpo a mudar, só para dar “gazadju” a um desconhecido durante 9 meses.
Ser mãe é passar horas com dores de parto indescritíveis e ainda assim suportar tudo com normalidade porque essa altura marca o começo de uma nova etapa das nossas vidas.
Ser mãe é apagar do nosso dicionário as palavras “uma boa noite de sono”.
Ser mãe é amamentar com um sorriso babado na face, apesar de ter o peito a rasgar-se de dor.
Ser mãe é esquecer o Givenchy, o Calvin Klein e o Cacharel porque o perfume do nosso dia-a-dia passa a ser o cheiro do leite de peito.
Ser mãe é tirar o batom, o espelho e a agenda da carteira para poder caber o biberão, uma fralda e um par de meias.
Ser mãe é ser egoísta nas orações e ter os joelhos parecidos com os do elefante.
Ser mãe é chorar quando o filho chora, é rir quando o filho ri, é preocupar-se, muitas vezes à toa, é ter sempre um casaquinho à mão.
Ser mãe é pensar no gesto de Deus ao entregar o Seu Filho Jesus e ver como Ele realmente nos ama.
Ser mãe é passar por tudo isso e achar que valeu a pena!
Ser mãe do Isaque é passar por tudo isso e estar disposta a passar por tudo outra vez!
AMO-TE ISAQUE BENJAMIM!

Virgínia Vieira Lopes
                                                                                                             Maio de 2008

No comments:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...